Abrir menu principal

Borebi

município brasileiro do estado de São Paulo
Borebi
  Município do Brasil  
Vista parcial
Vista parcial
Símbolos
Bandeira de Borebi
Bandeira
Brasão de armas de Borebi
Brasão de armas
Hino
Lema Por Deus e pelo povo
Gentílico borebiense
Localização
Localização de Borebi em São Paulo
Localização de Borebi em São Paulo
Borebi está localizado em: Brasil
Borebi
Localização de Borebi no Brasil
Mapa de Borebi
Coordenadas 22° 34' 08" S 48° 58' 15" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Municípios limítrofes Avaré, Agudos, Lençóis Paulista e Iaras
Distância até a capital Não disponível
História
Fundação 9 de janeiro de 1990 (29 anos)
Aniversário 9 de janeiro
Administração
Prefeito(a) Antonio Carlos Vaca (PSDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 348,116 km²
População total (Censo IBGE/2010[2]) 2 295 hab.
Densidade 6,59 hab./km²
Clima Subtropical (Cfb)
Altitude 590 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,746 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 29 335,259 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 12 688,26
www.borebi.sp.gov.br (Prefeitura)

Borebi é um município brasileiro do interior do estado de São Paulo, Região Sudeste do país. Localiza-se a uma latitude 22º34'10" sul e a uma longitude 48º58'16" oeste, estando a uma altitude de 590 metros. Sua população estimada em 2004 era de 2.205 habitantes.

Possui uma área de 348,116 km².

HistóriaEditar

8 de agosto de 1898, nasce o Patrimônio de Santa Maria do Borebi, constituído de italianos, portugueses, espanhóis e sírios. O nome borebi, na língua indígena é Pouso da Anta. Ainda distrito de Lençóis Paulista quando em 9 de janeiro de 1990 por lei estadual ( nº 6.645/90) o município foi criado. O primeiro prefeito Antônio Carlos Vaca foi eleito no ano de 1992. Ele foi reeleito em 2008 e ficou até 2012, quando tentou sua reeleição e perdeu para o atual prefeito Manoel Frias Filho.

Hoje, Borebi se destaca na produção de mudas florestais, principalmente de eucalipto urograndis. São quase 40 milhões de mudas produzidas por ano e distribuídas para indústrias que a usam na produção de celulose e papel, para geração de energia e para a fabricação de móveis.[carece de fontes?]

GeografiaEditar

DemografiaEditar

Dados do Censo - 2010

População Total: 2.293

  • Urbana: 2.000
  • Rural: 293
    • Homens: 1.143
    • Mulheres: 1.150

Densidade demográfica (hab./km²): 6,59

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 16,67 (dados 2000)

Expectativa de vida (anos): 70,79 (dados 2000)

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,31 (dados 2000)

Taxa de Alfabetização: 84,58% (dados 2000)

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,746 (dados 2000)

  • IDH-M Renda: 0,664
  • IDH-M Longevidade: 0,763
  • IDH-M Educação: 0,812

(Fonte: PNUD)

 
Igreja matriz.
 
Câmara do município.

HidrografiaEditar

  • Rio Lençóis
  • Rio Turvinho
  • Rio Claro
  • Rio Palmital
  • Ribeirão São Mateus
  • Córrego do Jacu
  • Córrego das Antas
  • Córrego Vinte-e-oito
  • Córrego Coronel Leite
  • Córrego São José
  • Córrego Tapera
  • Córrego do Caboclo
  • Córrego do Pulador

RodoviasEditar

ComunicaçõesEditar

A cidade era atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[5], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[6], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[7] para suas operações de telefonia fixa.

AdministraçãoEditar

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  6. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  7. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Borebi

Ligações externasEditar