Abrir menu principal

Break the Rules

canção de Charli XCX
"Break the Rules"
Single de Charli XCX
do álbum Sucker
Lançamento 19 de agosto de 2014 (2014-08-19)
Formato(s)
Gravação 2014;
Rokstone Studios
(Londres, Inglaterra)
Westlake Audio
(Los Angeles, Califórnia)
Gênero(s) Electro punk, synthpop
Duração 3:23
Gravadora(s)
Composição
Produção
Cronologia de singles de Charli XCX
"Boom Clap"
(2014)
"Doing It"
(2015)

"Break the Rules" é uma canção da cantora e compositora inglesa Charli XCX, contida em seu terceiro álbum de estúdio, Sucker (2014). Foi composta pela própria juntamente com Daniel Omelio, Tor Erik Hermansen, Mikkel Eriksen Storleer, Magnus Høiberg, Steve Mac, e produzida por Steve Mac, Cashmere Cat e Stargate. A faixa foi disponibilizada no SoundCloud de XCX em 18 de agosto de 2014. Trata-se de uma faixa dos gêneros electro punk e synthpop, tematicamente, a inspiração partiu por uma série de coisas que a cantora estava ouvindo, enquanto estava na Suécia no final de 2013.

"Break the Rules" teve um desempenho comercial moderado, atingindo a primeira posição na Bélgica, na parada Ultratip da região da Valônia e se posicionando entre as dez primeiras posições na Alemanha, Austrália, Áustria, e na parada Ultratip da região Flanders da Bélgica. Nos Estados Unidos a canção conseguiu a posição de número 91, passando apenas três semana na parada, acompanhadas das posições 27º e 36º da Pop Songs e da Hot Dance Club Songs, respectivamente. Se posicionando entre as vinte e cinco primeiras posições na Escócia, França, Finlândia e Suíça. Em 2015, a faixa ganhou certificado de disco de platina pela Australian Recording Industry Association (ARIA) por mais de 70 mil cópias comercializadas.

A canção foi promovida com um videoclipe dirigido por Marc Klasfeld foi lançado em 25 de agosto de 2014, que apresenta cenas dela fugindo da escola para fazer compras com suas amigas, além de amostrá-la no final em um baile. A canção foi interpretada por Charli em uma série de apresentações, inclusive para a MTV Europe Music Awards, American Music Award, Dancing with the Stars, Saturday Night Live e The Today Show.

Cosmopolitan listou "Break the Rules", no número 5 na lista de melhores canções de 2014.[1]

Antecedentes e lançamentoEditar

Em 13 de março de 2014, Charli XCX em entrevista para a Complex revelou que estava começando a trabalhar em seu segundo álbum com Rivers Cuomo o vocalista da banda Weezer e o guitarrista Rostam Batmanglij da Vampire Weekend.[2] Em entrevista à DIY Magazine ela declarou que ela escreveu o álbum para as garotas e que queria que elas se sentissem "uma sensação de poder".[3] Charli explicou durante seu diário de turnê com a Replay Laserblast que o gênero do álbum ainda é pop, mas tem "muito gritos, poder feminino, garotas de gangue, Bow Wow Wow" para se sentir ao mesmo tempo.[4] Ela também disse em uma entrevista ao site Idolator que Sucker terá influências do punk, listando Weezer, The Hives e The Ramones como inspirações para o álbum.[5]

Sucker estava previsto para ser lançado em 21 de Outubro de 2014, mas em 22 de setembro de 2014, Charli anunciou que a data de lançamento do álbum seria adiado para 12 de Dezembro de 2014 devido ao sucesso inesperado de "Boom Clap", e que ela e sua equipe precisariam de mais tempo para "lançar o álbum corretamente".[6][7]

A estreia do single ocorreu em 18 de agosto de 2014, através da conta da cantora no SoundCloud.[8][9] Em seguida, iniciou-se as vendas da canção na iTunes Store através de download digital, e posteriormente no Google Play e Amazon.com.[10][11] A música foi enviada para as rádios contemporâneas no dia 7 de Outubro de 2014.[12]

Recepção críticaEditar

Robbie Daw do Idolator disse "Aqui o talento de Charli para um refrão cativante, cheio de atitude é evidente mais do que nunca, e a canção é dado um fascínio graças a uma espessura adicionada, uma batida pesada e um refrão sintetizado mãos no ar - completa com a cantora cantando junto com algum na na na na nas até o final da coisa toda".[13] Carolyn Menyes da Music Times disse que a faixa é uma maravilhosa pérola de rebeldia, um pop atrevido, que está longe de ser encontrado nas paradas.[14]

o segundo single de retrocesso "Break the Rules" trata as almofadas de sintetizadores como guitarras de rock, em última análise, andando afastado com um gancho que é ainda mais memorável do que "Boom Clap".

Jacob Kastrenakes da The Verge escreveu que Charli XCX pode fazer complicado e estranho, e que tudo acaba bem. Mas quando ela só faz uma música pop em linha reta, ao que parece muito, muito bem. XCX está lentamente tomando conta do mundo pop, desde a ajuda do lançamento de Ryn Weaver para o estrelato e contribuindo com uma parte do enorme sucesso de "Fancy". E se seu mais recente single é qualquer prova, ela ainda está apenas se aquecendo. "Break the Rules", estreou no BuzzFeed, esta manhã, e é basicamente um sinal de que seu próximo álbum vai ser tudo o que você está ouvindo quando ele sai daqui a dois meses.[15]

Lee Hawthorn da TheRootMusic descreveu a canção com "infecciosa" e "pop de ouro" dizendo ensaboada em amarrações de sintetizadores sublimes e baixo crescendo, "Break the Rules" é uma concorrente atrasada para música do verão. Este hino de adolescente rebelde está gritando por um lugar na trilha sonora da FIFA 15 e, sem dúvida, acabara em uma série de anúncios. É o tipo de faixa que não estará indo embora calmamente e susceptível antes de ser ouvida por semanas, se não meses para vir - e há uma boa chance de eu não poder mesmo me cansar dela.

Marian Wyman da The Heights disse que a faixa se destaca em Sucker como a canção mais popular, e por boas razões. "Break the Rules" está apto para a cena clube com um baixo pesado e um ritmo de dança consistente. Essa faixa ganhou o jogo de rádio significativa, é animada, e capta completamente a ideia de pop, o que o torna acessível para vastamente diferentes públicos. Com "Break the Rules", Charli XCX define o tom para tudo o que Sucker contém. Ele desafia a típica, música pop exagerada e se aventura nos gêneros dance, eletrônica e punk.[16] Tarynn Law da The 405 disse "a previsivelmente enorme e insanamente cativante 'Break the Rules'. Ela tem atitude muito além de seus anos e tem um dos maiores ganchos que eu ouvi há algum tempo".[17] Will Hermes da Rolling Stone, comentou que Aitchison entende que a diferença para uma grande música idiota e uma grande incrível música idiota é muitas vezes apenas um pouquinho mais de groove, ritmo, ginga. Um riff de guitarra inteligente e synth juntos resultam numa ótima química em “Gold Coins,” e “Break the Rules” fica incrível por rimar o título com "I don't want to go to school".[18] Ed Nights da The Gizzle Review deu uma crítica positiva dizendo "Break the Rules é tudo que você esperaria de um single de Charli XCX, que é o que o torna ótimo. estética pop punk; juvenil, hino, refrões gritados; gloriosa mistura de guitarras e sintetizadores; e um gancho "na na na". Ironicamente, para o título da canção, ela se tornou o mestre de seu próprio modelo em grande parte definida por seu sucesso com Icona Pop, I Love It. A rebelde Break the Rules é obrigada a empurra-la ainda mais para a ribalta - vamos esperar que ela possa segui-lo com um álbum igualmente bem sucedido (mas quebrando ainda mais regras)".[19]

Luis Gonzalez da Album Confessions elogiou a canção dizendo "É mais um passo criticamente aclamado na direção certa para a jovem artista. A canção apresenta uma atrevida, personalidade rebelde e a capacidade de criar um gancho médio".[20] Em uma crítica mista para a revista The Edge, Camilla Cassidy disse "As letras não são memoráveis e sem um ritmo agarrando para carregá-las, "Break The Rules" é um decepcionante seguimento dos sucessos anteriores de Charli XCX. Dito isto, é uma canção bastante divertida que vai apelar para o seu público-alvo e, é claro, o resto de nós que estarão vivendo indiretamente através dele.[21]

VideoclipeEditar

O videoclipe oficial foi liberado em 25 de agosto de 2014 no Youtube. O vídeo possui referências aos filmes Carrie, The Craft, e Jawbreaker e ao seriado animado The Simpsons.[22] O vídeo conta com a participação da atora Rose McGowan, que estrela o filme Jawbreaker.[7]

ComposiçãoEditar

Em uma entrevista para o site americano BuzzFeed, Charli falou sobre o que a inspirou a escrever a canção. Basicamente, a inspiração da artista para escrever o tema foi músicas que a cantora estava ouvindo e a sua transição de gênero. Na entrevista, ela disse: "Essa música é inspirada por muitas coisas que eu estava ouvindo enquanto estive na Suíça no final do ano passado. Eu passei mais ou menos um mês fazendo um álbum punk e regravando músicas punk de bandas suíças como Snuffed by the Yakuza e outras coisas. Essa música foi escrita quando eu sai pelo outro lado dessa fase punk e transformei tudo em algo mais pop. Obviamente, é sobre não dar a mínima".[23]

Faixas e formatosEditar

Download digital[24]
N.º Título Duração
1. "Break the Rules"   3:23

CréditosEditar

Os créditos seguintes foram adaptados do encarte do álbum Sucker:[28]

Gravação
Pessoal

Desempenho nas tabelas musicaisEditar

"Break the Rules" conseguiu um desempenho comercial moderado. Nos Estados Unidos estreou na posição de número cem na Billboard Hot 100.[29]

Precessões e sucessõesEditar

Precedido por
"Mon Petit Pays" por Fréro Delavega
  Bélgica - Ultratip (Valônia)
10 de Janeiro de 2015 - 24 de Janeiro de 2015
Sucedido por
"The Nights" por Avicii

Histórico de lançamentoEditar

País Data Formato Gravadora Ref.
  Nova Zelândia 9 de Agosto de 2014 Download digital Atlantic Records [56]
  Canadá 19 de Agosto de 2014 [57]
  Estados Unidos [58]
  Reino Unido 22 de Setembro de 2014 Contemporary hit radio [59]
  Austrália 10 de Outubro de 2014 Download digital [60]
  Irlanda [61]
  Reino Unido 12 de Outubro de 2014 [62]
  Finlândia 17 de Outubro de 2014 [63]
  Noruega [64]
  Suécia [65]
  França 27 de Outubro de 2014 [66]
  Irlanda 31 de Outubro de 2014 Digital download (remixes) [67]
  Reino Unido 2 de Novembro de 2014 [68]
  França 3 de Novembro de 2014 [69]
  Itália 7 de Novembro de 2014 Contemporary hit radio Warner [70]
11 de Novembro de 2014 Download digital Atlantic Records [71]
  Austrália 21 de Novembro de 2014 CD single Warner [26]
  Alemanha 16 de Janeiro de 2015 Download digital Atlantic Records [72]
CD single Warner [25]

Ligações externasEditar

Referências

  1. Eliza Thompson (1 de Dezembro de 2014). «The 50 Best Songs of 2014». Cosmopolitan. Consultado em 4 de Dezembro de 2014 
  2. Insanul Ahmed (13 de Março de 2014). «Charli XCX Talks New Album, Reveals Working With Weezer's Rivers Cuomo & Vampire Weekend's Rostam Batmanglij». Complex. Consultado em 15 de Março de 2014 
  3. http://diymag.com/2014/08/12/charli-xcx-in-the-studio-interview
  4. http://www.2kmusic.com/en/webvideo/charlixcx/yc4A3hnbnWs/charli-xcx-tour-diary-episode-1-stockholm-laserclub
  5. http://www.idolator.com/7499922/charli-xcx-new-album
  6. «Charli XCX shares new release date and artwork for Sucker». consequenceofsound.net 
  7. a b «This Week's Fresh Music Top 20». 1 de outubro de 2014. 4Music  Em falta ou vazio |series= (ajuda) Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "4music" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  8. Payne, Chris (18 de agosto de 2014). «Charli XCX Previews 'Sucker' Album with 'Break the Rules' Single: Listen». Billboard. Consultado em 19 de agosto de 2014 
  9. Haley Blum (18 de agosto de 2014). «Let's all start paying more attention to Charli XCX and her new song». USA Today (em inglês). Consultado em 18 de agosto de 2014 
  10. «Charli XCX: Break The Rules» (em inglês). Google Play. Google Inc 
  11. «Charli XCX - Break The Rules [Explicit] - Single» (em inglês). Amazon.com (Reino Unido). 
  12. «FMQB: Radio Industry News, Music Industry Updates, Nielsen Ratings, Music News and more!». Friday Morning Quarterback Album Report, Inc. and Mediaspan Online Services 
  13. Robbie Daw (18 de Agosto de 2014). «Charli XCX Announces Album 'Sucker' Will Be Out In October, Drops New Song "Break The Rules"». Idolator. Consultado em 19 de Agosto de 2014 
  14. Joey DeGroot (12 de Dezembro de 2014). «Junk Mail: Charli XCX 'Sucker' Album Review». Music Times. Consultado em 15 de Dezembro de 2014 
  15. Jacob Kastrenakes (18 de Agosto de 2014). «Charli XCX's new single is pretty sweet». The Verge. Vox Media. Consultado em 19 de Agosto de 2014 
  16. Marian Wyman (15 de Janeiro de 2015). «Charli XCX Boom, Claps Her Way Up The Charts». The Heights. Consultado em 18 de Janeiro de 2015 
  17. Tarynn Law (18 de Agosto de 2014). «Charli XCX streams 'Break the Rules' from forthcoming album Sucker». The 405. Consultado em 18 de Agosto de 2014 
  18. Will Hermes (17 de Dezembro de 2014). «Charli XCX's New Album: Sucker». Rolling Stone. Consultado em 20 de Dezembro de 2014 
  19. Ed Nights (19 de Agosto de 2014). «Charli XCX - Break The Rules». The Gizzle Review. Consultado em 20 de Agosto de 2014 
  20. Luis Gonzalez (21 de Agosto de 2014). «Charli XCX's "Break the Rules" - Single Review». Album Confessions. Consultado em 22 de Agosto de 2014 
  21. Camilla Cassidy (9 de Outubro de 2014). «Review: Charli XCX – 'Break The Rules'». The Edge. Consultado em 10 de Outubro de 2014 
  22. «Charli XCX – Break The Rules (Official Video Video Premiere) - POP CORKER». POP CORKER 
  23. Naomi Zeichner (18 de Agosto de 2014). «Premiere: Charli XCX Gloriously Gives No F#@ks On New Song "Break The Rules"». BuzzFeed (em inglês). Consultado em 19 de Agosto de 2014 
  24. «Break the Rules - Single by Charli XCX» (em inglês). iTunes (Apple Inc.). Consultado em 20 de Janeiro de 2015 
  25. a b «Charli XCX: Break the Rules (2track)» (em alemão). Amazon.de. Consultado em 4 de janeiro de 2015 
  26. a b «Charli XCX: Break The Rules: Schoolies Edition (Ep)» (em inglês). JB Hi-Fi. Consultado em 9 de janeiro de 2015 
  27. «Break The Rules (Remixes)». Amazon.com. 20 de dezembro de 2011. Consultado em 24 de Novembro de 2014 
  28. (2014) Créditos do álbum {{{título}}} por Charli XCX.
  29. «The Billboard Hot 100 - December 27, 2014». Billboard (em inglês). Consultado em 27 de Dezembro de 2013 
  30. «Charli XCX - Break the Rules» (em alemão). Charts.de. Media Control. Consultado em 03 de Fevereiro de 2015.
  31. «Australian-charts.com – Charli XCX – Break the Rules» (em inglês). ARIA Top 50 Singles. Hung Medien. Consultado em December 13, 2014.
  32. «Charli XCX – Break the Rules Austriancharts.at» (em alemão). Ö3 Austria Top 40. Hung Medien. Consultado em 28 de janeiro de 2015.
  33. «Ultratop.be – Charli XCX – Break the Rules» (em neerlandês). Ultratop 50. Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch. Consultado em 18 de fevereiro de 2015.
  34. «Ultratop.be – Charli XCX – Break the Rules» (em francês). Ultratop 40. Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch. Consultado em 18 de fevereiro de 2015.
  35. «Charli XCX Album & Song Chart History» (em inglês). Canadian Hot 100 para Charli XCX. Consultado em January 1, 2015.
  36. «Charli XCX Album & Song Chart History» (em inglês). Billboard Canada CHR/Top 40 para Charli XCX. Consultado em January 1, 2015.
  37. «"2014-10-25 Top 40 Scottish"» (em inglês). Scottish Singles Chart. Consultado em 7 de janeiro de 2015 
  38. «SNS IFPI» (em eslovaco). Hitparáda – Radio Top100 Oficiálna. IFPI República Checa. Nota: inserir 201443 na pesquisa. Consultado em December 27, 2014.
  39. «Charli XCX Album & Song Chart History» (em inglês). Billboard Hot 100 para Charli XCX.
  40. «Charli XCX Album & Song Chart History». Billboard (em inglês). Dance/Mix Show Airplay para Charli XCX. Consultado em 27 de dezembro de 2014 
  41. «Charli XCX Album & Song Chart History» (em inglês). Billboard Hot Dance/Club Play para Charli XCX. Consultado em 7 de setembro de 2014.
  42. «Charli XCX Album & Song Chart History» (em inglês). Billboard Pop Songs para Charli XCX. Consultado em 29 de novembro de 2014.
  43. «Charli XCX: Break the Rules» (em finlandês). Musiikkituottajat Consultado em 23 de novembro de 2014.
  44. «Lescharts.com – Charli XCX – Break the Rules» (em francês). Les classement single. Hung Medien. Consultado em 18 de fevereiro de 2015.
  45. «Chart Track» (em inglês). Irish Singles Chart. GfK.
  46. «Charli XCX Album & Song Chart History» (em inglês). Japan Hot 100 para Charli XCX. Consultado em 6 de março de 2015.
  47. «Norwegiancharts.com – Charli XCX – Break the Rules» (em inglês). VG-lista. Hung Medien. Consultado em 29 de novembro de 2014.
  48. «Charts.org.nz – Charli XCX – Break the Rules» (em inglês). Top 40 Singles. Hung Medien. Consultado em October 17, 2014.
  49. «Listy bestsellerów, wyróżnienia :: Związek Producentów Audio-Video» (em polonês). Polish Dance Top 50. ZPAV. Consultado em 10 de março de 2015.
  50. «Top 40 Official UK Singles Archive» (em inglês). UK Singles Chart.
  51. «ČNS IFPI» (em tcheco). Hitparáda – Radio Top 100 Oficiální. IFPI República Checa. Nota: inserir 201503 na pesquisa. Consultado em 28 de Dezembro de 2015.
  52. «Charli XCX – Break the Rules swisscharts.com» (em inglês). Swiss Singles Chart. Hung Medien. Consultado em 25 de janeiro de 2015.
  53. «Gold-/Platin-Datenbank (Charli XCX; 'Break the Rules')» (em alemão). Bundesverband Musikindustrie. Consultado em 22 de Novembro de 2015 
  54. «ARIA Charts – Accreditations – 2015 Singles» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 10 de Fevereiro de 2015 
  55. «American single certifications – Charli XCX – Break The Rules» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 29 de Dezembro de 2015 
  56. «Break The Rules (Explicit) (2014)». New Zealand: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  57. «Break The Rules (Explicit) (2014)». Canada: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  58. «Break The Rules (Explicit) (2014)». United States: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  59. «BBC – Radio 1 – Playlist». BBC Radio 1. Consultado em 31 de Janeiro de 2015. Cópia arquivada em 27 de Setembro de 2014 
  60. «Break The Rules (Explicit) (2014)». Australia: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  61. «Break The Rules (Explicit) (2014)». Ireland: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  62. «Break The Rules (Explicit) (2014)». United Kingdom: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  63. «Break The Rules (Explicit) (2014)». Finland: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  64. «Break The Rules (Explicit) (2014)». Norway: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  65. «Break The Rules (Explicit) (2014)». Sweden: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  66. «Break The Rules (Explicit) (2014)». France: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  67. «Break The Rules (Remixes) (2014) | Charli XCX». 7digital (IE). Consultado em 15 de novembro de 2015 
  68. «Break The Rules (Remixes) (2014) | Charli XCX». 7digital (UK). Consultado em 15 de novembro de 2015 
  69. «Break The Rules (Remixes) (2014) | Charli XCX» (em francês). 7digital (FR). Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  70. «CHARLI XCX — Break the Rules (Warner) — Radio Date 07/11/2014» (em italiano). Radio Airplay SRL. Consultado em 9 de Novembro de 2014. Cópia arquivada em 29 de Abril de 2016 
  71. «Break The Rules (Explicit) (2014)». Italy: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  72. «Break The Rules (Explicit) (2014)». Deutschland: 7digital. Consultado em 21 de dezembro de 2014 
  Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.