Abrir menu principal
Bob Denard
Nascimento 7 de abril de 1929
Bordeaux
Morte 13 de outubro de 2007 (78 anos)
Paris
Cidadania França
Ocupação mercenário
Religião Igreja Católica
Causa da morte mal de Alzheimer

Bod Denard ou Gilbert Bourgeaud (Bordeaux, 7 de abril de 1929Paris, 13 de outubro de 2007) foi um dos mais famosos mercenários desde a Segunda Guerra Mundial.[1]

BiografiaEditar

Denard serviu a marinha francesa na Indochina. Ele ficou conhecido pelos trabalhos que efetuou para Jacques Foccart e também ao liderar rebeliões e movimentos golpistas na África nos anos 1960 e 1970 - dizendo ter o "apoio secreto" do governo francês.

Comandou em 1962-1963 uma força de mercenários ao serviço e em prol da independência da província do Catanga (Zaire).[2] Essas mesmas forças, depois derrotadas pelas tropas do Congo, refugiaram-se em Angola, passando a fronteira com autorização do governo português, junto a Vila Teixeira de Sousa. Essas forças mercenárias, permaneceram algum tempo com armas e viaturas em Luanda, mais propriamente no Grafanil.

O "cão de guerra", como era chamado pela imprensa francesa, sofria de mal de Alzheimer.[1] Era pai de oito filhos.

Criado como católico romano, Denard converteu-se ao judaísmo, depois ao islamismo, e voltou ao catolicismo. Este poligamicamente casado sete vezes, e foi pai de oito crianças.

Ver tambémEditar

Referências

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.