Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Biblioteca do Exército
Tipo biblioteca
Geografia
Localização Rio de Janeiro
País Brasil

A Biblioteca do Exército (BibliEx), informalmente chamada Casa do Barão de Loreto, é uma biblioteca e editora subordinada à Diretoria do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército do Brasil.

HistóriaEditar

Foi fundada em 4 de janeiro de 1882, no Rio de Janeiro, por iniciativa do então ministro da Guerra Franklin Dória.

Em 1885, já contava com onze mil exemplares, todavia seria extinta em 1925 por aviso ministerial. Em 1937, após aprovação do ministro da Guerra, general Eurico Gaspar Dutra, a proposta de recriar a Biblioteca do Exército com novas atribuições foi levada à prática, sendo Severino Sombra escolhido para ocupar o cargo de primeiro-secretário da entidade.[1] Desde então, acumula a função de editora, publicando obras sobre diversos temas, como história militar, geografia e geopolítica do Brasil, sociologia e filosofia da guerra, literatura, entre outros. Edita um livro mensal, distribuído aos seus assinantes e leitores avulsos.

A editora, que distribui para escolas de formação do exército, pelotões de fronteiras, tiros de guerra e ao Sistema Colégio Militar do Brasil (SCMB) livros didáticos de História, Geografia entre outras disciplinas.

Ver tambémEditar

Referências

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre o Exército Brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.