Abrir menu principal

Borussia Verein für Leibesübungen 1900 Mönchengladbach e. V.

(Redirecionado de Borussia Mönchengladbach)

Borussia Verein für Leibesübungen 1900 Mönchengladbach e. V. é uma agremiação alemã, fundada a 1º de agosto de 1900, sediada em Mönchengladbach.

Borussia Mönchengladbach
Borussia Mönchengladbach.png
Nome Borussia Verein für Leibesübungen 1900 Mönchengladbach e. V.
Alcunhas Os Potros
Gladbach
Mascote Jünter (Potro)
Fundação 1 de agosto de 1900 (118 anos)
Estádio Borussia-Park
Capacidade 54 019 lugares
Localização Mönchengladbach, Alemanha
Presidente Rolf Königs
Treinador Dieter Hecking
Patrocinador Postbank
Material (d)esportivo Puma
Competição Bundesliga
Copa da Alemanha
Website borussia.de
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

A equipe joga na primeira divisão do campeonato alemão (Fußball-Bundesliga) e possui cerca de 50.000 sócios, sendo o sexto maior clube da Alemanha.[1] A mascote oficial do clube é o potro Jünter.

Índice

HistóriaEditar

História AntigaEditar

 
Borussia Mönchengladbach em 1900
 
Antigo e histórico escudo do clube

O precursor do clube foi uma associação de jovens conhecida como Fussball Club Germania München-Gladbach, do distrito de Eicken, organizada em 1899. O FC Borussia M. Gladbach foi formalmente criado em 1900 e passou a jogar no Rheinisch-Westfälischer Spielverband.

 
Torcida no Bokelbergstadion em 1921

O novo clube fez um progresso constante, galgando divisões do campeonato. Em 1912, chegou à final da Verbandsliga Westdeutsche, perdendo por 4 a 2 para o BC Kölner.

Em 1919, juntou-se ao Turnverein Germania 1889 para formar o Verein für Turn-und Rasensport 1889 München-Gladbach. No ano seguinte, o VfTuR chegou em segundo lugar na final contra o Kölner BC. No mês seguinte, jogou seu primeiro jogo em play-offs do campeonato nacional, mas perdeu por 7 a 0 para o SpVgg Fürth na rodada de abertura. Em 1921, os jogadores decidiram deixar o clube de ginástica do Germania para formar o VfL Borussia München-Gladbach.

Em 1933, o clube realizou uma união de curta duração com o SC München-Gladbach para atuar como SC Borussia München-Gladbach até agosto de 1934. O SC Borussia se qualificou para jogar a Gauliga Niederrhein, uma das dezesseis divisões de primeiro nível criada, em 1933, por conta da reorganização do futebol alemão sob a égide do Terceiro Reich. O clube atuou nesse módulo por duas temporadas, como VfL antes de cair para níveis mais baixos, até que chegou à Oberliga Ocidental em 1952.

Subida à BundesligaEditar

Foi na Copa da Alemanha, temporada 1959-1960, que o clube ganhou seus primeiros títulos de importância, quando derrotou o Karlsruher SC por 3 a 2 na final. No ano seguinte, assumiu o nome agora familiar de VfL Borussia Mönchengladbach. Uma década levaria para que o time conquistasse outras honrarias. Os resultados em dez anos que antecederam a formação da Bundesliga, em 1963, não eram boas o suficiente para fazê-lo ganhar um ingresso na elite do futebol alemão. Por isso, o time foi inserido na segunda divisão, a Regionalliga West.

O Mönchengladbach chegou à Bundesliga na temporada 1965-1966, ao lado da futura potência Bayern de Munique. Ambos travariam uma luta feroz pela supremacia do futebol alemão na década de 1970. O Bayern venceu o campeonato em 1969. Já o M'gladbach revidou imediatamente temporada seguinte ao vencer o título, tornando-se o primeiro clube da Bundesliga a defender sua conquista com sucesso na temporada imediatamente sucessiva.

Década de OuroEditar

Entre o final da década de 1960 e 1977 o Borussia conquistou todos os seus cinco títulos alemães: 1969–70, 1970–71, 1974–75, 1975–76, 1976–77.

O Bayern se tornou o primeiro clube a conquistar três títulos consecutivos, tendo o Borussia terminado a apenas um ponto na Temporada 1973-74. Contudo, nesse ano a equipe obteve consolo na vitória por 2 a 1 sobre o 1. FC Köln, válida pela final da Copa da Alemanha, a DFB Pokal. De acordo com o técnico Hennes Weisweiler, o jovem time mostrou uma filosofia ofensiva e espírito poderoso que passou a atrair fãs por toda a Alemanha.

A equipe permaneceu ofensiva e conquistou três títulos consecutivos de 1975 a 1977. O 'M'gladbach perdeu em 1976-1977 a final da Liga dos Campeões da UEFA para o Liverpool, mas fez quatro aparições na Copa da Uefa, sagrando-se campeão em 1975 e 1979.

Década de 80 em dianteEditar

A era dourada do Mönchengladbach terminaria na década de 1980, visto que o clube teve que vender muitos dos seus melhores jogadores para manter suas finanças em ordem. Sem treinadores talentosos, como Hennes Weisweiler e Udo Lattek, não foi possível permanecer no topo. Mesmo assim, eles conseguiu terminar algumas temporadas na metade superior da tabela.

Em 1984, disputou o título da Bundesliga, terminando um ponto à frente do Bayern, empatando em pontos com o Hamburgo e o campeão Stuttgart, mas atrás no saldo de gols. Nessa mesma temporada o Mönchengladbach perdeu a final da Copa da Alemanha para o Bayern nos pênaltis.

O desempenho da equipe caiu significativamente nos anos 1990. O clube passou a integrar a metade inferior da tabela da Bundesliga. O time perderia novamente a final da Copa da Alemanha, nos pênaltis, dessa vez para o Hannover 96 antes de vencer o torneio com um 3 a 0 na decisão sobre o Wolfsburg, na temporada 1994-1995. Finalmente, em 1999, a equipe sofreu o descida à 2. Bundesliga na qual penou por duas temporadas. O desempenho do time em seu regresso à Bundesliga foi sem inspiração. A equipe se restringiria à metade inferior da tábua de classificação.

Em 2004, foi contratado o holandês Dick Advocaat, que tinha guiado a seleção holandesa à semifinais do Campeonato Europeu de Futebol e fora um gerente de sucesso no Rangers. No entanto, ele foi incapaz de mudar a sorte da equipe e renunciou em abril do ano seguinte. O ex-jogador alemão Horst Koppel foi nomeado para os restantes cinco jogos da temporada. Para a temporada 2006-2007 o Mönchengladbach foi dirigido pelo lendário Jupp Heynckes.

 
Avião LTU Airbus A320-200 do Borussia Mönchengladbach

A associação tem tomado medidas importantes para melhorar a sua situação financeira, como a construção de um novo estádio chamado Borussia-Park, com capacidade autorizada para 59.771 espectadores, limitado a 54.067 para os jogos da Bundesliga, e 46.249 para partidas internacionais. Com a inauguração do novo estádio, em 2004, pôde vislumbrar o aumento da receita através da venda de ingressos e maior comodidade para o acolhimento de jogos internacionais lucrativos.

Na trigésima-primeira rodada da temporada 2006-2007, o Borussia Mönchengladbach foi rebaixado da Bundesliga após a virada do Arminia Bielefeld frente ao Werden Bremen por 3 a 2, enquanto o Borussia perdeu por 1 a 0, em casa, diante do VfB Stuttgart. A equipe voltaria à Bundesliga, na trigésima-segunda rodada da temporada 2007-2008, após vencer o Wehen Wiesbaden por 3 a 0.

Após voltar à elite do futebol alemão, os Potros fizeram campanhas irregulares nas temporadas 2008-2009 (15º lugar) e 2009-2010 (12º lugar). Em 2010-2011, o Gladbach terminou a Bundesliga na 16ª posição, tendo que enfrentar o Bochum, 3º colocado da 2.Bundesliga, nos Playoffs do Rebaixamento. Por fim, acabou permanecendo na Primeira Divisão após uma vitória por 1 a 0 no Borussia-Park e um empate em 1 a 1 no Ruhrstadion.

A jornada 2011-2012 ficou conhecida como o "renascimento" do Borussia Mönchengladbach. Com a mesma base que quase foi rebaixada na temporada passada, os Potros conseguiram chegar às semifinais da DFB-Pokal - foram eliminados pelo Bayern de Munique nas cobranças de pênalti, após empate sem gols no tempo normal - e encerraram a Bundesliga na 4ª colocação, garantindo a classificação à fase preliminar da UEFA Champions League.

Vários jogadores se destacaram naquele ano, em especial o goleiro Marc-André ter Stegen, o zagueiro Dante, os meio-campistas Marco Reus e Roman Neustädter, além dos atacantes Igor de Camargo, Arango e Mike Hanke.

Fora dos gramados, os torcedores e admiradores desenvolveram um laço de amizade com os de Liverpool FC. Ambos os times duelaram na final da Copa da Uefa e em uma decisão da Copa dos Campeões da Europa na década de 1970. É uma ligação que vem se desenvolvendo a cada ano. Tanto os adeptos do Liverpool FC viajam para Monchengladbach como vice-versa. Após o desastre de Hillsborough, a torcida do Borussia Monchengladbach doou uma grande soma de dinheiro para o fundo de atendimento às vítimas. Muitos "Borussen" vestem camisetas e cachecóis do Liverpool no "Nordkurve", o Kop BMG, nas partidas em casa.

EstádioEditar

O estádio do Borussia Mönchengladbach é o Borussia-Park. Inaugurado em 30 de Julho de 2004 para substituir o velho estádio Bökelbergstadion, tem capacidade para 54.019 torcedores nos jogos da Bundesliga e 45.500 para jogos internacionais.

Foto panorâmica do estádio.

TítulosEditar

Continentais
Competição Títulos Temporadas
Copa da UEFA 2 1974–75, 1978–79
Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Campeonato Alemão 5 1969–70, 1970–71, 1974–75, 1975–76, 1976–77
  Copa da Alemanha 3 1959–60, 1972–73, 1994–95
  Supercopa da Alemanha 1 1977
  2. Bundesliga 1 2007–08

Plantel 2018/19Editar

Atualizado em 4 de agosto de 2017.[2]


Goleiros
N.º Jogador
1   Yann Sommer
21   Tobias Sippel
35   Moritz Nicolas
Defensores
N.º Jogador Pos.
3   Reece Oxford Z
4   Jannik Vestergaard Z
28   Matthias Ginter Z
29   Mamadou Doucouré Z
30   Nico Elvedi Z
19   Fabian Johnson LD
24   Tony Jantschke LD
17   Oscar Wendt  ² LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
5   Tobias Strobl V
6   Christoph Kramer V
8   Denis Zakaria V
27   Mickaël Cuisance V
'   Florian Neuhaus V
7   Patrick Herrmann M
10   Thorgan Hazard M
16   Ibrahima Traoré M
22   László Bénes M
23   Jonas Hofmann M
'   Keanan Bennetts M
Atacantes
N.º Jogador
11   Raffael
13   Lars Stindl  
14   Alassane Pléa
18   Josip Drmić
20   Julio Villalba
Comissão técnica
Nome Pos.
  Dieter Hecking T
  Dirk Bremser AS
  Frank Geideck AS
  Uwe Kamps TG

Recordes individuaisEditar

Mais partidasEditar

# País Nome Período Jogos
1   Berti Vogts 1965–1979 527
2   Uwe Kamps 1982–2004 457
3   Herbert Wimmer 1966–1978 366
4   Christian Hochstätter 1982–1998 339
5   Hans-Günter Bruns 1978–1979 e 1980-1990 331
6   Jupp Heynckes 1963–1967 e 1970-1978 326
7   Wolfgang Kleff 1968–1979 e 1980-1982 290
8   Hans-Jörg Criens 1980–1993 283
9   Michael Klinkert 1989–2001 274
10   Martin Schneider 1990–1999 266

Maiores artilheirosEditar

# Nome Período Gols
1 Jupp Heynckes 1963–1967 e 1970-1978 269
2 Herbert Laumen 1962–1971 118
3 Allan Simonsen 1972-1979 114
4 Günter Netzer 1963-1973 108
5 Hans-Jörg Criens 1980-1993 97
6 Uwe Rahn 1980-1988 81
7 Raffael 2013- 72
8 Frank Mill 1981–1986 71
9 Hans-Günter Bruns 1978–1979 e 1980-1990 61
10 Martin Dahlin 1991–1997 60

MascoteEditar

A mascote do Borussia Mönchengladbach chama-se Jünter. O nome é uma homenagem ao lendário Günter Netzer, ídolo do clube nas décadas de 1960 e 1970. Trata-se de um potro que veste o uniforme do Fohlen, com o número 10 estampado na camisa.

UniformesEditar

Uniformes atuaisEditar

  • Uniforme principal: Camisa branca, calção e meias brancas.
  • Uniforme reserva: Camisa verde, calção e meias verdes.
  • Uniforme alternativo: Camisa preta, calção e meias pretas.
     
 
 
1º Uniforme
     
 
 
2º Uniforme
     
 
 
3º Uniforme

Uniformes anterioresEditar

  • 2015-16
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
     
 
 
Terceiro
     
 
 
Quarto
  • 2014-15
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
     
 
 
Terceiro
  • 2013-14
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
     
 
 
Terceiro
  • 2012-13
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
     
 
 
Terceiro
  • 2011-12
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
  • 2010-11
     
 
 
Primeiro
     
 
 
Segundo
     
 
 
Terceiro

Referências

  1. Maiores clubes da Alemanha(em alemão)alemão)alemão)alemão)alemão)alemão)alemão)alemão)alemão)alemão)alemão)alemão)
  2. «Squad» (em alemão). Borussia Mönchengladbach. Consultado em 18 de agosto de 2015 

Ligações externasEditar