Abrir menu principal

Bidune (em árabe بِدون Bidūn) designa no mundo árabe uma pessoa apátrida.

O nome vem do árabe, bidūn jinsiyya (بدون جنسية) «sem nacionalidade». O nome é utilizado sobretudo no Cuaite, onde existe uma importante população bidune, e no Barém. Embora a maioria dos bidunes sejam beduínos, os dois termos são diferentes.[1][2]

CuaiteEditar

A população bidune do Cuaite é de cerca de 100 mil pessoas, tendo um estatuto diferente do dos cuaitianos e dos estrangeiros. A maioria dos bidunes ou são residentes de longa data ou nasceram no Cuaite. Estão privados de qualquer direito político, não têm direito ao ensino e saúde gratuitos como os cidadãos cuaitianos e só podem adquirir bens, arranjar trabalho ou viajar para o estrangeiro se algum cuaitiano se responsabilizar.[1][3]

Referências

  1. a b «Kuwait to naturalise stateless Bidun». BBC News (em inglês). 20 de março de 2013 
  2. «THE BEDOONS OF KUWAIT». www.hrw.org. Consultado em 6 de dezembro de 2017 
  3. RFI. L'émirat aux urnes [1]
  Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.