Abrir menu principal

Caio Cláudio Regilense

Caio Cláudio Regilense
Ditador da República Romana
Ditadura 337 a.C.

Caio Cláudio Regilense (em latim: Gaius Claudius Regilllensis) foi um político da gente Cláudia da República Romana, nomeado ditador em 337 a.C..

Ditadura (337 a.C.)Editar

Eleitos os cônsules de 337 a.C., Públio Élio Peto e Caio Sulpício Longo[1], irrompeu uma guerra entre sidicínios e auruncos, estes últimos aliados de Roma. O Senado deliberou por intervir para ajudar os auruncos, mas por conta de diferenças entre os dois cônsules romanos, a cidade dos auruncos foi abandonada e seus habitantes fugiram para Sessa Aurunca. Irritado pela falta de decisão dos cônsules e sua inabilidade de levar adiante a guerra, o Senado nomeou como ditador Caio Cláudio Regilense, que escolheu Caio Cláudio Ortador como seu mestre da cavalaria (magister equitum)[1].

Contudo, quando os áugures determinaram que a nomeação havia sido irregular, ambos renunciaram ao cargo[1].

Referências

  1. a b c Lívio, Ab Urbe condita VIII, 15.

BibliografiaEditar

  • T. Robert S., Broughton (1951). The Magistrates of the Roman Republic. Volume I, 509 B.C. - 100 B.C. (em inglês). I, número XV. Nova Iorque: The American Philological Association. 578 páginas