Abrir menu principal

Wikipédia β

Companhia Cervejaria Brahma

(Redirecionado de Brahma (cervejaria))
Question book-4.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde julho de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Brahma (desambiguação).

Companhia Cervejaria Brahma foi uma cervejaria brasileira fundada em 1888, no Rio de Janeiro, pelo suíço Joseph Villiger, com o nome de Manufactura de Cerveja Brahma Villiger & Companhia.

Brahma
Razão social Companhia Cervejaria Brahma S/A
Tipo Empresa de capital aberto
Slogan O Sabor de Ser Brahmeiro.
Indústria Bebidas
Gênero Sociedade anônima
Fundação 6 de setembro de 1888
Fundador(es) Joseph Villiger
Paul Fritz
Ludwig Mack
Destino Fundiu-se com a Antarctica
Encerramento 1 de julho de 1999
Sede Rio de Janeiro,  Brasil
Área(s) servida(s) Mundo
Locais Brasil
+ 15 países.
Presidente Marcel Herrmann Telles
Produtos Cerveja
Refrigerante
Bebida esportiva
Accionistas Banco Garantia
Lucro Aumento R$ 469.0 milhões (1997)
Faturamento Aumento R$ 2.872 bilhões (1997)[1]
Sucessora(s) AmBev
Website oficial www.brahma.com.br

Índice

HistóriaEditar

A oficina estabelecida na Rua Marquês de Sapucahí, onde mais tarde ocorreria o desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro, fabricava, a princípio, cerca de 12 mil litros de cerveja por dia. Em setembro daquele ano, Villiger registrou a marca Brahma na Junta Comercial da Capital do Império. A origem do nome é controversa: poderia se dever à simpatia do suíço pela cultura indiana ou à admiração pelo compositor Johannes Brahms. Mas o mais provável é que seja uma homenagem ao inventor da válvula de chope, o inglês Joseph Bramah.[2].

Daí por diante a história da marca e da cerveja se confundem parcialmente, porém a cervejaria passou a investir em outros mercados, dentro da área de bebidas. Foram criados linhas de refrigerantes, tais como o Guaraná Brahma, o Limão Brahma, e a Sukita, entre outros.

Em 1999, fundiu-se à Companhia Antarctica Paulista, para a formação da Companhia de Bebidas das Américas (AmBev). Apesar da fusão, a AmBev continuou a vender a cerveja Brahma com as mesmas características anteriores, e mesmo nome. Porém, devido à fusão, decidiu-se que só os refrigerantes da Antarctica permaneceriam sendo vendidos, e vários refrigerantes da Brahma foram extintos.

Suas campanhas de publicidade foram premiadas em diversos festivais, como o de Cannes.

A cerveja na linha do tempoEditar

  • 1914 - Ocorre o lançamento da Malzbier Brahma, uma cerveja estilo stout, lançado oficialmente em 1918 sob o slogan "saborosa e nutriente, recomendada especialmente às senhoras que amamentam”.
  • 1943 - Ocorre o lançamento da Brahma Extra, uma cerveja lager, forte e encorpada. O slogan da época era "Extra no sabor, extra na qualidade, extra nos ingredientes, Cerveja Brahma Extra, em garrafas ou garrafas".
  • 1968 - No Rio Grande do Sul, ocorre a inauguração da "Estação Experimental de Cevada", com o objetivo de testar as novas variedades de cevada, e fazer também estudo de adaptações ao solo e clima da região.
  • 1989 - Ocorre o lançamento da "Brahma Extra" em latas de alumínio.
  • 1993 - Nesse ano, surgiu a "Brahma Extra" em long neck com tampa twist, o que descartava o uso de abridores.
  • 1995 - É lançado a "Brahma Bock", uma cerveja extremamente forte. O seu consumo é indicado apenas nos períodos de inverno.
  • 1996 - Ocorre o lançamento da cerveja Malzbier (em long neck).
  • 1998 - Lançamento da cerveja "Brahma Extra" (em long neck de 355 ml).
  • 1999 - Ocorre o lançamento da "Brahma Chopp" em embalagens comemorativas que remetiam às garrafas de champagne. O lançamento se deu devido à comemoração da chegada do novo milênio. Fusão com a Antarctica e criação da AmBev.

MarcasEditar

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • Edgar Helmut Köb: Die Brahma-Brauerei und die Modernisierung des Getränkehandels in Rio de Janeiro 1888 bis 1930, Stuttgart 2005, ISBN 3-515-08397-9.

Referências

Ligações externasEditar