Bushcraft

Bushcraft (cuja tradução mais livre para o português seria "artes do mato"), é um conceito que abrange todas as competências que possibilitam a sobrevivência integrada na natureza, sustentada na utilização dos seus recursos. Engloba todo um conjunto de técnicas e capacidades que foram úteis à sobrevivência da espécie humana durante a sua história evolutiva. A bushcraft distingue-se da sobrevivência pois é uma atividade voluntária.

A bushcraft recria esse modo intrinsecamente humano de interacção com a natureza, com competências como, acender um fogo sem fósforos ou isqueiros, construir um abrigo, ou fazer utensílios de madeira ou metal como talheres e machados ou cordas e cestas com fibras naturais. Inclui ainda os conhecimentos de fauna e flora que permitam encontrar alimento ou de interpretação dos recursos do meio ambiente, como encontrar e purificar água ou orientar-se pelo sol ou estrelas.

Origens do termoEditar

Antes da popularidade de Ray Mears e dos seus programas, o termo já tinha sido usado pelo escritor australiano, de origem irlandesa Richard Graves e professor de bushcraft canadiano Mors Kochanski. A palavra tem sido usada na Austrália pelo menos desde 1800.

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar