Big Brother (reality show)

Disambig grey.svg Nota: Se procura personagem de George Orwell, veja Grande Irmão. Se procura especificamente a versão brasileira do Big Brother, veja Big Brother Brasil. Se procura especificamente a versão portuguesa do Big Brother, veja Big Brother (Portugal).

Big Brother é um popular reality show onde, durante cerca de três meses, um grupo de pessoas (geralmente menos de 20) ficam confinados sem contato com o mundo exterior. Dentro da casa, onde os participantes se localizam durante esse período de tempo, não se pode acessar internet, canais de televisão, nem estações de rádio, por exemplo.

Localização das diferentes versões do Big Brother

Os participantes têm como objetivo permanecer na casa até o último dia, quando a audiência escolherá, por meio de voto (internet ou telefone), quem será o vencedor e ganhador do grande prêmio final. Apesar de o vencedor só ser escolhido no último dia do programa, as pessoas da casa são obrigadas a votar em um ou dois participantes para serem eliminados do programa; o que receber mais votos do público deixa o programa.

Em 1999, John de Mol, um executivo da televisão holandesa, sócio da empresa Endemol, teve a ideia de criar um Reality Show onde pessoas comuns seriam selecionadas para conviverem juntas dentro de uma mesma casa, vigiadas por câmeras, 24 horas por dia.[1] O nome do programa foi inspirado no nome de um personagem do livro 1984 de George Orwell: Big Brother (em alguns países de língua não inglesa o nome do programa é traduzido, por exemplo na Argentina chama-se «Gran Hermano» e na Itália, «Grande Fratello», mas não foi o caso de alguns, como o Brasil ou em Portugal).

O Big Brother orwelliano, às vezes é o apresentador do programa e, geralmente, é o único contato com um ser humano que os participantes têm com o mundo fora da casa. Por exemplo na versão brasileira com Tiago Leifert (antes Pedro Bial (1-16) e Marisa Orth (1)), o apresentador, também assume a função de grande irmão ao instruir psicologicamente os participantes, mas na versão portuguesa, este papel é assumido por uma voz da qual não se conhece o rosto e é quem tem poder total dentro da casa. É curioso notar que como em 1984, quando os participantes do Big Brother veem a éfige do apresentador na tela, esses o enaltecem da mesma forma que os habitantes da Oceania fazem com o Grande Irmão.

Claudio Silva, filmmaker que participou na criação do Big Brother holandês, em 1999, define o formato Big Brother atual como um comercial 24 horas interminável, onde os telespectadores votam pela internet para expelir os membros não pela atratividade e interatividade do show com o público mas pelo tédio de seus personagens.

Big Brother BrasilEditar

 Ver artigo principal: Big Brother Brasil

No Brasil, o programa teve 19 edições apenas com anônimos, e mais duas com anônimos e famosos (Big Brother Brasil 20 e Big Brother Brasil 21); transmitidas pela Rede Globo. Apenas as duas primeiras edições foram realizadas em um mesmo ano (2002). O contrato original com a Endemol era válido até 2008, porém, a Rede Globo renovou o contrato até 2024.

Big Brother PortugalEditar

 Ver artigo principal: Big Brother Portugal

Em Portugal, o programa tem 5 edições com anónimos, concluídas, e uma sexta que está a decorrer; e mais três com famosos (Big Brother Famosos 1, Big Brother Famosos 2 e Big Brother VIP), emitidas pela TVI e TVI Reality.

Ver tambémEditar

Notas

Referências