Bunmei-kaika

Bunmei Kaika (文明開化, lit. Civilização Iluminação'?) foi o movimento de ocidentalização do Japão durante a era Meiji. Serviu de slogan pelo ministério da educação do Japão em 1871. O termo significa "abertura para a civilização". Considerado pelos que apoiam o movimento, como Fukuzawa Yukichi, uma necessidade de romper com os ideais confucionistas e pensamentos feudais para se inspirarem na posição política, econômica e jurídica do Ocidente naquele momento, com o objetivo de criar um país moderno capaz de manter sua independência das nações coloniais. Fukuzawa Yukichi foi um grande apoiador do projeto.

Antiga Escola Kaichi, localizada na cidade de Matsumoto, prefeitura de Nagano. Fundada em 1873 foi a primeira escola básica do Japão. O prédio com características ocidentais foi criado durante o período Meiji para servir de escola moderna com padrões ocidentais.

AntecedentesEditar

Em 1853, uma frota americana de navios desembarcou na baía de Tóquio, e pressionaram o governo feudal do Japão, o bakufu, para abrir o país ao comércio externo e a visitantes. Os xoguns do Xogunato Tokugawa mantiveram o país fechado ao contato com estrangeiros, nos últimos 250 anos (com poucas exceções). Foi assinado um tratado com os Estados Unidos, e tratados com outros governos ocidentais vieram logo em seguida.

MudançasEditar

Apesar de Bunmei Kaika não se referir exatamente à cultura ocidental, o movimento se baseou, em prática, na sua adoção e assimilação à cultura japonesa. Em 1885 o estilo partidário ocidental de governo foi adotado.

Como exemplo de algumas tradições ocidentais adotadas, algumas têm caráter superficial: as autoridades municipais de Tóquio proibiram a nudez em público; O governo construiu estabelecimentos como o Rokumeikan para entrerter europeus e americanos; A moda ocidental foi adotada pela população.

Em 1889 o Japão elaborou uma constituição de estilo ocidental. O autor da constituição foi principalmente Ito Hirobumi. Ito seguiu a constituição alemã dando grande poder ao executivo, um parlamento fraco, e acesso mínimo para o povo no governo.

  Este artigo sobre o Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.