Biblioteca da ECA

biblioteca universitária


A Biblioteca da ECA é uma biblioteca universitária vinculada à Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), tendo como objetivo o atendimento à comunidade da Escola. Com acervo representativo nas áreas de Comunicações e Artes, é aberta ao público em geral para pesquisas, uso do acervo e demais recursos oferecidos.[1]

Biblioteca da ECA
Tipo biblioteca, biblioteca universitária, biblioteca universitária
Inauguração 1970 (51 anos)
Parte de Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo
Geografia
Coordenadas 23° 33' 28.084" S 46° 43' 34.666" O
Localização São Paulo
País Brasil
Website oficial

ServiçosEditar

Dentre os principais serviços prestados aos inscritos na Biblioteca estão:[1]

  • Empréstimo, renovação e reserva.
  • Auxílio e orientação à realização de pesquisas.
  • Treinamento para uso de recursos informacionais (catálogos, bases de dados, revistas eletrônicas).
  • Orientação para a formatação de trabalhos acadêmicos conforme as normas da ABNT[2].
  • Visitas guiadas.
  • Participação em disciplinas da ECA.
  • Elaboração de ficha catalográfica.
  • Empréstimo Entre Bibliotecas (EEB).
  • Obtenção de cópia de materiais de outras instituições (Comut).
  • Solicitação de ISBN para publicações da ECA.
  • Registro da produção intelectual da ECA-USP.

Consulta ao acervoEditar

A consulta ao acervo pode ser realizada por meio do Portal de Busca Integrada USP, do Dedalus ou pelo aplicativo Bibliotecas USP, disponível para celular. O acervo de partituras também pode ser consultado a partir de uma interface específica, Partituras da Universidade de São Paulo O acervo de gravações sonoras deve ser pesquisado exclusivamente na base Sonora

ColeçõesEditar

As coleções da Biblioteca são representativas das áreas de Artes Visuais, Ciência da Informação, Cinema, Comunicações, Editoração, Educomunicação, Fotografia, Jornalismo, HQ, Música, Publicidade, Rádio, Relações Públicas, Teatro, Televisão e Turismo. Além dos livros, o acervo físico é composto por:[3]

  • Catálogos de exposições de arte individuais e coletivas de artistas brasileiros e internacionais
  • CDs e discos em vinil de música erudita de várias épocas e estilos e uma pequena coleção de música popular
  • Filmes de vários países, épocas e gêneros, documentários, séries, programas de TV e mais. No blog da BibliotECA podem ser consultados os catálogos temáticos do acervo de filmes
  • Fotografias antigas e raras, imagens digitais e slides da área de artes visuais: reproduções de obras de arte
  • Partituras de música erudita de diversas épocas e estilos. Coleções especiais de manuscritos de música sacra mineira e de compositores brasileiros contemporâneos
  • Acervo de peças teatrais não editadas e peças teatrais publicadas em livros e revistas
  • Revistas de histórias em quadrinhos antigas e raras
  • Periódicos acadêmicos nacionais e internacionais, nas diversas áreas da Escola. Coleção impressa e digital
  • Coleção especial de revistas antigas formada por títulos não acadêmicos, de caráter popular ou jornalístico
  • Teses, dissertações e Trabalhos de Conclusão de Curso defendidos na ECA, em formato impresso ou digital
 
Biblioteca da ECA, vista geral

HistóricoEditar

A biblioteca da ECA surgiu em 1966 com a Escola de Comunicações e Artes da USP. Inicialmente ligada à antiga Biblioteca Central da USP, vinculou-se ao Departamento de Biblioteconomia e Documentação (CBD) da ECA-USP em 1970, ganhando sua autonomia em 1973. A inauguração oficial ocorreu em maio de 1970 com um acervo de cerca de 1.000 livros e 50 títulos de periódicos. No mesmo ano foram incorporadas ao seu acervo livros de arte doados por Francisco Matarazzo Sobrinho, a biblioteca da Escola de Arte Dramática, contendo livros, periódicos, peças e programas de teatro e a hemeroteca do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE) da ECA-USP, composta de revistas e recortes de jornais. Foram incorporadas à biblioteca doações importantes de materiais variados, como discos, fitas de áudio, partituras e slides que delinearam um acervo qualificado e diversificado, fundamental para o apoio às atividades de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas na ECA. Dado o rápido crescimento do acervo e a presença de coleções em suportes bastante diversificados, a Biblioteca elaborou projetos para o desenvolvimento de sistemas de organização, armazenamento e tratamento da informação, tornando-se pioneira na organização da documentação audiovisual e musical no Brasil, desenvolvendo metodologias específicas para o tratamento desse tipo de coleção[4][5]. A criação de distintos setores para agrupar e organizar as diversas coleções e oferecer atendimento especializado tornou-se necessária. Assim, em 1972, foi criada a Fonoteca, com um acervo de discos, partituras e fitas cassetes; em 1978, a Filmoteca, que incorporava filmes produzidos pelos alunos do Departamento de Cinema, Rádio e TV. Em 1986 a Biblioteca deixa de ser uma seção da ECA, passando a Serviço de Biblioteca e Documentação. O processo de informatização dos catálogos da Biblioteca teve início em 1991. Em 1994 foi criada a Oficina de Encadernação e Restauro. Em 1997 a Biblioteca ganhou um novo espaço, com uma reforma total, mobiliário e equipamentos novos financiados pela FAPESP. Em 1998 o empréstimo automatizado foi implementado, sendo 2001 o ano do lançamento do primeiro website da Biblioteca com conteúdos desenvolvidos pela própria equipe. Em 2009 a Biblioteca ingressa nas redes sociais com a criação de blog, perfil no Twitter e Flickr para a divulgação de serviços e conteúdos relacionados às Comunicações e Artes. Nos anos seguintes outros recursos são incorporados como atendimento online, perfis no Pinterest, Pearltrees e página no Facebook, com a finalidade de estabelecer formas de comunicação mais dinâmicas e informais com o público. Em 2010 foi lançado um novo site para a Biblioteca, incorporado ao da Escola e o empréstimo também passou a ser unificado entre as Bibliotecas da USP [6]. Em 2015 teve início a organização da coleção de livros de artistas, contendo trabalhos de importantes artistas brasileiros dos anos 1970 e 1980 e da atualidade[7].

Referências

  1. a b «Biblioteca da ECA». Consultado em 21 de junho de 2020 
  2. VIANA, Lilian; MACAMBYRA, Marina; LUSTOSA, Walber (2019). Manual de normalização da Biblioteca da ECA (PDF). São Paulo: [s.n.] 
  3. «Coleções». Consultado em 21 de junho de 2020 
  4. RECINE, Analúcia; MACAMBYRA, Marina (2010). Manual de catalogação de partituras da Biblioteca da ECA. São Paulo: ECA-USP 
  5. MACAMBYRA, Marina (2009). Manual de catalogação de filmes da Biblioteca da ECA. São Paulo: ECA-USP 
  6. «Histórico». Consultado em 21 de junho de 2020 
  7. Macambyra, Marina; Ferreira, Sarah; Maldonado, Alessandra (2019). «Objetos artísticos em bibliotecas de arte: a experiência da Biblioteca da ECA/USP». Anais do CBBD. Consultado em 22 de junho de 2020 

Ligações externasEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.