Abrir menu principal

Brasão de Chapecó

BRA Chapecó COA.svg

Brasão de Chapecó é o principal símbolo de Chapecó em Santa Catarina no Brasil.

O Brasão foi feito em 1980 por Henrique Lagos, prefeito e desenhista do PDT.

Erros de confecçãoEditar

O brasão de Chapecó possui erros crassos, considerando-se as convenções da heráldica municipal (também denominada "civil") brasileira:

  • A "coroa-mural", peça dourada representada logo acima do escudo possui um desenho altamente equivocado. Em primeiro lugar, cada torre deve possuir portas, e estas não devem ser em número maior que a quantidade de torres, como no desenho. Janelas são opcionais. A seguir, a cor deve ser prata, não ouro, pois o dourado é reservado apenas a capitais de estado. A coroa também deve ter cinco torres, e não quatro, como aparente no desenho atual. Tal convenção é herança da heráldica portuguesa, presente por exemplo, nos brasões de Itabuna (BA), Alta Floresta (MT) ou então Cachoeirinha (RS). Do jeito que está, com quatro torres e na cor dourada, indica-se que Chapecó é uma aldeia não emancipada, e capital de estado ao mesmo tempo.
  • A parte superior do escudo em formato circular também está errado. O correto é um escudo no formato denominado "redondo", ou português como é o das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e da maioria dos municípios brasileiros.
  • O cruzeiro do sul e as linhas onduladas em preto e azul, simbolizando cursos d´água devem ser incorporados ao escudo, em espaço reservado exclusivamente para os mesmos, como acontece, por exemplo, com o brasão de Maceió.

ReferênciasEditar

Ribeiro, Clovis, Brazões e Bandeiras do Brasil, São Paulo Editora, São Paulo, 1933.

Faria, Arcinóe Antônio Peixoto de. Enciclopédia Heráldica Municipalista, São Paulo, 1953,

Mattos, Armando de. Manual de Heráldica, 3ª edição. Porto, Livraria Fernando Machado, 1960.