Boneco de Olinda

Bonecos de Olinda em meio aos foliões durante o Carnaval no Centro Histórico.

Bonecos de Olinda são bonecos gigantes originados na cidade de Olinda e usados em eventos festivos como o Carnaval de Pernambuco. São feitos de tecido, isopor, papel, madeira, fibra de vidro e alumínio.[1]

HistóriaEditar

Os bonecos gigantes surgiram na Europa por volta da Idade Média, onde eram utilizados em procissões em forma de santos católicos. Eles chegam a Pernambuco através da pequena cidade de Belém do São Francisco, no sertão do estado, com a vinda de um padre belga que levou ao conhecimento de seus discípulos esta tradição europeia, sendo desta cidade a origem a criação do primeiro boneco gigante do Brasil em 1919, Zé Pereira, e em seguida, Vitalina. A tradição dos bonecos gigantes iniciada em Belém do São Francisco ganhou as ladeiras de Olinda em 1931, com a criação do boneco Homem da Meia Noite. Daí em diante se popularizou a tradição do Encontro dos Bonecos Gigantes, onde vários deles se encontram no sitio histórico de Olinda, durante o período de carnaval. No início de 2007, o empresário cultural Leandro Castro criou a nova geração de Bonecos Gigantes juntamente com sua equipe de artistas. O principal objetivo foi a construção e materialização de grandes ícones da história e da cultura brasileira, assim como de personalidades mundiais. Essa nova geração de bonecos tem impressionado bastante a todos pelo grande realismo das expressões faciais e figurinos.O peso atual dos bonecos que atingem até 4 metros de altura são de 20 quilos confeccionados em fibra apos terem sido moldados na argila. Os bonecos da nova geração fazem a alegria dos foliões em Olinda no principal desfile de carnaval e em Recife saindo no sitio histórico do Recife Antigo também no período de carnaval. Em Recife os bonecos permanecem em exposição o ano inteiro na Embaixada de Pernambuco - Bonecos Gigantes de Olinda localizada na Rua Bom Jesus, 183 no Recife Antigo.O acervo da Embaixada atualmente ultrapassa mais de 340 bonecos.

Ver tambémEditar

Referências

  Este artigo sobre carnaval, integrado ao Projeto Carnaval é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.