Caio Belício Natal Públio Gavídio Tebaniano

político

Caio Belício/Bélico Natal Públio Gavídio Tebaniano (em latim: Gaius Bellicius/Bellicus Natalis Publius Gavidius Tebanianus)[1] foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de maio a agosto de 87 com Caio Ducênio Próculo. Era membro dos colégios dos sodais flaviais e, provavelmente, dos quindecênviros dos fatos sagrados[a]. Seu sarcófago foi descoberto em Pisa, cuja inscrição é a origem da maior parte das informações sobre sua vida (CIL XI, 1430). Era filho adotivo de Caio Belício Natal, cônsul em 68. Belício Tebaniano, cônsul sufecto em 118, provavelmente era seu filho.

Caio Belício Natal Públio Gavídio Tebaniano
Cônsul do Império Romano
Consulado 87 d.C.

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Domiciano XII

com Sérvio Cornélio Dolabela Petroniano
com Caio Sécio Campano (suf.)
com Quinto Víbio Segundo (suf.)
com Sexto Otávio Frontão (suf.)
com Tibério Júlio Cândido Mário Celso (suf.)
com Aulo Búcio Lápio Máximo (suf.)
com Caio Otávio Tídio Tossiano Lúcio Javoleno Prisco (suf.)

Domiciano XIII
87

com Lúcio Volúsio Saturnino
com Caio Calpúrnio Pisão Crasso Frúgio Liciniano (suf.)
com Caio Belício Natal Públio Gavídio Tebaniano (suf.)
com Caio Ducênio Próculo (suf.)
com Caio Cílnio Próculo (suf.)
com Lúcio Nerácio Prisco (suf.)

Sucedido por:
'Domiciano XIV

com Lúcio Minício Rufo
com Décimo Plócio Gripo (suf.)
com Quinto Nínio Hasta (suf.)
com Lúcio Escribônio Libão Rupílio Frúgio (suf.)
com Marco Otacílio Cátulo (suf.)
com Sexto Júlio Esparso (suf.)


NotasEditar

  1. Em CIL XI, 1430, ele é chamado de XVVir Flavialium, o que levanta duas hipóteses. Ou os sodais flaviais na época tinham quinze membros e eram chamados, de forma equívoca, de XVviri, ou a inscrição confunde os dois sacerdócios, provavelmente por ignorância.

Referências

BibliografiaEditar