Cacimbas

Município brasileiro do estado da Paraíba

Cacimbas é um município brasileiro do estado da Paraíba. Faz parte da Região Metropolitana de Patos e localiza-se a uma latitude 07º12'40" sul e a uma longitude 37º03'27 oeste, estando a uma altitude de 645 metros. Sua população estimada em 2017 foi de 7.183 habitantes. Possui uma área territorial de 143 km².

Cacimbas
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Cacimbas
Bandeira
Brasão de armas de Cacimbas
Brasão de armas
Hino
Gentílico cacimbense
Localização
Localização de Cacimbas na Paraíba
Localização de Cacimbas na Paraíba
Mapa de Cacimbas
Coordenadas 7° 12' 39" S 37° 03' 28" O
País Brasil
Unidade federativa Paraíba
Região intermediária[1] Patos
Região imediata[1] Patos
Região metropolitana Patos
Municípios limítrofes Areia de Baraúnas (norte); Taperoá (leste); Desterro (sul); Teixeira (oeste)[2]
Distância até a capital 242 km
História
Fundação 29 de abril de 1994
Aniversário 1 de janeiro
Administração
Prefeito(a) Geraldo Terto da Silva(Leo) (PSB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total 126,543 km²
População total (IBGE/2017[3]) 7 183 hab.
Densidade 56,8 hab./km²
Clima semiárido quente com chuvas de verão (Bsh)
Altitude 645 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[4]) 0,494 muito baixo
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 21 879,683 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 3 136,87

O acesso a partir de João Pessoa é feito pela BR-230 até a cidade de Patos. A partir daí, prossegue-se pela PB-110 até Teixeira em trecho de 30 km, onde se continua pela PB-238, perfazendo um trajeto total de 405 km.[6]

HistóricoEditar

A água abundante dos riachos da região deu origem ao nome do local. A partir de 1960, as famílias Laurindo, Leite, Terto e Cunha, provenientes dos Cariris Velhos instalaram-se na região. Ali, dedicaram-se à agropecuária, plantando milho, feijão, mandioca, sisal e algodão, como também a criação de gados bovino e caprino.[7] Hoje, cerca de 90% da população urbana do município possui o sobrenome Laurindo, Leite, Terto ou Cunha.

O município foi criado em 29 de abril de 1994 e instalado no dia 1 de janeiro de 1997.[7]

GeografiaEditar

ClimaEditar

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005.[8] Esta delimitação tem, como critérios, o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca. A média anual de chuvas, medida entre 1911 e 1985 é de 714mm, sendo que 82% do total é concentrada em 4 meses. A temperatura média é de 24o C.[6]

RelevoEditar

O relevo apresenta-se ondulado e fortemente ondulado, sobretudo a noroeste onde está a Planalto da Borborema, onde a altitude chega a 933 metros. A sul, sudeste e sudoeste, as declividades são de médias a baixa, com altitudes mínimas de 600 metros. Esta região é considerada divisora entre as bacias do rio Espinharas da macrobacia do rio Piranhas, ao norte, com a bacia do rio Taperoá, da macrobacia do rio Paraíba, a sudeste.[6]

HidrografiaEditar

O município está inserido na bacia hidrográfica do rio Paraíba, na sub-bacia do rio Taperoá e tem, como principais cursos d’água, os riachos Serra Feia, do Covão, Jurubeba, Pedra Fina, dos Poços, Quixaba, Caracol e Desterro, todos de escoamento intermitente.[6]

Figuras ProeminentesEditar

Israel Cunha

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. Mapa da Confederação Nacional de Municípios
  3. «Estimativa populacional 2017 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 30 de agosto de 2017. Consultado em 1 de setembro de 2017 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  6. a b c d «Diagnóstico do município de Cacimbas Paraíba» (PDF). Projeto Cadastro de Fontes de Abastecimento por Águas Subterrâneas. Ministério das Minas e Energia. 2005. Consultado em 24 de junho de 2011 
  7. a b «Confederação Nacional de Municípios». Consultado em 24 de junho de 2011 
  8. Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios da Paraíba é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.