Abrir menu principal
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde abril de 2016). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.

Bruno Bravo é um actor e encenador português.

Índice

CarreiraEditar

Trabalhou com Carlos Avilez, Ruy de Matos, Henrique Nicolau e Sandra Faleiro. Participou em Vidas Silenciosas de João Fiadeiro, Universos e Frigoríficos de Jacinto Lucas Pires (enc.: Manuel Wiborg), Areena (enc.: Carla Bolito e Rafaela Santos) e Merlim de Tankred Dorst (enc.: João Brites).

Encenou em 2000 Divisões de Brian Friel e com Élvio Camacho criou As Rosas Suicidam-Se a partir de Gómez de la Serna. É sócio fundador da Primeiros Sintomas, onde dirigiu espectáculos a partir de textos de Francisco Luís Parreira, Miguel Castro Caldas e Samuel Beckett.

No cinema participou na curta-metragem Estou Perto de Sandro Aguilar e em Quando Troveja de Manuel Mozos.

TelevisãoEditar

CinemaEditar

ReferênciasEditar