Abrir menu principal

Botafogo de Futebol e Regatas (voleibol masculino)

Ver artigo principal: Botafogo de Futebol e Regatas
Botafogo de Futebol e Regatas (voleibol masculino)
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
{{{imagem-tamanho}}}
Alcunhas Estrela Solitária
O wGlorioso
Fogãobr < />Alvinegro Carioca<br /y
Mascote Manequinho
Informações
Presidente Nelson Mufarrej
Material esportivo Topper
Resultados
Uniformes
Kit left arm botafogo18h.png Kit body botafogo18h.png Kit right arm botafogo18h.png
Kit shorts white stripes.png
Cores do Time
Principal
Kit left arm.png Kit body botafogo18a.png Kit right arm.png
Kit shorts white stripes.png
Cores do Time
Alternativo
Kit left arm.png Kit body unknown.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Cores do Time
Líbero
[{{{página_web}}} Página Oficial]

A equipe de voleibol masculino do Botafogo de Futebol e Regatas foi um dos principais e mais tradicionais times de voleibol do Brasil.

O Fogão foi tetracampeão brasileiro nos anos de 1971, 1972, 1975 e 1976, por 23 oportunidades foi o Campeão Carioca, além do tricampeonato do Campeonato Sul-Americano de Clubes nos anos de 1971, 1972 e 1977[1][2].

O Alvinegro retornou a montar um time masculino de voleibol em 2013, após 29 anos sem competir nas principais competições da elite do voleibol nacional, sua última participação entre as grandes equipes foi em 1984, quando concluiu no quinto lugar na Taça Brasil, somente competindo em torneios a nível regional, como a Copa Rio e o Estadual, participando pela última vez do Campeonato Carioca de 2011, quando foi bronze. Com a retomada ao voleibol o fogão disputou a primeira edição da Supercopa[1] .

Os nomes do passado que fizeram a história do Alvinegro foram:Mário Borges, Paulo Borges, Sylvio Proença, Alberto Sá, Virgílio Sá, Ary Miranda da Cunha, Ruy Marcondes, Ayryfredo Bicudo, Nélson Sanctos, José Antônio, Gabriel Paes, Paulo Valente e Glader Caldas[carece de fontes?].

Na contemporaneidade já defenderam as cores do Fogão nomes como: Bebeto de Freitas, Carlos Arthur Nuzman, Ary da Graça Filho [3], Enio Figueiredo, Suíço , Quaresma, Mário Dunlop, Marcus Vinícius Freire, Tande, Paulão, José Ricardo, Badalhoca, Antônio e Pina, Marco Aurélio, Nelsinho, Careca e Mauro George[4].

HistóricoEditar

Resultados obtidos nas principais competiçõesEditar

CONTINENTAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Sul-Americano de Clubes 3 1971, 1972 e 1977
NACIONAIS
Competição Títulos Temporadas
  Superliga - Série A 4 1971, 1972, 1975 e 1976[1][2]
  Superliga - Série B 1 2019
ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Carioca 24 1938, 1939, 1940, 1941, 1942, 1944, 1945, 1946, 1950, 1962, 1965, 1966, 1967, 1968, 1969, 1970, 1971, 1972, 1973, 1974, 1975, 1978, 1979, 2007

ElencoEditar

AtletasEditar

Temporada 2017/2018Editar

Botafogo de Futebol e Regatas - Temporada 2017/2018

 

Damião
# 8
Danilão
# 12
Reffatti
# 19
Aranha
# 1
Alberto
# 14
Marcelinho
# 2
Mário Júnior
# 11
DIRETORIA
Presidente Nelson Mufarrej
Vice-presidente Alexandre Brito
Diretor Glaucio Cruz
Gerente Guilherme Nogueira Lopes
Supervisor Guilherme dos Santos Nogueira
COMISSÃO TÉCNICA
Técnico Mauro Curty da Motta Lima
Assistente técnico Rodrigo Alves dos Santos
Auxiliar técnico
Preparador físico Vinicius Martins Giorni
Fisioterapeuta Marcelo Marinho Freitas
Médico
Massagista
# Nome Apelido Nascimento Altura (cm) Peso (kg) Nacionalidade Posição
1 Thiago de Souza Aranha Duarte Aranha 25 de setembro de 1981 195 99   Brasil Ponta
2 Marcelo Elgarten Marcelinho 09 de novembro de 1974 185 89   Brasil Levantador
3 Eduardo Genehr Luchese Luchese 21 de fevereiro de 1997 195 90   Brasil Ponta
4 Tiago Felipe Windmoller Tiago 10 de julho de 1997 190 73   Brasil Levantador
5 Silvio Satiro dos Santos Satiro 24 de julho de 1983 197 87   Brasil Central
6 Gustavo Heidrich Guga 23 de novembro de 1998 182 75   Brasil Ponta
7 Mark Dalale Plotyczer Mark 19 de fevereiro de 1987 195 86   Brasil Ponta
8 Alex Henrique Veras Damião Damião 19 de junho de 1981 208 111   Brasil Oposto
9 Renan Fernando Martins Macedo Renan 18 de setembro de 1996 194 95   Brasil Oposto
10 Filipe Stolberg Teixeira da Carvalho Barboza Stolberg 15 de julho de 1992 173 78   Brasil Líbero
11 Mário da Silva Pedreira Júnior Mário Júnior 03 de maio de 1982 192 92   Brasil Líbero
12 Danilo Cruz de Carvalho Danilão 10 de janeiro de 1985 205 127   Brasil Central
13 Renan Michelucci Moralez Michelucci 03 de janeiro de 1994 200 101   Brasil Central
14 Alberto Pedra Mendes Alberto 06 de junho de 1981 200 109   Brasil Central
15 Jõao Gabriel Jorge Cunha Jõao 21 de fevereiro de 1997 203 86   Brasil Ponta
16 Jonas Paixão Fidelis Robinho 17 de outubro de 1996 182 79   Brasil Ponta
18 Vitor Santos Gelli Dias Gelli 09 de novembro de 1974 183 90   Brasil Levantador
19 Willian Reffatti da Costa Reffatti 01 de maio de 1987 194 91   Brasil Ponta
20 Gilmar Maciel Júnior Gilmar 13 de março de 1999 208 87   Brasil Central

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c Carol Fontes. «GloboEsporte.com- Após 29 anos, Botafogo volta com a missão de resgatar a tradição no vôlei». 24 de maio de 2013. Consultado em 21 de março de 2014 
  2. a b Site Oficial do Botafogo F.R. «Voleibol-Todas as conquistas». Consultado em 22 de março de 2014 
  3. Botafogo FR. «Giovane Gávio visita o Botafogo e conversa sobre projeto para o voleibol alvinegro». 14 de fevereiro de 2014. Consultado em 22 de março de 2014 
  4. Renato Maurício Prado. «No vôlei, a palavra de um craque». 12 de outubro de 2010. Consultado em 22 de março de 2014 

Ligações externasEditar