Brasão do Amapá

O Brasão do Estado do Amapá é o emblema heráldico e um dos símbolos oficias do estado brasileiro do Amapá, juntamente com a bandeira e hino estadual.[1]

Brasão do Amapá
Brasão do Amapá
Detalhes
Adoção 23 de abril de 1984
Timbre Uma estrela de cinco pontas
Escudo Escudo prata laureado pelas cores blau e goles; ao centro o mapa do Amapá em ouro e dentro dele, um amapazeiro, com tronco em prata e coroa em verde. A parte superior do escudo tem a forma da fortaleza de S. José de Macapá.
Suportes Galhos da árvore do Amapazeiro.
Lema "AQUI COMEÇA O BRASIL", em letras pretas em um listel branco em chefe

HistóriaEditar

Em 26 de setembro de 1983, o Território Federal do Amapá publicou no Diário Oficial um edital do concurso para escolher os símbolos oficias do Amapá. Para o brasão, foi escolhido o desenho elaborado por Herivelto Brito Maciel, artista plástico renomado do Estado, sendo o mesmo instituído por meio do Decreto n° 8, de 23 de abril de 1984, durante o governo de Annibal Barcellos.[2]

Descrição heráldica e simbolismoEditar

As Armas Estaduais são compostas por um escudo laureado pelas cores azul e vermelho. O brasão também está no frontal da Faixa governamental do Amapá. A feitura das Armas Estaduais obedecem às seguintes disposições.

I - Ao topo a estrela branca e as arestas amarelas simbolizando o surgimento de mais um Estado da Nação. A cor branca simboliza a pureza, a serenidade e paz. O amarelo nossas riquezas.
II - Logo abaixo, a faixa com os dizeres "Aqui começa o Brasil".
III - Na parte superior do Brasão, lados esquerdo e direito, são apresentadas as formas da Fortaleza de S. José de Macapá.
IV - Seguindo as laterais, verificam-se as formas dos escudos nobres, até juntarem-se os lados, com retas e semicírculos de raios opostos, sendo que um dos raios internos dos que estão situados do lado direito tem como ponto de partida a Capital do Estado.
V - O Brasão é de ordem do corte horizontal, sendo que este representa a linha divisória do hemisfério, ou seja, a linha do Equador, com o seu marco 00 graus, 00 minutos e 00 segundos, localizado em Macapá.
VI - No interior tem-se o mapa geográfico do Estado do Amapá, mostrando a riqueza de solos, dada a sua expansão no espaço que ocupa da Federação. Sua cor amarela representa as riquezas minerais, no solo e no subsolo. Simboliza, ainda, a união, a fé e a constância nos atos.
VII - No centro do mapa tem o amapazeiro, árvore que deu origem ao nome Amapá, por ser pomposa no seu porte e rica em madeira de lei; seu leite, folhas e frutos serviam como medicamento e alimento aos primeiros habitantes dessa terra. Sua cor verde-musgo representa a esperança, a fé no futuro, o amor, a liberdade, a amizade, a abundância e a cortesia.
VIII - ao pé do amapazeiro apresenta o mesmo verde simbolizando, ainda, os nossos férteis campos agrícolas.
IX - Abaixo da linha do Equador, ou seja, ao corte nobre horizontal, enraiam-se vinte e cinco (25) arestas negras, fazendo lembrar a convergência para um ponto comum no mapa do Estado, cuja cor simboliza a honestidade vivida e pregada, a obediência à Lei e à autoridade, a desilusão, a tristeza, a aflição e a morte.

Referências

  1. AMAPÁ. Constituição do Estado do Amapá, art. 8º.
  2. ALVES. Derly Halfeld. Bandeiras: nacional, históricas e estaduais. Brasília. Edições do Senado Federal, 2011. ISBN 978-85-7018-358-3.

Ligações externasEditar

Brasões das unidades federativas do Brasil
 
AC
 
AL
 
AP
 
AM
 
BA
 
CE
 
DF
 
ES
 
GO
 
MA
 
MG
 
MS
 
MT
 
PA
 
PB
 
PE
 
PI
 
PR
 
RJ
 
RN
 
RO
 
RR
 
RS
 
SC
 
SE
 
SP
 
TO
  Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.