Abrir menu principal
Camila Brait
vice-campeã Mundial
Brait durante o Grand Prix de 2012.
Voleibol
Nome completo Camila de Paula Brait
Modalidade Voleibol indoor
Nascimento 28 de outubro de 1988 (30 anos)
Frutal, MG
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 58 kg Altura: 1,68 m
Clube Brasil Osasco
Medalhas
Competidora do Bandeira do Brasil Brasil
Campeonatos Mundiais
Prata Japão 2010 Equipe
Bronze Itália 2014 Equipe
Grand Prix
Ouro Tóquio 2009 Equipe
Ouro Sapporo 2013 Equipe
Ouro Tóquio 2014 Equipe
Ouro Bangkok 2016 Equipe
Prata Ningbo 2010 Equipe
Prata Ningbo 2012 Equipe
Copa dos Campeões
Ouro Japão 2013 Equipe
Prata Japão 2009 Equipe
Jogos Pan-Americanos
Prata Toronto 2015 Equipe
Competidora de Osasco
Campeonatos Mundiais
Ouro Doha 2012 Equipe
Prata Doha 2010 Equipe
Prata Zurique 2014 Equipe
Bronze Doha 2011 Equipe
Torneio Top Volley
Ouro Basileia 2014 Equipe
Campeonato Sul-Americano
Ouro Lima 2009 Equipe
Ouro Lima 2010 Equipe
Ouro Osasco 2011 Equipe
Ouro Osasco 2012 Equipe
Prata Osasco 2014 Equipe
Prata Osasco 2015 Equipe

Camila de Paula Brait (Frutal, 28 de outubro de 1988) é uma jogadora de voleibol brasileira.[1] Ela atua na posição de líbero. Defende o time do Osasco. Também fez parte da Seleção Brasileira.[1]

Índice

CarreiraEditar

Camila disputou o Campeonato Mundial de 2010, realizado no Japão, no qual a Seleção Brasileira terminou na segunda colocação.[1]

Em julho de 2016, um mês antes da Olimpíada do Rio de Janeiro, o técnico da Seleção Brasileira de Vôlei Feminino, José Roberto Guimarães, não convocou Camila. O caso gerou muita repercussão, uma vez que a líbero foi substituída por Leia, que atuava no Minas Tênis Clube e era relativamente nova no time. Depois de meses, Camila veio a público e disse que não retornaria à seleção a nenhum custo, mesmo com tantos pedidos e carinho da torcida que permanecem até hoje.

Na temporada de 2018-19 atuando pelo Audax Osasco terminou na terceira posição na Superliga Brasileira 2018-19, premiada como a melhor líbero da edição[2]

Vida pessoalEditar

Camila é casada com o economista Caio Conca desde abril de 2013. Em novembro de 2017, deu à luz sua primeira filha, Alice. [3]

Premiações individuaisEditar

Referências

  1. a b c «BRA / Brazil - Team Composition» (em inglês). FIVB. Consultado em 21 de novembro de 2010 
  2. «O domínio é azul: Minas se impõe, bate o Praia Clube e é campeão da Superliga após 17 anos». Globo Esporte. 26 de Abril de 2019. Consultado em 26 de Abril de 2019 
  3. David Abramvezt (17 de outubro de 2014). «Em bela fase, Brait cogita fazer ensaio sensual: Sou tímida, mas toparia"». GloboEsporte.com. Consultado em 18 de outubro de 2014 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um(a) voleibolista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.