Boa Vista (Leiria)

localidade e antiga freguesia de Leiria, Portugal

Boa Vista é uma povoação portuguesa do concelho de Leiria, com 9,18 km² de área e 1 745 habitantes (2011). Densidade: 190,1 hab/km².

Portugal Boavista 
  Freguesia portuguesa extinta  
Símbolos
Brasão de armas de Boavista
Brasão de armas
Localização
Boavista está localizado em: Portugal Continental
Boavista
Localização de Boavista em Portugal Continental
Mapa de Boavista
Coordenadas 39° 47' 03" N 8° 44' 48" O
Concelho primitivo Leiria
Concelho (s) atual (is) Leiria
Freguesia (s) atual (is) Santa Eufémia e Boa Vista
História
Extinção 2013
Características geográficas
Área total [1] 9,18 km²
População total (2011) [2] 1 745 hab.
Densidade 190,1 hab./km²
Outras informações
Orago Nossa Senhora das Dores
' Colectividades:
G.D.R.B - Grupo Desportivo e Recreativo da Boa Vista
Rancho Típico da Boa Vista
Associação Os Amigos dos Machados
Agrupamento de Escuteiros do Corpo Nacional de Escutas 1227
'

Gastronomia:
Leitão assado à Boa Vista

'
Outros Interesses:'

Parque de Merendas da Boa Vista

Calão dos Porqueiros
Campo de ténis

Foi sede de uma freguesia extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, para, em conjunto com Santa Eufémia formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Santa Eufémia e Boa Vista com a sede em Santa Eufémia.[3]

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Boa Vista [4]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
820 916 1 258 1 369 1 016 1 657 1 690 1 926 1 745

Criada pelo decreto nº 15.009, de 07/02/1928, com lugares desanexados das freguesias de Pousos, Marrazes e Colmeias

Origem e História do NomeEditar

O seu nome primitivo era Boa Vista mas, por um fenómeno de aglutinação, houve uma evolução natural que culminou em Boavista e que, em meados dos anos 90, do século XX, numa óptica de retorno à nomenclatura original e de afirmação de identidade, regressou a "Boa Vista". Afinal, nos documentos oficiais, a toponímia nunca fora alterada. Sobre a origem do topónimo apenas se pode conjecturar, mas deve-se filiar no panorama proporcionado por esta povoação relativamente aos seus arredores. Mas há quem avente uma hipótese inversa e perfeitamente plausível: a povoação, por se ver bem dos montes em seu redor, oferecia aos seus observadores distantes uma deliciosa paisagem, ou seja uma boa vista.

HistóriaEditar

Desta freguesia de Boa Vista, não são conhecidos feitos históricos de antiguidade já que a fundação da laboriosa aldeia que lhe daria o nome, deve remontar a meados do século XIX.

Crê-se que, nessa época, ter-se-ão ali fixado marchantes de gado, que ficaram conhecidos como “Moços das Vacadas”, os quais criaram casas comerciais. Pela mesma altura e na sequência da abertura da antiga Estrada Real, que ligava o Porto a Lisboa, construíram-se estalagens para apoio aos viajantes e negociantes que, de norte, se dirigiam para as feiras do sul e vice-versa.

Freguesia a partir de 28 de Janeiro de 1928, com 200 fogos, sob a protecção de Nossa Senhora das Dores, ocupa uma área desanexada das freguesias de Pousos, Marrazes e Colmeias e, só em 29 de Janeiro de 1946 foi ali criada uma paróquia. À data, a côngrua, paga em géneros, foi fixada num alqueire de cereal por cada fogo e ½ alqueire por cada ½ fogo, nunca inferior a 300 alqueires de cereal, 70 litros de azeite e 30 medidas de vinho. Da côngrua faziam também parte os emolumentos.

A freguesia é atravessada pela antiga Estrada Real, hoje desvio do IC2 (Estrada Nacional N.º 1), e pela auto-estrada Lisboa-Porto e está rodeada de perto pelo Pinhal do Rei e, mais ao longe, pelos contrafortes da Serra do Branco e da Serra de Aire.

Eventos Culturais (Festas populares e religiosas)Editar

  • Nossa Senhora das Dores (último Domingo de Maio)
  • Nossa Senhora das Graças (3º Domingo de Julho)

Lugares da Antiga FreguesiaEditar

  • Alqueidão
  • Boa Vista
  • Cova das Faias
  • Fonte Oleiro
  • Machados
  • Murtórios

ReferênciasEditar

Referências

  1. «Áreas das freguesias, municípios e distritos da CAOP2012». Separador Areas_Freguesias_CAOP2012. Instituto Geográfico Português. 2012. Consultado em 1 de Abril de 2014. Cópia arquivada em 9 de Novembro de 2013 
  2. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Centro". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 28 de Fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013 
  3. «Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias)» (pdf). Diário da República eletrónico. Consultado em 28 de Março de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 6 de Janeiro de 2014 
  4. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.