Abrir menu principal
César Gaviria
28.º Presidente da Colômbia
Período 7 de agosto de 1990
a 7 de agosto de 1994
Antecessor Virgilio Barco Vargas
Sucessor Ernesto Samper
7.º Secretário-Geral da Organização dos Estados Americanos
Período 15 de setembro de 1994
a 15 de setembro de 2004
Antecessor João Clemente Baena Soares
Sucessor Miguel Ángel Rodríguez Echeverría
Ministro da Justiça e Interior da Colômbia
Período Maio de 1987
a Fevereiro de 1989
Presidente Virgilio Barco Vargas
Antecessor Fernando Cepeda Ulloa
Sucessor Raúl Orejuela Bueno
57º Ministro da Fazenda e Crédito Público da Colômbia
Período 7 de agosto de 1986
a 17 de junho de 1987
Presidente Virgilio Barco Vargas
Antecessor Hugo Palacios Mejía
Sucessor Luis Fernando Alarcón Mantilla
Membro da Câmara dos Representantes da Colômbia
Período 20 de julho de 1974
a 20 de julho de 1986
Representando Departamento de Risaralda
Presidente da Câmara de Representantes da Colômbia
Período 20 de julho de 1984
a 20 de julho de 1985
Antecessor Hernando Gómez Otálora
Sucessor Daniel Mazuera Gómez
Dados pessoais
Nome completo César Augusto Gaviria Trujillo
Nascimento 31 de março de 1947 (72 anos)
Pereira, Risaralda
Nacionalidade colombiano
Alma mater Universidade de Los Andes
Cônjuge Ana Milena Muñoz Gómez (1978-presente)
Filhos Simón Gaviria Muñoz
María Paz Gaviria Muñoz
Partido Liberal
Religião Católico romano
Profissão Economista e Político

César Augusto Gaviria Trujillo (Pereira, 31 de março de 1947) é um político colombiano. Foi presidente de seu país de 1990 a 1994 e secretário-geral da Organização dos Estados Americanos de 1994 a 2004.

É conhecido por ser o presidente que conseguiu acabar com Pablo Escobar e sua organização criminosa, em 1993.

Apesar do crescimento económico estável, do investimento estrangeiro e da capacidade do Estado colombiano para pagar regularmente os juros da sua dívida, 45% dos colombianos vivem abaixo do limiar de pobreza (em especial nas zonas rurais). Criados por traficantes de droga e apoiados pelo exército (o Presidente Gaviria diz que os vê como uma "solução possível"), os grupos paramilitares, por vezes designados por "autodefesa" por alguns meios de comunicação social, são responsáveis pela luta contra a guerrilha. Nas cidades, estes grupos realizam missões de limpeza social contra o "improdutivo" e o "desperdício". Sem-abrigo, marginalizados, crianças de rua e homossexuais são assassinados por esses grupos. A corrupção está em ascensão: muitos juízes, vários senadores, padres, e mesmo o chefe da polícia nacional foram convencidos das ligações com os traficantes.[1]

Referências

  1. Prolongeau, Hubert. «Violences colombiennes dans les rues et dans les têtes» (em francês). Consultado em 9 de dezembro de 2018 
  Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: César Gaviria
Precedido por
Hernando Gómez Otálora
Presidente da Câmara dos Representantes da Colômbia
19841985
Sucedido por
Daniel Mazuera Gómez
Precedido por
Hugo Palacios Mejía
Ministro da Fazenda e Crédito Público da Colômbia
19861987
Sucedido por
Luis Fernando Alarcón Mantilla
Precedido por
Fernando Cepeda Ulloa
Ministro da Justiça e Interior da Colômbia
19871989
Sucedido por
Raúl Orejuela Bueno
Precedido por
Virgilio Barco Vargas
Presidente da República da Colômbia
19901994
Sucedido por
Ernesto Samper
Precedido por
João Clemente Baena Soares
Secretário-geral da
Organização dos Estados Americanos

19942004
Sucedido por
Miguel Ángel Rodríguez