Abrir menu principal

Wikipédia β

Touro em julgamento na EMAPA

Brahman, Bos Indicus (Zebu), é uma raça bovina resultado do cruzamento de quatro outras raças: Gir, Nelore, Guzerá e Krishna Valley. Tem sua origem os Estados Unidos. Recentemente introduzido no Brasil, importado em 1994. Um ano antes a diretoria da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu - ABCZ e da Associação Americana de Criadores de Brahaman - ABBA, alteraram a legislação o que facilitou o ingresso na raça no Brasil. Desde então pelos dados dos Registros Genealógicos de Nascimento notou-se um crescente aumento da criação da raça.

O Brahman é o ZEBU mais criado no mundo, existem mais de 60 associações formais de criadores, nos 5 continentes.

Criadores importantes da pecuária de corte no Brasil, procurando melhorar a raça introduziram uma genética oriunda de países como Estados Unidos, Argentina, Colômbia e Paraguai.

Touro da raça em Avaré

Características da raçaEditar

  • Tolerância a altas temperaturas e umidade. O pelo curto, grosso e sedoso, reflete os raios solares.
  • A cor clara não é atrativa aos insetos.
  • As fêmeas tem grande facilidade no parto pois o bezerro, além de ter pouco peso ao nascer, possui a cabeça pequena e os ombros estreitos.
  • As fêmeas têm capacidade reprodutiva regular e excelente habilidade materna.
  • Possuem alta resistência a doenças e parasitas.
  • Como é um Bos indicus (Zebu), não tem parentesco com Bos taurus, o que lhe dá vigor híbrido, isto é, maior velocidade de crescimento (com eficiente conversão alimentar), o que ocasiona produção de carne magra (sem gordura entremeada).
  • A docilidade e temperamento da raça facilitam muito o manejo.

A raça tem demonstrado excelente adaptação às condiçōes extensivas de criação no Brasil.

Ultimamente tem havido muitas exposições desse gado em várias cidades do país.[1][2]

 
Raça em julgamento na EMAPA

Referências

Ligações externasEditar