Abrir menu principal
Bruma Seca
 Brasil
1961 •  cor •  87 min 
Direção Mário Civelli
Mario Brasini
Roteiro Mário Civelli
Mario Brasini (diálogos)
Elenco Luigi Picchi
Maria Dilnah
Mario Brasini
Género aventura
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Bruma Seca é um filme de aventura brasileiro de 1961, escrito, codirigido (com Mario Brasini) e produzido por Mário Civelli. Música instrumental de Edino Krieger, com coral regido por Abelardo Magalhães, e Baden Powell como um dos instrumentistas (creditado como solista de violão) [1]. Locações em Apiaí-sp, Nova Campina-SP

ElencoEditar

SinopseEditar

O casal Marcos e Helena chega a uma pequena aldeia do Brasil Central a procura de João Querido, fazendeiro, piloto e espécie de herói local. Eles querem ir de avião a um garimpo de cristal na área conhecida como Valão mas João a princípio recusa, devido ao tempo estar sujeito a "bruma seca", névoa espessa de poeira que se forma na época da falta de chuvas e impede a visibilidade necessária ao voo de pequenos aviões. Marcos o convence assumindo a responsabilidade e pagando o triplo do preço pedido. Ao chegarem ao garimpo, Marcos avisa que o local agora é dele, adquirido por herança do falecido tio Coronel Honório, mas os garimpeiros não aceitam pois, segundo Freitas, haviam recebido direitos sobre aquelas terras cedidos pelo próprio coronel. Marcos é obrigado a sair às pressas do lugar, junto dos acompanhantes, mas antes os garimpeiros sabotaram o avião de João que, sem gasolina, é obrigado a aterrissar no meio da mata. Agora eles terão que iniciar uma jornada de pelo menos três dias, sobrevivendo às condições inóspitas da floresta e ao perigo dos bandoleiros chamados de "Mariscadores" que rondam o lugar.

Referências

Ligação ExternaEditar