Abrir menu principal

Wikipédia β

Blubell

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Isabel Fontana Garcia, mais conhecida como Blubell, é cantora e compositora brasileira.

Blubell
Blubell em 2013
Informação geral
Nome completo Isabel Fontana Garcia
Nascimento 26 de setembro de 1977 (40 anos)
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s)
Ocupação(ões)
Instrumento(s)
Período em atividade 2005–presente
Gravadora(s) YB Music
Página oficial www.blubell.com.br

Índice

CarreiraEditar

Nasceu na cidade de São José do Rio Preto, interior do Estado de São Paulo, mas cresceu na capital, para onde foi ainda criança de colo. Desde 2006 desenvolve seu trabalho autoral. Antes disso, fez parte de bandas independentes, e participou de shows da big band paulistana Funk Como Le Gusta, além de emprestar a sua voz para jingles de comerciais de tv.[1] Seu primeiro álbum Slow Motion Ballet, lançado sob selo independente em 2006, trazia apenas composições da artista, exceto pela  versão de Junk de Paul McCartney. Slow Motion Ballet foi bem recebido pelas críticas, em jornais como a Folha de S. Paulo e o O Estado de S.Paulo e recebeu elogios de cantoras como Marisa Monte e Mallu Magalhães[2] Durante os anos que se seguiram à sua estréia como artista independente, ela desenvolveu paralelamente uma parceria com o quarteto de jazz À Deriva. Em 2009, a música "Chalala", composta por Blubell, foi tema de abertura da série Aline, da Rede Globo.

Em janeiro de 2011, Blubell lançou seu segundo disco, Eu Sou Do Tempo Em Que A Gente Se Telefonava pela YB Music. O CD tem participações de Baby do Brasil e de Tulipa Ruiz. A canção 'What If...' entrou para a trilha sonora do filme Bruna Surfistinha, lançada também em janeiro de 2011.[3][4] Em 24 de março de 2013 Blubell se apresentou no Auditório Ibirapuera, acompanhada pela banda Black Tie. Em 19 de agosto de 2016, lançou seu quarto disco autoral: Confissões de Camarim[5].

ÁlbunsEditar

GravadorasEditar

Referências

Ligações externasEditar