Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

CIT Arte LivreEditar

A Companhia tem sede na Galiza, Espanha. É dirigida por Roberto Cordovani e Bruno Portela.

Espetáculos da Companhia Internacional de Teatro Arte LivreEditar

  • 1971 - ''Pluft, o Fantasminha'', de Maria Clara Machado - direção de Humberto Furlan
  • 1972 - A Árvore que Andava, de Oscar Von Pfuhl - direção de Roberto Cordovani
  • 1973 - O Cordão Umbilical, de Mário Prata - direção de Roberto Alves de Almeida
  • 1974 - Apaga a luz e faz de conta que estamos bêbados, de Ronald Radde - direção de Ronald Radde
  • 1975 - Os Pais Abstratos, de Pedro Bloch - direção de Roberto Cordovani
  • 1976 - ''O Milagre de Anne Sullivan'', de William Gibson - direção de Roberto Cordovani
  • 1979 - Quem Virá para este Outono?, de Maria Rosa Nicoletta - direção de Roberto Cordovani
  • 1981 - Entre Mãos, de Rosa Marinho - direção de Ademar Pettine
  • 1981 - A Resistência, de Maria Adelaide Amaral - direção de Roberto Cordovani
  • 1981 - Os Grilos da Formiguinha, de Roberto Cordovani - direção de Roberto Cordovani
  • 1982 - Rosa Lúbrica, Walter George Durst - direção de Roberto Cordovani
  • 1982 - ''Amar, Verbo Intransitivo'', de Mário de Andrade - direção de Roberto Cordovani
  • 1984 - A Menina e o Vento, de Maria Clara Machado - direção de Roberto Cordovani
  • 1984 - ''Narciso e Goldmund'', de Herman Hesse - direção de Roberto Cordovani
  • 1985 - Clube do Gelo, de Janice Theodoro da Silva - direção de Roberto Cordovani
  • 1985 - Tribobó City, de Maria Clara Machado - direção de Roberto Cordovani
  • 1987 - Olhares de Perfil (O Mito de Greta Garbo), de Alejandra Guibert e Roberto Cordovani - direção de Roberto Cordovani
  • 1991 - ''O Retrato de Dorian Gray'', de Oscar Wilde - direção de Roberto Cordovani
  • 1993 - Todos os Homens, de Adolfo Domínguez e Roberto Cordovani - direção de Roberto Cordovani
  • 1995 - ''Eva Perón'', O Espetáculo, de Iolanda Aldrei, Angelo Bréa e Roberto Cordovani - direção de Roberto Cordovani
  • 1998 - ''Isadora Duncan'' (A Revolução na Dança), de Roberto Cordovani - direção Roberto Cordovani
  • 1998 - ''Orlando'', de Virginia Woolf - direção de Eunice Muñoz
  • 1998 - O Efeito dos Raios Gama nas Margaridas do Campo, de Paul Zindel - direção de Roberto Cordovani
  • 2000 - ''Lola'', de Fassbinder - direção de Roberto Cordovani
  • 2002 - Belle Otero (O Corpo de fala), de Marga do Val - direção de Roberto Cordovani
  • 2002 - Aurora Rodríguez e a súa Filla Hildegart, de Marga do Val - direção de Roberto Cordovani
  • 2003 - A Volta do Parafuso (The Turn of the Screw), de Henry James - direção de Roberto Cordovani e Eisenhower Moreno
  • 2006 - Evita, Eva Perón, de Roberto Cordovani e Eisenhower Moreno - direção de Roberto Cordovani e Eisenhower Moreno
  • 2007 - Lolas, o espetáculo proibido pelo Nazismo, Roberto Cordovani, Marga do Val e Eisenhower Moreno - direção de Roberto Cordovani e Eisenhower Moreno
  • 2008 - ''As Bruxas de Salém'', de Arthur Miller - direção de Roberto Cordovani
  • 2008 - Aladim Perdido na Galícia, de Roberto Cordovani - direção de Roberto Cordovani
  • 2009 - Dr. Jekyll and Mr. Hyde, Robert Louis Stevenson - direção de Roberto Cordovani e Eisenhower Moreno
  • 2010 - O Quarto de Giovanni (Giovanni's Room), de James Baldwin - direção de Roberto Cordovani
  • 2011 - ''O Retrato de Dorian Gray'', de Oscar Wilde - direção de Bruno Portela e Roberto Cordovani
  • 2012 - Garbo Divina, de Roberto Cordovani - direção de Bruno Portela e Roberto Cordovani

Prêmios InternacionaisEditar

Ano Prêmio Espetáculo
Portugal 1985 FITEI Amar, Verbo Intransitivo (melhor espetáculo)
Espanha 1986 Festival Internacional de Teatro Galego Português Amar, Verbo Intransitivo (melhor espetáculo)
Portugal 1987 FITEI Olhares de Perfil (melhor espetáculo)
Escócia 1988 Festival Internacional de Teatro Edimburgo Olhares de Perfil (melhor espetáculo)
França 1988 Carrefour de L´Europe Olhares de Perfil (melhor ator protagonista Roberto Cordovani)
Inglaterra 1988 Charrington London Fringe Awards Olhares de Perfil (melhor ator protagonista Roberto Cordovani)
Brasil 1990 Festival Internacional de Teatro de Campinas Olhares de Perfil (melhor espetáculo)
Espanha 1992 Prêmio Compostela de Teatro O Retrato de Dorian Gray (melhor cenário Roberto Burle Marx)
Espanha 1994 Prêmio da Mostra Internacional do Festival de Outono de Madri Olhares de Perfil (melhor ator protagonista Roberto Cordovani)
Espanha 1995 Prêmio Compostela de Teatro Eva Perón (melhor ator protagonista Roberto Cordovani; melhor cenário, Manoel Rodriguez e Eduardo de Freitas; melhor espetáculo do ano)