Bombardeiro de mergulho

Bombardeiro de mergulho (português brasileiro) ou Bombardeiro de voo picado (português europeu) é uma aeronave parecida com um grande caça, que carrega uma bomba na fuselagem, mergulhando para soltá-la. O alemão Junkers Ju-87 Stuka é um dos exemplares mais famosos de bombardeiro de mergulho, com apogeu na ofensiva da Polônia (1939) e da França (1940), mas desastrosa na Batalha da Inglaterra, onde suas fraquezas - baixa velocidade e armamento fraco - foram reveladas e o tipo sofreu muitas baixas. O "Stuka" teve uma segunda vida na invasão da União Soviética em junho de 1941, permanecendo em uso até ao final do conflito.

Bombardeiro de mergulho
Stuka (1936, Alemanha).
Descrição

Outros aviões bombardeiros de mergulho de destaque são: os alemães Henschel Hs 123 e Hs 129; o japonês Aichi D3A; os norte-americanos SBD Dauntless e Curtiss SBC Helldiver; estes últimos eram baseados em porta-aviões e foram muito usados na Segunda Guerra Mundial, principalmente no Oceano Pacífico, pois podiam ser completamente sediados em porta-aviões, sendo responsáveis pelo afundamento de inúmeros navios.

Atualmente, a função dos Aviões de Combate está cada vez mais unificada, e a grande maioria dos caças convencionais podem ser também utilizados para a função de bombardeio de mergulho.

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • (em inglês) Dive Bomber!: Aircraft, Technology, and Tactics in World War II. Peter C. Smith. Stackpole Books, 2008. ISBN 0811734544
  • (em inglês) Dive Bomber and Ground Attack Units of the Luftwaffe 1933-45. HenryL deZengIV, Henry L. de Zeng, IV, Douglas G. Stankey. Classic Publications, 2009. ISBN 1906537089
  Este artigo sobre uma aeronave é um esboço relacionado ao Projeto Aviação. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Bombardeiro de mergulho