Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2015). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Bloch Som e Imagem é uma empresa que vende novelas e demais produções da extinta Rede Manchete, de propriedade de Adolpho Bloch e Pedro Jack Kapeller.

Foi fundada no ano de 1995 por Adolpho Bloch. A função da empresa era poder manter os direitos das novelas nas mãos dos Bloch caso a TV Manchete fosse vendida ou viesse a falência.

Dessa forma, todas as produções realizadas depois de 1995 pela Rede Manchete são de propriedade da Bloch Som e Imagem. Já todas as produções anteriores a 1995 pertencem a própria TV Manchete e estão sendo leiloadas pela justiça para pagamento de dividas. Novelas como Kananga do Japão e Carmem não podem ser reexibidas até que a Justiça autorize a venda das mesmas para pagamento de dividas da TV. A novela Pantanal e a novela Dona Beija já tiveram seus leilões autorizados pela justiça e os direitos de exibição foram adquiridos pelo SBT.

Esta dificuldade para a venda (através de leilões) não ocorrem com as produções feitas depois de 1995, sendo assim já foram vendidas para outros canais de televisão a algum tempo.

A Bloch Som e Imagem vendeu uma novela de sua propriedade para o SBT e duas para a Rede Bandeirantes. O SBT adquiriu os direitos de exibição da novela Xica da Silva e a Rede Bandeirantes adquiriu as novelas Tocaia Grande e Mandacaru. A Bloch Som e Imagem ainda teria em sua posse a novela Brida, porem esta não teve fim.

A Rede Globo adquiriu o Roteiro da novela Pantanal através de seu autor Benedito Ruy Barbosa. Já o SBT adquiriu os direitos de reexibição da novela Pantanal através da Massa Falida da TV Manchete e não através da Bloch Som e Imagem.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.