Björn Engquist

Björn Engquist
Nascimento 2 de junho de 1945 (75 anos)
Estocolmo
Nacionalidade sueco
Cidadania Suécia
Alma mater Universidade de Uppsala
Ocupação matemático, professor universitário
Prêmios Prêmio James H. Wilkinson (1982), Prêmio George David Birkhoff (2012)
Empregador Universidade de Princeton, Universidade da Califórnia em Los Angeles, Universidade do Texas em Austin, Instituto Real de Tecnologia
Orientador(es) Heinz-Otto Kreiss[1]
Orientado(s) Thomas Yizhao Hou, Anna-Karin Tornberg, Weinan E
Instituições Universidade da Califórnia em Los Angeles, Universidade de Princeton, Universidade do Texas em Austin
Campo(s) matemática aplicada
Tese 1969

Björn Engquist (Estocolmo, 2 de junho de 1945) é um matemático sueco.

Engquist obteve um doutorado em 1969 em matemática numérica na Universidade de Uppsala, orientado por Heinz-Otto Kreiss. Depois lecionou na Universidade da Califórnia em Los Angeles. A partir de 2001 foi professor na Universidade de Princeton e diretor de seu programa em matemática aplicada e numérica e a partir de 2005 professor na Universidade do Texas em Austin. Desde 1993 é também professor no Instituto Real de Tecnologia em Estocolmo, onde é diretor do Instituto de Computação Paralela e Científica.

Trabalha com análise numérica e computação científica, e em especial com métodos numéricos para equações diferenciais (como modelagem em multiescalas) com aplicação em eletrodinâmica e hidrodinâmica.

Com Ami Harten,[2] Stanley Osher e Sukumar Chakravarthy desenvolveu em 1987 o método ENO (Essentially Non Oscillatory) para a solução numérica de leis de conservação hiperbólicas.[3]

Engquist publicou mais de 100 artigos científicos e orientou até 2009 mais de 30 doutorandos. É membro da Academia Real das Ciências da Suécia e da Academia Real de Ciências da Engenharia da Suécia. Foi palestrante convidado ("Invited Speaker") no Congresso Internacional de Matemáticos de 1983 em Varsóvia e de 1998 em Berlim (Wavelet based numerical homogenization) e apresentou um palestra plenária no Congresso Europeu de Matemática de 1992 em Paris (Numerical approximation of hyperbolic conservation laws). Em 1982 recebeu o primeiro Prêmio James H. Wilkinson e em 2012 o Prêmio George David Birkhoff.

ObrasEditar

  • Editor com Wilfried Schmid: Mathematics unlimited- 2001 and beyond, Springer 2001
  • Editor com Per Lötstedt, Olof Runborg: Multiscale Methods in Science and Engineering, Springer 2005
  • Editor com Lötstedt, Runborg: Multiscale Modeling and Simulation in Science, Springer 2009
  • Editor: Highly oscillatory problems, Cambridge University Press 2009
  • Editor com Gregory Kriegsmann: Computational Wave Propagation, Springer 1997
  • Editor com Stanley Osher, Richard Somerville: Large Scale computations in fluid mechanics, American Mathematical Society 1985
  • Editor com Peter Deuflhard: Large Scale Scientific Computing, Birkhäuser 1987

Referências

  1. Björn Engquist (em inglês) no Mathematics Genealogy Project
  2. Amiram Harten (1947–1994), matemático israelense da Universidade de Tel Aviv, obteve um doutorado em 1974 na Universidade de Nova Iorque, orientado por Peter Lax.
  3. Harten, Engquist, Oshe, Chakravarthy "Uniformly High Order Accurate Essentially Non-oscillatory Schemes, III", J. Comput. Phys., Volume 71, 1987, p. 231–303

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.