Abrir menu principal


Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2017). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Bloqueio do Rio da Prata
Guerra do Prata
Campanha do Uruguai
BloqueioBrDoPrata.png
Data 1851
Local Rio da Prata
Desfecho Vitória decisiva brasileira e uruguaia.
Beligerantes
Flag of Brazil (1870–1889).svg Império do Brasil
Uruguai Uruguai
Flag of the National Party (Uruguay).svg Blancos
Flag of the Argentine Confederation.svg Confederação Argentina
Comandantes
Flag of Brazil (1870–1889).svg John Pascoe Grenfell
Uruguai John Halstead Coe
Flag of the National Party (Uruguay).svg Manuel Oribe

O Bloqueio Brasileiro da Prata foi um acontecimento durante a Campanha do Uruguai da Guerra do Prata onde a armada imperial brasileira impediu a fuga do uruguaio Manuel Oribe, líder dos Blancos, para a Argentina e com isto, o aprisionando em solo uruguaio. O bloqueio foi liderado pelo almirante anglo-brasileiro, John Pascoe Grenfell com apoio de alguns navios do americano John Halstead Coe, que estava a serviço do Uruguai.

Após o sucesso brasileiro no bloqueio, Urquiza sugeriu a Grenfell matar os prisioneiros de guerra, mas o almirante anglo-brasileiro recusou a machucá-los. Consequentemente, os soldados argentinos no exército de Oribe foram incorporados ao exército de Urquiza e os uruguaios, ao de Eugenio Garzón.

BibliografiaEditar

  • Barroso, Gustavo. Guerra do Rosas: 1851-1852. Fortaleza: SECULT, 2000.