Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Burcardo II da Suábia
rei da Borgonha
Escudo do Brasão de armas da da Suábia.
Nascimento 883 ou 884
Morte 29 de abril de 926
Pai Burcardo I da Suábia
Mãe Lugarda da Saxônia

Burcardo II da Suábia (883 ou 884 - 29 de abril de 926) foi nobre medieval cuja família tem origem nos povos Alamanos, foi Duque de Suábia desde 909 e até á sua morte, marquês de Récia e Conde de Turgóvia e Baar, no que parecem ser as terras ancestrais de sua família, os hunfridingas ou burcardingas, príncipes com origem Alamanos, títulos que herdou de seus pais, Burcardo I da Suábia e Lugarda da Saxônia, então rainha-viúva do rei da Frância oriental Luís III da Germânia e filha do duque de Saxónia, Ludolfo da Saxónia.

BiografiaEditar

Burcardo participou nas primeiras guerras ocorridas na Suábia, em que a sua família promoveu na Francônia, fundou o Mosteiro de São Margarethen em Waldkirch para estender a influência de sua família na Renânia.

A quando da prisão de seu pai e sua execução ocorrida por alta traição em 911, Burcardo II e sua esposa, Reginlinda de Sulichgau, filha do conde Eberardo I de Sulichgau, foram para a Itália, não se sabendo ao certo de foi banido pelo Conde Erchanger da Suábia, duque da Suábia, ou se terá partido voluntariamente, exilando-se com os seus parentes nos Alpes.

Cerca de 913, Burcardo II retornou do exílio e assumiu o controle sobre os territórios que eram propriedade de seu pai. Em 915, juntou-se a Erchanger da Suábia e Arnulfo da Baviera, Duque da Baviera, na batalha contra os magiares[1][2][3][4].

Relações familiaresEditar

Foi filho de Burcardo I da Suábia (c. 855 - 23 de novembro de 911) e de Lugarda da Saxônia então rainha-viúva do rei da Frância oriental Luís III da Germânia (835 - 20 de janeiro de 882), e filha do duque de Saxónia, Ludolfo da Saxónia e de Oda de Bilungo. Casou com Reginlinda de Sulichgau (c. 890 - 958) filha de Eberardo I de Sulichgau (856 - 889) e de Gisela de Verona (? - 911), de quem teve:

  1. Gisela da Suábia (c. 905 - 26 de outubro de 923 ou 925), abadessa de Waldkirch,
  2. Hicha da Suábia (c. 905 - 950), casada com Werner V de Nahegau (899 - 935),
  3. Burcardo III da Suábia (c. 915 - 11 de novembro de 973), mais tarde duque da Suábia,
  4. Berta da Suábia (c. 907 - 2 de janeiro de 961), casada Rodolfo II da Borgonha, (? — 11 de julho de 937) foi rei da Alta Borgonha de 912 até sua morte, e rei da Itália entre 922 e 925 e rei da Baixa Borgonha de 930 até sua morte[5],
  5. Adalrico da Suábia (? - m. 973), monge na Abadia de Einsiedeln.

Referências

  1. Alfons Zettler, Geschichte des Herzogtums Schwaben, Stuttgart, 2003, Seiten 103ff; ISBN 3-17-015945-3.
  2. Gerhard Hartmann & Karl Schnith: Die Kaiser - 1200 Jahre europäische Geschichte. Genehmigte Lizenzausgabe für Verlagsgruppe Weltbild GmbH, Augsburg, 2003 ISBN 3-8289-0549-8
  3. Julius Hartmann: Burchard I. (Herzog von Schwaben). In: Allgemeine Deutsche Biographie (ADB). Band 3, Duncker & Humblot, Lípsia 1876, S. 562.
  4. Hans Jürgen Rieckenberg: Burchard I., Herzog von Schwaben. In: Neue Deutsche Biographie (NDB). Band 3. Duncker & Humblot, Berlin 1957, ISBN 3-428-00184-2, S. 28
  5. Genealogics.org (em inglês)