Bloqueio da Wikipédia na Turquia

A Wikipédia foi bloqueada na Turquia, em 29 de abril de 2017, por autoridades turcas, sem explicações.[1]

O logotipo da Wikipédia turca com uma barra de censura cobrindo o texto. Esta versão do logotipo esteve em uso antes de ser substituída por uma barra vermelha.
Um gráfico de visualizações de páginas para a Wikipédia em turco de fevereiro a maio de 2017 mostra uma grande queda de cerca de 80% imediatamente após o bloqueio ter sido imposto. Com o conteúdo da Wikipedia sendo abertos, sites alternativos continuam a fornecer as informações fornecidas pela enciclopédia on-line ao público.

Na manhã de 29 de abril de 2017, após a notícia do TurkeyBlocks.org que todas as versões de idioma da Wikipédia haviam sido bloqueadas na Turquia, vários relatórios foram publicados do evento. A BBC informou que as autoridades turcas haviam bloqueado o acesso de todos no país a partir das 5h00 GMT. Nenhuma razão foi dada pela Autoridade de Tecnologias de Informação e Comunicação Turca que declarou simplesmente: "Após análise técnica e jurídica consideração com base na Lei Nº 5651 [que rege a internet], uma medida administrativa foi tomada para este site." A Voice of America relatou que os meios de comunicação turcos explicaram que o bloqueio foi um resultado de "conteúdos  relacionados com o terrorismo". A NDTV disse que o movimento tinha provocado fortes reações nas mídias sociais contra a decisão de negar o acesso a "um dos mais populares sites da web".[1]

A Wikipédia era legível, mas não é editável com FreeWiki pelo Crypt.space na Turquia. Em janeiro de 2018, a Wikipedia ainda estava proibida na Turquia e a diretora executiva da Wikimedia Foundation, Katherine Maher, não sabia por quê. Em 5 de março de 2018, a página do Facebook da Wikipedia iniciou a campanha "We Miss Turkey" (Turco: Özledik) e substituiu a barra preta do censor pelo logotipo da Wikipedia por uma vermelha. Ele também tinha uma hashtag de mesmo nome.

Em 26 de dezembro de 2019, no entanto, o Tribunal Constitucional da Turquia decidiu que o bloqueio da Wikipedia violava os direitos humanos e ordenou que fosse retirado,[2] o que foi posto em prática em 15 de janeiro de 2020.[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Bilginsoy, Zeynep. «Access to Wikipedia blocked by government in Turkey». chicagotribune.com. Consultado em 20 de dezembro de 2020 
  2. McKernan, Bethan (26 de dezembro de 2019). «Turkey's Wikipedia block violates human rights, high court rules». The Guardian. Consultado em 26 de dezembro de 2019. Cópia arquivada em 26 de dezembro de 2019 
  3. «Wikipedia ban to be lifted after top court ruling issued». Daily News (em inglês). Consultado em 15 de janeiro de 2020 

Ligações externasEditar