Bradespar

Companhia de investimentos

Bradespar é uma empresa brasileira fundada em 30 de março de 2000 a partir de um desmembramento do Bradesco.[3]

Bradespar
Bradespar
Razão social Bradespar S.A.
Empresa de capital aberto
Cotação B3BRAP3, BRAP4
Latibex: XBRPO
Atividade Holding
Gênero Sociedade anônima
Fundação 30 de março de 2000 (24 anos)
Sede São Paulo, SP,  Brasil
Proprietário(s) Bradesco (77,9%)
Pessoas-chave Fernando Buso (CEO)
Empregados 350
Produtos Investimentos em empresas
Valor de mercado Baixa R$ 10.1 bilhões (Mar/2023)[1]
Ativos Aumento R$ 8.06 bilhões (2022)[2]
Lucro Baixa R$ 3.72 bilhões (2022)[2]
Website oficial www.bradespar.com.br/

Histórico

editar

Em agosto de 2000, tem início a negociação das ações da Bradespar em Bolsa de Valores, com a realização de uma oferta pública em setembro.[4][1]

Em 2001, a CSN deixou a Vale, após uma operação de descruzamento de ações entre as duas companhias. Previ e Bradespar venderam ao Grupo Vicunha suas participações na CSN, enquanto a CSN vendeu sua participação na Vale ao Previ e à Bradespar.[5]

Em agosto de 2017, ocorre a reestruturação societária da Vale, com a renovação do Acordo de Acionistas, o que resultou na extinção da Valepar, acionista controlador da Vale, em sociedade formada pela Litel Participações, Bradespar e Mitsui. Também foi encerrada a negociação de ações preferenciais, com sua conversão em ações ordinárias, processo necessário para a listagem da empresa no Novo Mercado.[4]

Em dezembro de 2021, a Bradespar realizou uma distribuição de 41% da sua fatia da Vale por meio de redução de capital social, em operação em que distribuiu 130,6 milhões de ações da mineradora a seus acionistas.[6]

A Bradespar administrava participações acionárias que o Bradesco mantinha em empresas não financeiras, dentre elas: Scopus (2002), Bradesplan (2006), Net Serviços/Globo Cabo (2004/2005), VCB (2007) e CPFL Energia (2017).[7]

Portfólio

editar

Atualmente, a única participação da Bradespar é na Companhia Vale do Rio Doce,[7][8] onde mantém 3,67% de participação do capital total.[1]

Ver também

editar

Referências

  1. a b c «Boletim de Relações com Investidores» (PDF). Bradespar. 16 de março de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023 
  2. a b «Informe aos Investidores 2022» (PDF). Bradespar. 27 de março de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023 
  3. «Quem Somos». Bradespar. Consultado em 2 de abril de 2023 
  4. a b «Vale extingue Valepar e conclui etapa importante para reestruturação da governança». G1. 15 de agosto de 2017. Consultado em 27 de maio de 2023 
  5. «G1 > Economia e Negócios - NOTÍCIAS - Saiba mais sobre a Vale do Rio Doce e a Inco». g1.globo.com. Consultado em 12 de junho de 2023 
  6. InfoMoney, Equipe (17 de dezembro de 2021). «Bradespar (BRAP4) confirma distribuição de ações da Vale (VALE3) no próximo dia 20». InfoMoney. Consultado em 27 de maio de 2023 
  7. a b «Tudo sobre a Bradespar (BRAP3, BRAP4), que nasceu da divisão do Bradesco». Valor Econômico. 31 de janeiro de 2023. Consultado em 2 de abril de 2023 
  8. Bradespar >> Valepar
  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.