Companhia Brasileira de Trens Urbanos

Operadora de transporte ferroviário metropolitano no Brasil
(Redirecionado de CBTU)

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) é uma empresa pública brasileira, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional. Foi criada em 22 de fevereiro de 1984, a partir da mudança de razão social e objetivos da Empresa de Engenharia Ferroviária S.A. (ENGEFER), substituindo a então Diretoria de Transportes Metropolitanos da Rede Ferroviária Federal (RFFSA).

CBTU
Logo da empresa
Razão social Companhia Brasileira de Trens Urbanos - CBTU
Empresa estatal
Atividade Transporte ferroviário
Gênero Empresa Pública Federal
Fundação 22 de fevereiro de 1984 (36 anos)
Sede BrasilRio de Janeiro, RJ, Brasil
Área(s) servida(s) Região Sudeste e Região Nordeste
Locais Brasil
Proprietário(s) Governo Federal
Produtos Transporte de passageiros
Antecessora(s) ENGEFER
Website oficial Site da CBTU

Atualmente opera os serviços de transporte de passageiros sobre trilhos nas regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Recife, Maceió, João Pessoa e Natal.[1]

HistóriaEditar

Criada em 1984, como uma sociedade de economia mista, subsidiária da Rede Ferroviária Federal (RFFSA), com a missão de modernizar, expandir e implantar sistemas de transporte de passageiros sobre trilhos, operando aqueles sob administração do Governo Federal, visando ampliar a mobilidade urbana e contribuir para o desenvolvimento dos setores produtivos da sociedade e para a melhoria da qualidade de vida nos centros urbanos.

Seguindo uma tendência de descentralização dos serviços de transporte ferroviário urbano de passageiros da União para os estados e municípios, o controle acionário da CBTU foi transferido da RFFSA para a União, em 1994. Desde então, a CBTU passou a ser vinculada diretamente ao Ministério dos Transportes e as unidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Fortaleza foram sendo paulatinamente transferidas para os seus respectivos governos locais.

Em 1 de janeiro de 2003, a CBTU passou a ser vinculada diretamente ao Ministério das Cidades, com sua missão, a partir de então, focada na modernização e expansão dos sistemas que operava visando à transferência da administração e gestão daqueles para os poderes locais de governo.

Em 21 de junho de 2018, após Assembleia Geral Extraordinária, a CBTU torna-se empresa pública, sob a forma de sociedade anônima, de capital fechado, controlada pela União, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional[2].

Superintendências e sistemas de transporteEditar

Referências

Ligações externasEditar