Abrir menu principal

Campeonato Africano das Nações de 2015

XXX Campeonato Africano das Nações
Guiné Equatorial 2015
Dados
Participantes 16
Organização CAF
Anfitrião Guiné Equatorial
Período 17 de janeiro8 de fevereiro
Gol(o)s 68
Partidas 32
Média 2,13 gol(o)s por partida
Campeão Costa do Marfim (2º título)
Vice-campeão Gana
3.º colocado RD Congo
4.º colocado Guiné Equatorial
Melhor marcador 3 gols:
Melhor ataque (fase inicial) Argélia – 5 gols
Melhor defesa (fase inicial) 1 gol:
Maiores goleadas
(diferença)
Gana 3–0 Guiné
Nuevo Estadio de MalaboMalabo
1 de fevereiro, quartas de final
 
Gana 3–0 Guiné Equatorial
Nuevo Estadio de MalaboMalabo
5 de fevereiro, Semifinal
◄◄ África do Sul 2013 Soccerball.svg 2017 Gabão ►►

O Campeonato Africano das Nações(português angolano), Taça das Nações Africanas (pt) ou Copa Africana de Nações (pt-BR) de 2015 foi a 30ª edição do torneio organizado pela Confederação Africana de Futebol (CAF). Foi realizada entre 17 de janeiro a 9 de fevereiro na Guiné Equatorial, pela segunda vez em três anos,[1] após a desistência do Marrocos em sediar o torneio por conta do surto de ebola na região ocidental do continente africano.[2]

Numa reedição da final de 1992, o título foi conquistado pela Costa do Marfim após derrotar Gana na final por 9–8 nos pênaltis, após empate por 0–0 no tempo normal e na prorrogação.[3]

Índice

CandidaturaEditar

Oito países expressaram interesse em sediar a Copa Africana de Nações de 2015 ou 2017, mas apenas três apresentaram uma candidatura: África do Sul, Marrocos e República Democrática do Congo.[4] As autoridades da Confederação Africana de Futebol iniciaram uma inspeção nos países entre novembro e dezembro de 2010. Após a inspeção na República Democrática do Congo, o país anunciou sua desistência na tentativa de sede, levando o Marrocos e a África do Sul como únicos candidatos.[5]

Em 29 de janeiro de 2011, durante a realização da Supercopa Africana, a CAF anunciou o Marrocos como sede da Copa Africana de 2015.[6] Os jogos seriam disputados em quatro cidades (Rabat, Marrakech, Agadir e Tânger) e uma quinta selecionada como alternativa (Casablanca).[7]

Troca de sedeEditar

No final de 2013, um surto de ebola se instaurou na África Ocidental, com grande número de vítimas na Libéria, Serra Leoa e Guiné.[8] Com o temor da epidemia de espalhar por outros países do continente, o governo do Marrocos solicitou a CAF o adiamento da competição para 2016, mas o comitê executivo da entidade decidiu manter a data original.[9] Em novembro de 2014 a CAF confirmou a desistência do Marrocos em sediar o torneio e um novo processo de seleção foi aberto.[10] Como consequência, o Marrocos que estava classificado automaticamente para a CAN 2015 como país sede perdeu sua vaga e foi desclassificado.[11] Em 6 de fevereiro a CAF anunciou ainda o banimento do Marrocos das próximas duas edições da Copa Africana, em 2017 e 2019, além de uma multa.[12]

Angola, África do Sul, Egito, Gana e Sudão foram apontados como possíveis substitutos, mas acabaram desistindo por motivos diversos.[13][14] Em 14 de novembro de 2014, a CAF anunciou a escolha da Guiné Equatorial como nova sede e sua seleção assumiu a vaga do Marrocos.[15]

EliminatóriasEditar

 
  Classificado
  Não se classificou
  Não participou

O processo de qualificação iniciou-se com 51 seleções na disputa por 15 vagas no torneio. Apenas o Djibuti e a Somália não se inscreveram e o Marrocos não participou por ser a sede original e possuir a vaga automática.[16]

As eliminatórias foram compostas de quatro fases, sendo as três primeiras disputados em jogos de ida e volta entre as 30 seleções piores classificadas no ranking da CAF. Na última fase, disputada no sistema de grupos, entraram as 21 seleções de melhor ranking mais as restantes das etapas anteriores, divididas em sete grupos de quatro equipe cada. As duas melhores equipes de cada grupo e um melhor terceiro colocado entre todos os grupos se classificaram para o torneio.[17]

A Guiné Equatorial, que foi inicialmente desclassificada das eliminatórias por uso de jogador irregular, se classificou automaticamente após a renúncia do Marrocos, completando as 16 seleções participantes.[18]

Seleções classificadasEditar

País Classificada como Presenças anteriores
  Guiné Equatorial Anfitrião 1 (2012)
  Cabo Verde Vencedor do Grupo F 1 (2013)
  Argélia Vencedor do Grupo B 15 (1968, 1980, 1982, 1984, 1986, 1988, 1990, 1992, 1996, 1996, 2000, 2002, 2004, 2010, 2013)
  Tunísia Vencedor do Grupo G 16 (1962, 1963, 1965, 1978, 1982, 1994, 1996, 1996, 2000, 2002, 2004, 2006, 2008, 2010, 2012, 2013)
  África do Sul Vencedor do Grupo A 8 (1996, 1996, 2000, 2002, 2004, 2006, 2008, 2013)
  Zâmbia 2º lugar do Grupo F 16 (1974, 1978, 1982, 1986, 1990, 1992, 1994, 1996, 1996, 2000, 2002, 2006, 2008, 2010, 2012, 2013)
  Camarões Vencedor do Grupo D 16 (1970, 1972, 1982, 1984, 1986, 1988, 1990, 1992, 1996, 1996, 2000, 2002, 2004, 2006, 2008, 2010)
  Gabão Vencedor do Grupo C 5 (1994, 1996, 2000, 2010, 2012)
  Burkina Faso 2º lugar do Grupo C 9 (1978, 1996, 1996, 2000, 2002, 2004, 2010, 2012, 2013)
  Senegal 2º lugar do Grupo G 12 (1965, 1968, 1986, 1990, 1992, 1994, 2000, 2002, 2004, 2006, 2008, 2012)
  Costa do Marfim 2º lugar do Grupo D 20 (1965, 1968, 1970, 1974, 1980, 1984, 1986, 1988, 1990, 1992, 1994, 1996, 1996, 2000, 2002, 2006, 2008, 2010, 2012, 2013)
  Gana Vencedor do Grupo E 19 (1963, 1965, 1968, 1970, 1978, 1980, 1982, 1984, 1992, 1994, 1996, 1996, 2000, 2002, 2006, 2008, 2010, 2012, 2013)
  Guiné 2º lugar do Grupo E 10 (1970, 1974, 1976, 1980, 1994, 1996, 2004, 2006, 2008, 2012)
  Mali 2º lugar do Grupo B 8 (1972, 1994, 2002, 2004, 2008, 2010, 2012, 2013)
  Congo 2º lugar do Grupo A 6 (1968, 1972, 1974, 1978, 1992, 2000)
  RD Congo Melhor 3º lugar 16 (1965, 1968, 1970, 1972, 1974, 1976, 1988, 1992, 1994, 1996, 1996, 2000, 2002, 2004, 2006, 2013)

SedesEditar

Quatro cidades foram selecionadas para como sede: Bata, Malabo, Mongomo e Ebebiyín.[19] As duas primeiras também sediaram jogos no Campeonato Africano das Nações de 2012.

Bata Malabo Mongomo Ebebiyín
Estádio de Bata Nuevo Estadio de Malabo Estádio de Mongomo Nuevo Estadio de Ebebiyín
Capacidade: 35 700 Capacidade: 15 250 Capacidade: 10 000 Capacidade: 5 000
     

ÁrbitrosEditar

Foram escolhidos 22 árbitros e 22 árbitros auxiliares para o torneio:[20]

SorteioEditar

O sorteio para a Copa Africana de Nações de 2015 foi realizado em 3 de dezembro de 2014 em Malabo.[21] A distribuição por potes levou em consideração a colocação das seleções no ranking da CAF e se deu da seguinte maneira:[22]

Pote 1 Pote 2 Pote 3 Pote 4

  Guiné Equatorial (sede)
  Gana (48 pts)
  Costa do Marfim (44 pts)
  Zâmbia (41 pts)

  Burkina Faso (40 pts)
  Mali (38 pts)
  Tunísia (32,5 pts)
  Argélia (28 pts)

  Cabo Verde (26,5 pts)
  África do Sul (23,5 pts)
  Camarões (23,5 pts)
  Gabão (22 pts)

  Guiné (19 pts)
  Senegal (19 pts)
  RD Congo (18 pts)
  Congo (13 pts)

Fase de gruposEditar

Equipes classificadas às quartas de final
Equipes eliminadas

Todas as partidas seguem o fuso horário da Guiné Equatorial (UTC+1).

Grupo AEditar

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1   Congo 7 3 2 1 0 4 2 +2
2   Guiné Equatorial 5 3 1 2 0 3 1 +2
3   Gabão 3 3 1 0 2 2 3 –1
4   Burkina Faso 1 3 0 1 2 1 4 –3
17 de janeiro Guiné Equatorial   1 – 1   Congo Estádio de Bata, Bata
17:00
Nsue   16' Relatório Bifouma   87' Público: 40 245
Árbitro:  GAM Bakary Gassama
17 de janeiro Burkina Faso   0 – 2   Gabão Estádio de Bata, Bata
20:00
Relatório Aubameyang   19'
Evouna   72'
Público: 40 245
Árbitro:  MRI Rajindraparsad Seechurn

21 de janeiro Guiné Equatorial   0 – 0   Burkina Faso Estádio de Bata, Bata
17:00
Relatório Público: 39 867
Árbitro:  CMR Néant Alioum
21 de janeiro Gabão   0 – 1   Congo Estádio de Bata, Bata
20:00
Relatório Oniangue   48' Público: 39 867
Árbitro:  RSA Victor Gomes

25 de janeiro Gabão   0 – 2   Guiné Equatorial Estádio de Bata, Bata
19:00
Relatório Balboa   55' (pen)
Ibán   86'
Público: 39 230
Árbitro:  CIV Noumandiez Doué
25 de janeiro Congo   2 – 1   Burkina Faso Nuevo Estadio de Ebebiyín, Ebebiyín
19:00
Bifouma   51'
Ondama   87'
Relatório Bancé   86' Público: 7 945
Árbitro:  GHA Joseph Lamptey

Grupo BEditar

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1   Tunísia 5 3 1 2 0 4 3 +1
2   RD Congo 3 3 0 3 0 2 2 0
3   Cabo Verde 3 3 0 3 0 1 1 0
4   Zâmbia 2 3 0 2 1 2 3 –1
18 de janeiro Zâmbia   1 – 1   RD Congo Nuevo Estadio de Ebebiyín, Ebebiyín
17:00
Singuluma   2' Relatório Bolasie   66' Público: 6 319
Árbitro:  EGY Ghead Grisha
18 de janeiro Tunísia   1 – 1   Cabo Verde Nuevo Estadio de Ebebiyín, Ebebiyín
20:00
Manser   70' Relatório Héldon   78' (pen) Público: 6 479
Árbitro:  GAB Eric Otogo-Castane

22 de janeiro Zâmbia   1 – 2   Tunísia Nuevo Estadio de Ebebiyín, Ebebiyín
17:00
Mayuka   60' Relatório Akaïchi   70'
Chikhaoui   89'
Público: 8 000
Árbitro:  GUI Aboubacar Bangoura
22 de janeiro Cabo Verde   0 – 0   RD Congo Nuevo Estadio de Ebebiyín, Ebebiyín
20:00
Relatório Público: 7 680
Árbitro:  SEN Malang Diedhiou

26 de janeiro Cabo Verde   0 – 0   Zâmbia Nuevo Estadio de Ebebiyín, Ebebiyín
19:00
Relatório Público: 7 950
Árbitro:  CMR Néant Alioum
26 de janeiro RD Congo   1 – 1   Tunísia Estádio de Bata, Bata
19:00
Bokila   66' Relatório Akaïchi   31' Público: 11 463
Árbitro:  GAM Bakary Gassama

Grupo CEditar

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1   Gana 6 3 2 0 1 4 3 +1
2   Argélia 6 3 2 0 1 5 2 +3
3   Senegal 4 3 1 1 1 3 4 –1
4   África do Sul 1 3 0 1 2 3 6 –3
  • Gana leva vantagem sobre a Argélia no confronto direto.
19 de janeiro Gana   1 – 2   Senegal Estadio de Mongomo, Mongomo
17:00
A. Ayew   14' (pen) Relatório Diouf   58'
Sow   90+3'
Público: 13 569
Árbitro:  SEY Bernard Camille
19 de janeiro Argélia   3 – 1   África do Sul Estadio de Mongomo, Mongomo
20:00
Hlatshwayo   67' (g.c.)
Ghoulam   72'
Slimani   83'
Relatório Phala   51' Público: 12 788
Árbitro:  CIV Noumandiez Doué

23 de janeiro Gana   1 – 0   Argélia Estadio de Mongomo, Mongomo
17:00
Gyan   90+2' Relatório Público: 12 387
Árbitro:  MLI Koman Coulibaly
23 de janeiro África do Sul   1 – 1   Senegal Estadio de Mongomo, Mongomo
20:00
Manyisa   47' Relatório Mbodj   60' Público: 13 674
Árbitro:  MTN Ali Lemghaifry

27 de janeiro África do Sul   1 – 2   Gana Estadio de Mongomo, Mongomo
19:00
Masango   17' Relatório Boye   73'
A. Ayew   83'
Público: 13 670
Árbitro:  MAD Hamada Nampiandraza
27 de janeiro Senegal   0 – 2   Argélia Nuevo Estadio de Malabo, Malabo
19:00
Relatório Mahrez   11'
Bentaleb   82'
Público: 14 549
Árbitro:  MRI Rajindraparsad Seechurn

Grupo DEditar

Pos. Seleção P J V E D GP GC SG
1   Costa do Marfim 5 3 1 2 0 3 2 +1
2   Guiné 3 3 0 3 0 3 3 0
3   Mali 3 3 0 3 0 3 3 0
4   Camarões 2 3 0 2 1 2 3 –1
  • Guiné e Mali igualaram em todos os critérios de desempate e a vaga na fase final foi decidida em sorteio.[23]
20 de janeiro Costa do Marfim   1 – 1   Guiné Nuevo Estadio de Malabo, Malabo
17:00
Doumbia   72' Relatório M. Yattara   36' Público: 14 875
Árbitro:  ALG Mehdi Abid-Charef
20 de janeiro Mali   1 – 1   Camarões Nuevo Estadio de Malabo, Malabo
20:00
Yatabaré   71' Relatório Oyongo   84' Árbitro:  ZAM Janny Sikazwe

24 de janeiro Costa do Marfim   1 – 1   Mali Nuevo Estadio de Malabo, Malabo
17:00
Gradel   86' Relatório Sako   7' Público: 14 890
Árbitro:  MAR Bouchaïb El Ahrach
24 de janeiro Camarões   1 – 1   Guiné Nuevo Estadio de Malabo, Malabo
20:00
Moukandjo   13' Relatório Traoré   42' Público: 15 000
Árbitro:  ETH Tessema Bamlak

28 de janeiro Camarões   0 – 1   Costa do Marfim Nuevo Estadio de Malabo, Malabo
19:00
Relatório Gradel   35' Público: 15 230
Árbitro:  GAB Eric Otogo-Castane
28 de janeiro Guiné   1 – 1   Mali Estadio de Mongomo, Mongomo
19:00
Constant   15' (pen) Relatório Maïga   47' Público: 13 470
Árbitro:  TUN Mohamed Said Kordi

Fase finalEditar

Quartas de final Semifinais Final
                   
31 de janeiro – Bata        
    Congo  2
4 de fevereiro – Bata
    RD Congo  4  
    RD Congo  1
1 de fevereiro – Malabo
      Costa do Marfim  3  
    Costa do Marfim  3
8 de fevereiro – Bata
    Argélia  1  
    Costa do Marfim (pen)  0 (9)
1 de fevereiro – Malabo
      Gana  0 (8)
    Gana  3
5 de fevereiro – Malabo
    Guiné  0  
    Gana  3 Terceiro lugar
31 de janeiro – Bata
      Guiné Equatorial  0  
    Tunísia  1     RD Congo (pen)  0 (4)
    Guiné Equatorial (pro)  2       Guiné Equatorial  0 (2)
7 de fevereiro – Malabo

Quartas de finalEditar

31 de janeiro Congo   2 – 4   RD Congo Estádio de Bata, Bata
17:00
Doré   55'
Bifouma   62'
Relatório Mbokani   65',   90+1'
Bokila   75'
Kimwaki   81'
Árbitro:  SEY Bernard Camille

31 de janeiro Tunísia   1 – 2 (pro)   Guiné Equatorial Estádio de Bata, Bata
20:30
Akaïchi   70' Relatório Balboa   90+3' (pen),   102' Árbitro:  MRI Rajindraparsad Seechurn

1 de fevereiro Gana   3 – 0   Guiné Nuevo Estadio de Malabo, Malabo
17:00
Atsu   4',   61'
Appiah   44'
Relatório Árbitro:  ZAM Janny Sikazwe

1 de fevereiro Costa do Marfim   3 – 1   Argélia Nuevo Estadio de Malabo, Malabo
20:30
Bony   26',   68'
Gervinho   90+4'
Relatório Soudani   51' Árbitro:  GAM Bakary Gassama

SemifinalEditar

4 de fevereiro RD Congo   1 – 3   Costa do Marfim Estádio de Bata, Bata
20:00
Mbokani   24' (pen) Relatório Touré   20'
Gervinho   41'
Kanon   68'
Árbitro:  CMR Néant Alioum

5 de fevereiro Gana   3 – 0   Guiné Equatorial Nuevo Estadio de Malabo, Malabo
20:00
J. Ayew   42' (pen)
Mubarak   45+1'
A. Ayew   75'
Árbitro:  GAB Eric Otogo-Castane

Disputa pelo 3º lugarEditar

7 de fevereiro RD Congo   0 – 0 (pro)   Guiné Equatorial Nuevo Estadio de Malabo, Malabo
17:00
Relatório Árbitro:  EGY Gehad Grisha
    Penalidades  
Mabwati  
Mabidi  
Mbemba  
Mongongu  
4 – 2   Balboa
  Fabiani
  Juvenal
  Ellong
 

FinalEditar

8 de fevereiro Costa do Marfim   0 – 0 (pro)   Gana Estádio de Bata, Bata
20:00
Árbitro:  GAM Bakary Gassama
    Penalidades  
Bony  
Tallo  
Aurier  
Doumbia  
Y. Touré  
Kalou  
K. Touré  
Kanon  
Bailly  
Die  
Barry  
9 – 8   Wakaso
  J. Ayew
  Acquah
  Acheampong
  A. Ayew
  Mensah
  Badu
  Afful
  Baba
  Boye
  Razak
 

ArtilhariaEditar

PremiaçãoEditar

Campeonato Africano
das Nações de 2015
 
COSTA DO MARFIM
Campeã
(2º título)

Referências

  1. «2015 Nations Cup: Equatorial Guinea to host tournament» (em inglês). BBC. 14 de novembro de 2014. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  2. «Por causa do Ebola, Marrocos desiste de sediar Copa Africana em 2015». Terra. 16 de outubro de 2014. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  3. «Costa do Marfim repete 1992, afasta maldição e é bicampeã africana». UOL Esporte. 8 de fevereiro de 2015. Consultado em 8 de fevereiro de 2015 
  4. «Three nations bid to host 2015, 2017 Nations Cup» (em inglês). ESPN FC. 4 de outubro de 2010. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  5. «DR Congo withdraws Nations Cup bid» (em inglês). BBC. 16 de novembro de 2010. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  6. «Morocco to host 2015 African Nations Cup» (em inglês). Reuters. 29 de janeiro de 2011. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  7. «Nigeria: CAF Names Host Cities for 2015 Nations Cup» (em inglês). AllAfrica. 24 de setembro de 2013. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  8. «Ebola outbreak: No changes to 2015 Nations Cup, says Caf» (em inglês). BBC. 11 de outubro de 2014. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  9. «Por causa do ebola, Marrocos desiste de sediar Copa Africana». Folha. 16 de outubro de 2014. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  10. «Africa Cup of Nations: Morocco will not host finals over Ebola fears» (em inglês). BBC. 11 de novembro de 2014. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  11. «Marrocos é desclassificado e não vai sediar Copa Africana de Nações». Folha. 14 de novembro de 2014. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  12. «Morocco fined, banned from two AFCON tournaments» (em inglês). Folha. 6 de fevereiro de 2015. Consultado em 8 de fevereiro de 2015 
  13. «Sports minister says Ghana won't host African Cup» (em inglês). USA Today. 10 de novembro de 2014. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  14. «Angola descarta possibilidade de organizar CAN-2015». Mais Futebol. 12 de novembro de 2014. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  15. «Copa Africana de Nações de 2015 será disputada na Guiné Equatorial». UOL Esporte. 14 de novembro de 2014. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  16. «Huge entry for AFCON 2015 qualifiers» (em inglês). CAF. 7 de janeiro de 2014. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  17. «Press Release following CAF EXCO May 2013 meetings» (em inglês). CAF. 16 de maio de 2013. Consultado em 13 de janeiro de 2015 
  18. «2015 Nations Cup: Equatorial Guinea to host tournament» (em inglês). BBC. 14 de novembro de 2014. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  19. «Guiné Equatorial será sede da Copa Africana de Nações de 2015». Estadão. 14 de novembro de 2014. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  20. Página oficial da Confederação Africana de Futebol. «REFEREES» (em inglês). Consultado em 15 de fevereiro de 2015 
  21. «Gana e Argélia formam grupo da morte da Copa Africana de 2015; veja chaves». ESPN Brasil. 3 de dezembro de 2014. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  22. «Orange AFCON 2015: Procedure for the draw» (em inglês). CAF. 1 de dezembro de 2014. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  23. «Guiné ganha de Mali no sorteio e enfrenta Gana nas quartas da Copa Africana». ESPN.com.br. 29 de janeiro de 2015. Consultado em 29 de janeiro de 2015 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Campeonato Africano das Nações de 2015