Abrir menu principal

Companhia Brasileira de Trens Urbanos

Operadora de transporte ferroviário metropolitano no Brasil
(Redirecionado de CBTU)
CBTU
Logo da empresa
Razão social Companhia Brasileira de Trens Urbanos - CBTU
Empresa estatal
Atividade Transporte ferroviário
Gênero Sociedade anônima
Fundação 22 de fevereiro de 1984 (35 anos)
Sede BrasilRio de Janeiro, RJ, Brasil
Área(s) servida(s) Região Sudeste e Região Nordeste
Locais Brasil
Proprietário(s) Governo Federal
Produtos Transporte de passageiros
Antecessora(s) ENGEFER
Website oficial Site da CBTU

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) é uma empresa pública brasileira, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional. Foi criada em 22 de fevereiro de 1984, a partir da mudança de razão social e objetivos da Empresa de Engenharia Ferroviária S.A. (ENGEFER), substituindo a então Diretoria de Transportes Metropolitanos da Rede Ferroviária Federal (RFFSA).

Atualmente opera os serviços de transporte de passageiros sobre trilhos nas regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Recife, Maceió, João Pessoa e Natal.[1]

HistóriaEditar

Criada em 1984, como uma sociedade de economia mista, subsidiária da Rede Ferroviária Federal (RFFSA), com a missão de modernizar, expandir e implantar sistemas de transporte de passageiros sobre trilhos, operando aqueles sob administração do Governo Federal, visando ampliar a mobilidade urbana e contribuir para o desenvolvimento dos setores produtivos da sociedade e para a melhoria da qualidade de vida nos centros urbanos.

Seguindo uma tendência de descentralização dos serviços de transporte ferroviário urbano de passageiros da União para os estados e municípios, o controle acionário da CBTU foi transferido da RFFSA para a União, em 1994. Desde então, a CBTU passou a ser vinculada diretamente ao Ministério dos Transportes e as unidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Fortaleza foram sendo paulatinamente transferidas para os seus respectivos governos locais.

Em 1 de janeiro de 2003, a CBTU passou a ser vinculada diretamente ao Ministério das Cidades, com sua missão, a partir de então, focada na modernização e expansão dos sistemas que operava visando à transferência da administração e gestão daqueles para os poderes locais de governo.

Em 21 de junho de 2018, após Assembleia Geral Extraordinária, a CBTU torna-se empresa pública, sob a forma de sociedade anônima, de capital fechado, controlada pela União, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional[2].

Superintendências e sistemas de transporteEditar

Referências

Ligações externasEditar