Abrir menu principal

Boxe nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016

Olympic Rings white.svg
Boxe nos
Jogos Olímpicos de Verão de 2016
Brasil Rio de Janeiro, Brasil
Boxing, Rio 2016.png
Dados
Participantes 286 atletas
Sede Riocentro
Dias de competição 16
Dias de finais 8
Eventos 13
Medalhistas
Medalha de ouro Ouro UzbequistãoUZB Uzbequistão (3 medalhas)
CubaCUB Cuba (3 medalhas)
ver a lista completa...
Medalha de prata Prata UzbequistãoUZB Uzbequistão (2 medalhas)
FrançaFRA França (2 medalhas)
CazaquistãoKAZ Cazaquistão (2 medalhas)
ver a lista completa...
Medalha de bronze Bronze ChinaCHN China (3 medalhas)
RússiaRUS Rússia (3 medalhas)
CubaCUB Cuba (3 medalhas)
ver a lista completa...
◄◄ Reino Unido 2012 Olympic Rings white.svg Japão 2020 ►►

As competições de boxe nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016 foram realizadas no Pavilhão 6 do Riocentro, no Rio de Janeiro, entre 6 de agosto e 21 de agosto.[1]

Índice

CalendárioEditar

Agosto 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21
Boxe 1 1 1 1 1 1 3 4
       Dia de competição        Dia de final

EventosEditar

 
Pavilhão 6 do Riocentro recebeu as competições de boxe.
Masculino
  • Peso mosca-ligeiro (–49 kg)
  • Peso mosca (–52 kg)
  • Peso galo (–56 kg)
  • Peso ligeiro (–60 kg)
  • Peso meio-médio-ligeiro (–64 kg)
  • Peso meio-médio (–69 kg)
  • Peso médio (–75 kg)
  • Peso meio-pesado (–81 kg)
  • Peso pesado (–91 kg)
  • Peso superpesado (+91 kg)
Feminino
  • Peso mosca (48–51 kg)
  • Peso ligeiro (57–60 kg)
  • Peso médio (75–81 kg)

QualificaçãoEditar

MedalhistasEditar

MasculinoEditar

Evento   Ouro   Prata   Bronze
Mosca-ligeiro
detalhes
Hasanboy Dusmatov
 UZB Uzbequistão
Yuberjén Martínez
 COL Colômbia
Joahnys Argilagos
 CUB Cuba
Nico Hernández
 USA Estados Unidos
Mosca (nota)
detalhes
Shakhobidin Zoirov
 UZB Uzbequistão
Yoel Finol
 VEN Venezuela
Hu Jianguan
 CHN China
Galo
detalhes
Robeisy Ramírez
 CUB Cuba
Shakur Stevenson
 USA Estados Unidos
Vladimir Nikitin
 RUS Rússia
Murodjon Akhmadaliev
 UZB Uzbequistão
Ligeiro
detalhes
Robson Conceição
 BRA Brasil
Sofiane Oumiha
 FRA França
Lázaro Álvarez
 CUB Cuba
Dorjnyambuugiin Otgondalai
 MGL Mongólia
Meio-médio-ligeiro
detalhes
Fazliddin Gaibnazarov
 UZB Uzbequistão
Lorenzo Sotomayor Collazo
 AZE Azerbaijão
Vitaly Dunaytsev
 RUS Rússia
Artem Harutyunyan
 GER Alemanha
Meio-médio
detalhes
Daniyar Yeleussinov
 KAZ Cazaquistão
Shakhram Giyasov
 UZB Uzbequistão
Mohammed Rabii
 MAR Marrocos
Souleymane Cissokho
 FRA França
Médio
detalhes
Arlen López
 CUB Cuba
Bektemir Melikuziev
 UZB Uzbequistão
Misael Rodríguez
 MEX México
Kamran Shakhsuvarly
 AZE Azerbaijão
Meio-pesado
detalhes
Julio César La Cruz
 CUB Cuba
Adilbek Niyazymbetov
 KAZ Cazaquistão
Mathieu Bauderlique
 FRA França
Joshua Buatsi
 GBR Grã-Bretanha
Pesado
detalhes
Evgeny Tishchenko
 RUS Rússia
Vasiliy Levit
 KAZ Cazaquistão
Rustam Tulaganov
 UZB Uzbequistão
Erislandy Savón
 CUB Cuba
Superpesado
detalhes
Tony Yoka
 FRA França
Joe Joyce
 GBR Grã-Bretanha
Filip Hrgović
 CRO Croácia
Ivan Dychko
 KAZ Cazaquistão

FemininoEditar

Evento   Ouro   Prata   Bronze
Mosca
detalhes
Nicola Adams
 GBR Grã-Bretanha
Sarah Ourahmoune
 FRA França
Ren Cancan
 CHN China
Ingrit Valencia
 COL Colômbia
Ligeiro
detalhes
Estelle Mossely
 FRA França
Yin Junhua
 CHN China
Mira Potkonen
 FIN Finlândia
Anastasia Belyakova
 RUS Rússia
Médio
detalhes
Claressa Shields
 USA Estados Unidos
Nouchka Fontijn
 NED Países Baixos
Dariga Shakimova
 KAZ Cazaquistão
Li Qian
 CHN China

DopingEditar

Em dezembro de 2016, o russo Mikhail Aloyan foi desclassificado pelo Tribunal Arbitral do Esporte e perdeu e medalha de prata no peso mosca masculino. Aloian foi flagrado no antidoping com a substância proibida tuaminoheptano.[2] A medalha foi realocada ao venezuelano Yoel Finol e a segunda medalha de bronze na categoria ficou vago.[3]

Quadro de medalhasEditar

 Ordem  País         Ordem
por total
1  UZB Uzbequistão 3 2 2 7 1
2  CUB Cuba 3   3 6 2
3  FRA França 2 2 2 6 2
4  KAZ Cazaquistão 1 2 2 5 4
5  USA Estados Unidos 1 1 1 3 7
 GBR Grã-Bretanha 1 1 1 3 7
7  RUS Rússia 1   3 4 5
8  BRA Brasil 1     1 11
9  CHN China   1 3 4 5
10  AZE Azerbaijão   1 1 2 9
 COL Colômbia   1 1 2 9
12  NED Países Baixos   1   1 11
 VEN Venezuela   1   1 11
14  GER Alemanha     1 1 11
 CRO Croácia     1 1 11
 FIN Finlândia     1 1 11
 MAR Marrocos     1 1 11
 MEX México     1 1 11
 MGL Mongólia     1 1 11
TOTAL 13 13 25 51

Referências

  1. «Boxe». Rio 2016. Consultado em 6 de agosto de 2016 
  2. «CAS desclassifica romeno e russo, que perdem medalhas do Rio por doping» (em inglês). GloboEsporte.com. 8 de dezembro de 2016. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  3. «Rio 2016 52kg men» (em inglês). Comitê Olímpico Internacional. Consultado em 14 de novembro de 2018 

Ligações externasEditar