Abrir menu principal
Caiçara
 Brasil
1950 •  p&b •  92 min 
Direção Adolfo Celi
Tom Payne
John Waterhouse
Roteiro Alberto Cavalcanti
Adolfo Celi
Ruggero Jacobbi
Gustavo Nonnenberg
Afonso Schmidt
Elenco Eliane Lage
Mário Sérgio
Célia Biar
Carlos Vergueiro
Género drama
Idioma português

Caiçara é um filme brasileiro de 1950 dirigido por Adolfo Celi, Tom Payne e John Waterhouse.

A produção era de Alberto Cavalcanti, a primeira da Companhia Cinematográfica Vera Cruz, e foi toda rodada em Ilhabela.[1]

O roteiro traz elementos que lembram o filme I Walked with a Zombie de 1943: a paisagem exótica, a mulher que vem de fora e é disputada pelos homens, as cantigas maledicentes dos nativos e, principalmente, o vodu (chamado de "mandinga" no filme) praticado pela personagem negra Sinhá Felicidade.

SinopseEditar

Marina é uma jovem filha de leprosos cujos pais foram internados antes que ela contraísse a doença. Ela, contudo, sofre com medo de adoecer e com o preconceito das pessoas. Isso a leva a aceitar a proposta de casamento de José Amaro, um homem que viu apenas duas vezes. Amaro é um viúvo abastado construtor de barcos de Ilha Verde, próxima a Santos. Marina não ama Amaro mas procura manter o casamento quando ele viaja, resistindo às investidas amorosas de Manuel, violento sócio do marido. Ela faz amizade com o menino Chico e a avó dele, Sinhá Felicidade. A mulher é a mãe da primeira esposa de Amaro e acusa o homem de ter abandonado a filha no hospital para morrer. Sinhá Felicidade alerta Marina que o marido é mau e que ela deve esperar pelo homem certo. Enquanto isso, o marinheiro Alberto ouve falar de Ilha Verde e da lenda das pedras sinos. E, ao ver um retrato de Marina, resolve ir até lá em busca de emprego.

ElencoEditar

  • Eliane Lage… Marina
  • Carlos Vergueiro… Manuel
  • Mário Sérgio… Alberto
  • Abilio Pereira de Almeida… José Amaro
  • Maria Joaquina da Rocha… Sinhá Felicidade
  • Oswaldo Eugênio...Chico (criança)
  • Adolfo Celi… Genovês
  • Vera Sampaio
  • Célia Biar...moça do orfanato
  • Renato Consorte
  • Luiz Calderaro
  • José Mauro de Vasconcelos
  • José Parisi
  • Tom Payne
  • Zilda Barbosa… diretora do orfanato
  • Ricardo Afonso
  • Ruy Afonso
  • Maria Aparecida… garçonete
  • Tetsamura Arima… Kitaro
  • Ruben Bandeira ... empregado do bar
  • Antônio Barros
  • Gini Brentani… Genovesa
  • Ricardo Campos… delegado
  • A.C. Carvalho… fotógrafo alemão
  • Lizzie O. Costa… Dona Cecília
  • Salvador Daki… homem da praia
  • Maísa Pereira de Almeida ... amiga no orfanato
  • Aguinaldo Rodrigues de Campos
  • Oscar Rodrigues de Campos
  • Gabi de Rose… Olívia
  • Maria Alice Domingues… Zazá
  • Eunice Faro
  • Venário Fornasari… médico do orfanato
  • Antônio Freitas
  • João Batista Giotti
  • Akiyoshi Kadobayashi… Tanaka (pescador)
  • Benedito Lopes
  • Cecília Machado ... amiga no orfanato
  • Yeyai Mikuti… empregada de Marina
  • Francisco de Assis Moura
  • Antônio Rocha… marinheiro (preto velho)
  • Geraldo Faria Rodrigues
  • Oswaldo Tavares
  • Adalberto Tripicchio
  • Pedro Ventura… piloto do barco
  • Sergio Warnovsky
  • Carlo Zampari… tatuador
  • Zazaque
  • Habitantes de Ilhabela
  • Congadeiros de Caraguatatuba
  • Dançadores de Caiapó de Ilhabela

ELENCO DE DUBLAGEM

  • WALTER AVANCINI
  • CACILDA BECKER
  • GESSY FONSECA - Marina
  • MANUEL INOCÊNCIO
  • HENRIQUE LOBO
  • LEONOR NAVARRO
  • LUCIANO SALCE


Prêmios e indicaçõesEditar

Indicado ao Grande Prêmio: Adolfo Celi


Referências

  1. Guias Práticos Nova Cultural - Vídeo 1998

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.