Camarões nos Jogos Olímpicos de Verão de 2020

Os Camarões competiram nos Jogos Olímpicos de Verão de 2020 em Tóquio. Originalmente programados para ocorrerem de 24 de julho a 9 de agosto de 2020, os Jogos foram adiados para 23 de julho a 8 de agosto de 2021, por causa da pandemia COVID-19.[1] Foi a 15.ª participação da nação nos Jogos Olímpicos de Verão desde sua estreia em 1964.

Camarões nos
Jogos Olímpicos de Verão de 2020
Comitê Olímpico Nacional
Código do COI CMR
Nome Comité National Olympique et Sportif du Cameroun
«site oficial» (em francês) 
Jogos Olímpicos de Verão de 2020
Sede Tóquio, Japão
Competidores 12 em 7 esportes
Medalhas
Pos.
n/d
Medalha de ouro
0
Medalha de prata
0
Medalha de bronze
0
Total de medalhas
0
Participações nos Jogos Olímpicos
Verão 196419681972197619801984198819921996200020042008201220162020

Inverno 2002

Competidores

editar

Abaixo está a lista do número de competidores nos Jogos.

Esporte Masculino Feminino Total
Atletismo 1 0 1
Boxe 3 0 3
Halterofilismo 0 2 2
Judô 0 2 2
Lutas 0 1 1
Natação 1 1 2
Tênis de mesa 0 1 1
Total 5 7 12

Camarões recebeu vaga de universalidade da World Athletics para enviar o melhor atleta às Olimpíadas.[2]

;Chave
  • Nota– As posições para os eventos de pista são em relação à bateria do atleta
  • Q = Qualificado para a próxima fase
  • q = Qualificado para a próxima fase como o perdedor mais rápido ou, em eventos de campo, pela posição sem atingir o alvo para qualificação
  • NR = Recorde nacional
  • N/A = Fase não aplicável para o evento
  • Bye = Atleta não precisou disputar aquela fase
Eventos de pista e estrada
Atleta Evento Eliminatória Semifinal Final
Resultado Posição Resultado Posição Resultado Posição
Emmanuel Eseme 200 m masculino

Camarões inscreveu três boxeadores para o torneio olímpico. O atleta olímpico da Rio 2016 Wilfried Ntsengue (peso médio masculino), junto com os estreantes Albert Mengue (peso meio-médio masculino) e Maxime Yegnong (peso superpesado masculino), garantiram suas vagas após avançarem à final de suas respectivas categorias de peso no Tornio Africano de Qualificação Olímpica de 2020 em Diamniadio, Senegal.[3]

Atleta Evento Fase de 32 Oitavas-de-final Quartas-de-final Semifinais Final
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Posição
Albert Mengue -69 kg masculino
Wilfried Ntsengue -75 kg masculino
Maxime Yegnong +91 kg masculino

Camarões inscreveu duas halterofilistas para a competição olímpica. Jeanne Gaëlle Eyenga (76 kg feminino) e Clementine Meukeugni (87 kg feminino) lideraram a lista de halterofilistas da África em suas respectivas categorias de peso baseado no Ranking Absoluto Continental da IWF.

Atleta Evento Arranque Arremesso Total Posição
Resultado Posição Resultado Posição
Jeanne Gaëlle Eyenga –76 kg feminino
Clementine Meukeugni –87 kg feminino

Camarões qualificou um total de duas judocas para competir nas seguintes categorias de peso. A atleta olímpica da Rio 2016 Hortence Atangana foi selecionada entre as 18 melhores atletas do ranking da categoria (+78 kg) baseado no Ranking Olímpico da IJF de 28 de junho de 2021, enquanto a medalhista de bronze dos Jogos Pan-Africanos de 2019 Ayuk Otay Arrey Sophina (70 kg) aceitou uma vaga continental da África como a judoca de melhor ranking da nação fora da posição de qualificação direta.[4]

Atleta Evento Fase de 32 Oitavas-de-final Quartas-de-final Semifinais Repescagem Final / BM
Adversária
Resultado
Adversária
Resultado
Adversária
Resultado
Adversária
Resultado
Adversária
Resultado
Adversária
Resultado
Posição
Ayuk Otay Arrey Sophina –70 kg feminino
Hortence Atangana +78 kg feminino

Camarões qualificou uma halterofilista para a categoria livre até 53 kg feminino na competição olímpica, após ficar entre as duas primeiras do Torneio de Qualificação Olímpica da África e Oceania de 2021 em Hammamet, Tunísia.[5]

Chave:

  • VT (pontos de classificação: 5–0 ou 0–5) – Vitória por queda
  • VB (pontos de classificação: 5–0 ou 0–5) – Vitória por lesão (VF por WO, VA por desistência ou desqualificação)
  • PP (pontos de classificação: 3–1 ou 1–3) – Decisão por pontos – o perdedor com pontos técnicos.
  • PO (pontos de classificação: 3–0 ou 0–3) – Decisão por pontos – o perdedor sem pontos técnicos.
  • ST (pontos de classificação: 4–0 ou 0–4) – Grande superioridade – o perdedor sem pontos técnicos e uma margem de vitória de pelo menos 8 (Greco-Romana) ou 10 pontos (livre).
  • SP (pontos de classificação: 4–1 ou 1–4) – Superioridade técnica – o perdedor com pontos técnicos e uma margem de vitória de pelo menos 8 (Greco-Romana) ou 10 pontos (livre).
Luta livre feminino
Atleta Evento Oitavas de final Quartas de final Semifinal Repescagem Final / BM
Oposição
Resultado
Oposição
Resultado
Oposição
Resultado
Oposição
Resultado
Oposição
Resultado
Posição
Joseph Essombe −53 kg

Camarões recebeu vagas de universalidade da FINA para enviar os nadadores de melhor ranking (um por gênero) para seus respectivos eventos individuais nas Olimpíadas, baseado no Ranking de Pontos da FINA de 28 de junho de 2021.

Atleta Evento Eliminatória Semifinal Final
Tempo Posição Tempo Posição Tempo Posição
Charly Ndjoume 50 m livre masculino
Norah Elisabeth Milanesi 50 m livre feminino

Camarões inscreveu uma atleta para a competição olímpica do tênis de mesa pela primeira vez em oito anos. A atleta olímpica de Londres 2012 Sarah Hanffou conquistou a vitória na semifinal para garantir uma das quatro vagas disponíveis para o individual feminino no Tornio Africano de Qualificação Olímpica de 2020 em Túnis, Tunísia.[6]

Atleta Evento Preliminar Rodada 1 Rodada 2 Rodada 3 Oitavas Quartas Semifinal Final
Adversária
resultado
Adversária
resultado
Adversária
resultado
Adversária
resultado
Adversária
resultado
Adversária
resultado
Adversária
resultado
Adversária
resultado
Pos.
Sarah Hanffou Simples feminino

Referências

  1. «Joint Statement from the International Olympic Committee and the Tokyo 2020 Organising Committee». Olympics. 24 de março de 2020. Consultado em 28 de março de 2020 
  2. «Road to Olympic Games 2020». World Athletics. Consultado em 11 de junho de 2021 
  3. «Boxing Olympic Qualification – Dakar: Day 7 As It Happened». Olympic Channel. 26 de fevereiro de 2020. Consultado em 27 de fevereiro de 2020 
  4. Messner, Nicolas (22 de junho de 2021). «Tokyo 2020: Official Olympic Qualification List». International Judo Federation. Consultado em 2 de julho de 2021 
  5. Olanowski, Eric (3 de abril de 2021). «Tunisia Takes Quartet of Olympic Berths, Nigeria Nabs Trio of Tokyo Spots». United World Wrestling. Consultado em 4 de abril de 2021 
  6. «Ibrahima Diaw caused major upset, Olufunke Oshonaike sets record». ITTF. 29 de fevereiro de 2020. Consultado em 29 de fevereiro de 2020