Camaleão (filósofo)

Camaleão[1] (em grego: Χαμαιλέων; c. 350 – c. 275 a.C.), foi um filósofo peripatético de Heracleia Pôntica. Ele foi um dos discípulos imediatos de Aristóteles. Ele escreveu obras sobre vários dos poetas gregos antigos, a saber:

  • περὶ Ἀνακρέοντος - Sobre Anacreonte
  • περὶ Σαπφοῦς - Sobre Safo
  • περὶ Σιμωνίδου - Sobre Simónides
  • περὶ Θεσπίδος - Sobre Téspis
  • περὶ Αἰσχύλου - Sobre Ésquilo
  • περὶ Λάσου - Sobre Laso
  • περὶ Πινδάρου - Sobre Píndaro
  • περὶ Στησιχόρου - Sobre Estesícoro

Ele também escreveu sobre a Ilíada e sobre a Comédia (περὶ κωμῳδίας). Nesta última obra tratou, entre outros assuntos, das danças da comédia.[2] Esta obra é citada por Ateneu[3] pelo título περὶ τῆς ἀρχαίας κωμῳδίας, que também é o título de uma obra do filósofo peripatético Eumelo. Acredita-se também que ele escreveu sobre Hesíodo, pois Diógenes Laércio diz que Camaleão acusou Heráclides do Ponto de ter roubado dele sua obra sobre Homero e Hesíodo.[4] As obras acima foram provavelmente biográficas e críticas. Ele também escreveu os intitulados περὶ θεῶν e περὶ σατύρων, além dos tratados morais, περι ἡδονῆς (que também foi atribuído a Teofrasto), προτρεπικόν e περι μέθης. De todas as suas obras, apenas alguns fragmentos foram preservados por Ateneu e outros escritores antigos.

Referências

  1. Aesopica (1 de janeiro de 2014). A fábula esópica e a tradição fabular grega. [S.l.]: Imprensa da Universidade de Coimbra 
  2. Ateneu, xiv. 628
  3. Ateneu, ix. 374
  4. Diógenes Laércio, v. 6. § 92.

BibliografiaEditar

  • Martano, A., Matelli, E., Mirhady, D. (eds.), Praxiphanes of Mytilene and Chamaeleon of Eraclea, New Brunswick: Transaction Publishers, 2012 (RUSCH XVIII).