Abrir menu principal
Pictograma.

Cabo de guerra (pt-BR) ou jogos da corda ou tração à corda (pt) é uma atividade esportiva na qual duas equipes competem entre si em um teste de força e musculação, puxando a corda.

HistóriaEditar

Não há tempo nem local específicos para identificar a origem do cabo de guerra. O concurso de puxar corda provém de antigas cerimônias e cultos, que são encontrados em todo o mundo, como por exemplo, no Egito, Myanmar, Índia, Bornéu, Japão, Coreia, Havaí e América do Sul.

O esporte fez parte dos Jogos Olímpicos de 1900 a 1920.[1]

O esporte é regulado pela Federação Internacional de Cabo de Guerra (em inglês: Tug of War International Federation — TWIF), fundada em 1960, que organiza campeonatos mundiais a cada dois anos.

O cabo de guerra faz parte dos Jogos Mundiais, que é patrocinado pelo Comité Olímpico Internacional (COI).

RegrasEditar

 
Cabo de guerra.

Cada equipe compõe-se de oito participantes, cujo peso total definirá a classe em que competirão. Os atletas competem separados por sexo ou misto (quatro homens e quatro mulheres). As competições podem ser realizadas em campo ou ginásios .

Os competidores são alinhados ao longo do cabo. Ao centro, entre os dois grupos, há uma linha central. O cabo é marcado em seu ponto central e em dois outros pontos distantes quatro metros de seu centro.

Os dois times iniciam a competição com a marca central do cabo, um de cada lado da linha central. Iniciada a disputa, cada equipe tem por objetivo puxar o grupo rival de modo a fazê-lo cruzar a linha central com sua marca de quatro metros do cabo. Outra maneira de vencer a disputa é forçando o adversário a cometer uma falta, como acontece quando um adversário escorrega e cai no chão.

Referências

  1. «Cabo de guerra já foi modalidade olímpica». globo.com. 17 de setembro de 2015. Consultado em 11 de junho de 2016 

Tug of War International Federation. «TWIF rules manual 2009/2010» (PDF). Consultado em 6 de julho de 2009 

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Cabo de guerra

Ligações externasEditar