Campeonato Brasileiro de Futebol Americano

O Campeonato Brasileiro de Futebol Americano é a competição nacional de futebol americano do Brasil, criada pela Associação de Futebol Americano do Brasil (AFAB), atual Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA). O campeonato é atualmente organizado pela Liga Brasil Futebol Americano (Liga BFA) sob chancela da CBFA com duas divisões: a Liga BFA - Elite e a Liga BFA - Acesso.[1]

Campeonato Brasileiro de Futebol Americano
Temporada Atual Temporada de 2022
Dados gerais
Organização CBFA
Liga BFA
Edições 17 (2019)
Local de disputa  Brasil
Número de equipes 70
Sistema Temporada Regular e Playoffs
editar

História editar

Anteriormente chamado de Liga Brasileira, era organizada pela Liga Brasileira de Futebol Americano (LBFA). A LBFA foi criada a partir dos oito times que jogaram o Torneio Touchdown 2009. A Liga Brasileira teve apenas duas edições, nos anos de 2010 e 2011 com final denominada Brasil Bowl.[2]

Após a oficialização da Confederação Brasileira de Futebol Americano, o torneio passou a se chamar Campeonato Brasileiro de Futebol Americano, com sua primeira edição em 2012 e a segunda edição em 2013.[3]

Em 2014, a Confederação Brasileira criou a Superliga Nacional de Futebol Americano, intitulada como a Primeira Divisão, e a Liga Nacional de Futebol Americano, a Segunda Divisão.[4]

Em 2016, a CBFA publicou uma nota oficial sobre a unificação das equipes em um único campeonato nacional, contando também com as 16 equipes do Torneio Touchdown.[5] A CBFA também reconheceu os títulos do Torneio Touchdown como títulos de campeonatos brasileiros.[6] Em 9 de julho de 2016 inicia o maior campeonato já disputado na história do Brasil com 30 times de 16 estados e do Distrito Federal divididos em quatro conferências na Superliga Nacional.[7] O Timbó Rex vence o Flamengo FA, conquista o inédito Brasil Bowl e o bicampeonato nacional por ter vencido o Torneio Touchdown 2015.[8] A Superliga Nacional registrou mais de 64 mil pessoas nos estádios durante a competição com média de 656 pessoas por jogo. O público por jogos representou 77% do público do Novo Basquete Brasil e 50% da Superliga de Vôlei na mesma temporada.[9]

Em 2017, na segunda edição unificada da elite do campeonato nacional, intitulada agora Liga Brasil Futebol Americano, tornou-se a primeira edição na qual a liga homônima dos clubes, a Liga BFA, organizou a competição sob a chancela da CBFA. A Liga Nacional, divisão de acesso, também chancelada pela CBFA foi gerida pela liga homônima dos clubes, a LNFA, na maioria das regiões do país, enquanto na Região Nordeste foi gerida pela Liga Nordestina de Futebol Americano (LINEFA).[10][11][12]

A partir de 2019, a Liga BFA passou a organizar as duas divisões do Campeonato Brasileiro, a Liga BFA - Elite e a Liga BFA - Acesso.[1][13]

Em 2020, ocorreria a quarta edição da Liga BFA, no entanto, a Pandemia de Covid-19 gerou a paralisação total das atividades de futebol americano no Brasil. Essa paralisação durou 2 anos com a atividades retornando em 2022.

A partir de 2022 houve a cisão da parceria entre Liga Brasil Futebol Americano e a Confederação Brasileira de Futebol Americano[14]. Com essa cisão pela primeira vez desde 2015 o Brasil passaria a ter 2 campeonatos nacionais, a cisão também foi responsável pela separação dos times entre as duas competições, embora, destaca-se a atuação do Galo Futebol Americano, do Manaus FA e do Palmeiras Locomotives (este no Brasileirão D2) como únicos times a disputarem ambos os campeonatos. Nesse ano houve o fim da Liga BFA – Acesso como divisão de acesso nacional e a criação do Brasileirão D2 com propósito similar.

Ao final de 2022 foi criada a Taça Brasil de Futebol Americano, no formato "mata-mata" (o clube derrotado é eliminado da competição), com o propósito reunir oito dos melhore clubes brasileiros.

Em 2023 a cisão entre Liga BFA e a CBFA continuou com movimentações de times entre as duas ligas e a ausência de times das regiões Norte e Nordeste no Brasileirão CBFA de 2023. Nesse ano o Galo Futebol Americano foi o único time a participar de ambas a competições.

Em 2024 é esperado que a separação continue. Alguns times já anunciaram a troca entre as ligas e a separação completa delas com nenhum time participando de ambas competições foi concretizado [15]. Além disso a Confederação Brasileira de Futebol Americano anunciou a criação da primeira edição de uma terceira divisão nacional.

Divisão principal editar

Ano Final Semifinalistas Número de Participantes Nome original
Campeão Placares Vice
2009
Detalhes
 
Rio de Janeiro Imperadores
14 – 7  
São Paulo Storm
 
Cuiabá Arsenal
 
Barigui Crocodiles[CRO]
8 Torneio Touchdown
2010
Detalhes
 
Vila Velha Tritões
7 – 0  
Vasco da Gama Patriotas[PAT]
 
Curitiba Hurricanes
 
São José Istepôs
7 Torneio Touchdown
2010
Detalhes
 
Cuiabá Arsenal
49 – 21  
Coritiba Crocodiles
 
Fluminense Imperadores[IMP]
 
Joinville Gladiators
14 Liga Brasileira
2011
Detalhes
 
Corinthians Steamrollers
41 – 3  
Vila Velha Tritões
 
Vasco da Gama Patriotas[PAT]
 
Botafogo Mamutes
17 Torneio Touchdown
2011
Detalhes
 
Flamengo Imperadores[IMP]
14 – 7  
Coritiba Crocodiles
 
Cuiabá Arsenal
 
Joinville Gladiators
12 Liga Brasileira
2012
Detalhes
 
Corinthians Steamrollers
30 – 12  
Vasco da Gama Patriotas[PAT]
 
Vila Velha Tritões
 
Timbó Rex
18 Torneio Touchdown
2012
Detalhes
 
Cuiabá Arsenal
31 – 23  
Coritiba Crocodiles
 
Botafogo Espectros[ESP]
 
Fluminense Imperadores
34 Campeonato Brasileiro
2013
Detalhes
 
Jaraguá Breakers
15 – 11  
Flamengo FA[IMP]
 
Vasco da Gama Patriotas[PAT]
 
Vila Velha Tritões
20 Torneio Touchdown
2013
Detalhes
 
Coritiba Crocodiles
23 – 14  
João Pessoa Espectros
 
São Paulo Storm
 
São José Istepôs
33 Campeonato Brasileiro
2014
Detalhes
 
Vasco da Gama Patriotas[PAT]
24 – 22  
Timbó Rex
 
Paraná HP
 
Botafogo Reptiles
20 Torneio Touchdown
2014
Detalhes
 
Coritiba Crocodiles
23 – 17  
João Pessoa Espectros
 
Recife Mariners
 
Cuiabá Arsenal
19 Superliga Nacional
2015
Detalhes
 
Timbó Rex
28 – 9  
Vasco da Gama Patriotas[PAT]
 
Vila Velha Tritões
 
Flamengo FA[IMP]
16 Torneio Touchdown
2015
Detalhes
 
João Pessoa Espectros
23 – 22  
Coritiba Crocodiles
 
Recife Mariners
 
Cuiabá Arsenal
18 Superliga Nacional
2016
Detalhes
 
Timbó Rex
36 – 24  
Flamengo FA[IMP]
 
Cuiabá Arsenal
 
João Pessoa Espectros
30 Superliga Nacional
2017
Detalhes
 
Sada Cruzeiro[GET]
30 – 13  
João Pessoa Espectros
 
Coritiba Crocodiles
 
Cuiabá Arsenal
30 Liga BFA
2018
Detalhes
 
Galo FA[GET]
17 – 13  
João Pessoa Espectros
 
Timbó Rex
 
Tubarões do Cerrado
32 Liga BFA
2019
Detalhes
 
João Pessoa Espectros
45 – 21  
Timbó Rex
 
Tubarões do Cerrado
 
Galo FA[GET]
33 Liga BFA - Elite
2022
Detalhes
 
Timbó Rex
30 – 20  
Galo FA[GET]
 
Sorriso Hornets
 
João Pessoa Espectros
39 Liga BFA 2022
2022
Detalhes
 
Coritiba Crocodiles
16 – 14  
Galo FA[GET]
 
Guarulhos Rhynos
 
Rio Preto Weilers
19 Brasileirão 2022
2022–23
Detalhes
 
Rio Preto Weilers
16 – 0  
União da Serra
 
Flamengo Imperadores[IMP]
 
Cruzeiro FA
8 Taça Brasil
2023
Detalhes
 
Rio Preto Weilers
16 – 7  
Galo FA[GET]
 
Coritiba Crocodiles
 
Rio Football Academy
13 Brasileirão 2023
2023
Detalhes
 
Galo FA[GET]
21 – 14  
Itajaí Almirantes
 
Sorriso Hornets
 
Recife Mariners
30 Liga BFA 2023

Títulos por equipe editar

Com asterisco (*) referente ao Torneio Touchdown e Brasileirão CBFA.

Com circunflexo (^) referente ao Taça Brasil.

Clube Títulos Vices
  Coritiba Crocodiles[CRO] 3 (2013, 2014, 2022*) 4 (2010, 2011, 2012, 2015)
  Galo FA[GET] 3 (2017, 2018, 2023) 3 (2022, 2022*, 2023*)
  Timbó Rex 3 (2015*, 2016, 2022) 2 (2014*, 2019)
  João Pessoa Espectros[ESP] 2 (2015, 2019) 4 (2013, 2014, 2017, 2018)
  Rio de Janeiro Imperadores[IMP] 2 (2009*, 2011) 2 (2013*, 2016)
  Corinthians Steamrollers 2 (2011*, 2012*) 0
  Cuiabá Arsenal 2 (2010, 2012) 0
  Rio Preto Weilers 2 (2022–23^,2023*) 0
  Patriotas FA[PAT] 1 (2014*) 3 (2010*, 2012*, 2015*)
  Tritões FA 1 (2010*) 1 (2011*)
  Jaraguá Breakers 1 (2013*) 0
  São Paulo Storm 0 1 (2009*)
  União da Serra 0 1 (2022–23^)
  Itajaí Almirantes 0 1 (2023)

Títulos por estado editar

Com asterisco (*) referente ao Torneio Touchdown e Brasileirão CBFA.

Com circunflexo (^) referente ao Taça Brasil.


Clube Títulos Vices
  Santa Catarina 4 (2013*, 2015*, 2016, 2022) 3 (2014*, 2019, 2023)
  São Paulo 4 (2011*, 2012*, 2022–23^,2023*) 1 (2009*)
  Rio de Janeiro 3 (2009*, 2011, 2014*) 5 (2010*, 2012*, 2013*, 2015*, 2016)
  Paraná 3 (2013, 2014, 2022*) 4 (2010, 2011, 2012, 2015)
  Minas Gerais 3 (2017, 2018, 2023) 3 (2022, 2022*, 2023*)
  Paraíba 2 (2015, 2019) 4 (2013, 2014, 2017, 2018)
  Mato Grosso 2 (2010, 2012) 0
  Espírito Santo 1 (2010*) 1 (2011*)
  Rio Grande do Sul 0 1 (2022–23^)

Divisão de acesso editar

Ano Final Semifinalistas Número de Participantes Nome original
Campeão Placares Vice
2014
Detalhes
 
Foz do Iguaçu Black Sharks
38 – 27  
Itapema White Sharks
 
Sinop Coyotes
 
Sorocaba Vipers
16 Liga Nacional
2015
Detalhes
 
Sorocaba Vipers
14 – 06  
Campo Grande Predadores
 
Joinville Gladiators
 
Leões de Judá
14 Liga Nacional
2016
Detalhes
 
Belo Horizonte Get Eagles[GET]
39 – 07  
Sinop Coyotes
 
Rio Preto Weilers
 
Santa Maria Soldiers
31 Liga Nacional
2017
Detalhes
 
Sorriso Hornets
12 – 10  
Jaraguá Breakers
 
Juiz de Fora Imperadores
 
Rio Preto Weilers
40 Liga Nacional
2018
Detalhes
 
Ribeirão Preto Challengers
48 – 23  
Vingadores FA
 
Gaspar Black Hawks
 
Rondonópolis Hawks
43 Liga Nacional
2019
Detalhes
Não houve o cruzamento dos campeões das conferências para decidir o campeão da competição. Brasília V8, Brown Spiders FA, Caruaru Wolves e Rio Preto Weilers foram os campeões de suas respectivas conferências. 37 Liga BFA - Acesso
2022
Detalhes
 
Juiz de Fora Imperadores
14 – 13  
Guardian Saints
 
Pouso Alegre Gladiadores
 
Carlos Barbosa Ximangos
20 Brasileirão 2022 - D2
2023
Detalhes
 

Ocelots Futebol Americano

28 – 27  

Porto Alegre Pumpkins

 

Canoas Bulls

 

São Bernardo Avengers

22 Brasileirão 2023 - D2

Títulos por equipe editar

Clube Títulos Vices
  Foz do Iguaçu Black Sharks 1 (2014) 0
  Sorocaba Vipers 1 (2015) 0
  Get Eagles FA[GET] 1 (2016) 0
  Sorriso Hornets 1 (2017) 0
  Ribeirão Preto Challengers 1 (2018) 0
  Juiz de Fora Imperadores 1 (2022) 0
  Ocelots Futebol Americano 1 (2023) 0
  Itapema White Sharks 0 1 (2014)
  Campo Grande Predadores 0 1 (2015)
  Sinop Coyotes 0 1 (2016)
  Jaraguá Breakers 0 1 (2017)
  Vingadores FA 0 1 (2018)
  Guardian Saints 0 1 (2022)
  Porto Alegre Pumpkins 0 1 (2023)

Títulos por estado editar

Clube Títulos Vices
  São Paulo 3 (2015, 2018,2023) 0
  Minas Gerais 2 (2016, 2022) 0
  Mato Grosso 1 (2017) 1 (2016)
  Paraná 1 (2014) 1 (2022)
  Santa Catarina 0 2 (2014, 2017)
  Mato Grosso do Sul 0 1 (2015)
  Pará 0 1 (2018)
  Rio Grande do Sul 0 1 (2023)

Ver também editar

Notas

Referências

  1. a b «Conheça a nova cara da liga BFA para 2019». ligabfa.com.br. 2 de abril de 2019. Consultado em 25 de junho de 2019 
  2. «Liga Brasileira de Futebol Americano». futebolamericanobrasil.com. 13 de julho de 2015. Consultado em 19 de novembro de 2016 
  3. «Campeonato Brasileiro de Futebol Americano». futebolamericanobrasil.com. 16 de julho de 2015. Consultado em 19 de novembro de 2016 
  4. «Superliga Nacional de Futebol Americano». futebolamericanobrasil.com. 26 de agosto de 2015. Consultado em 19 de novembro de 2016 
  5. «CBFA divulga nota oficial sobre a criação de um campeonato brasileiro único». futebolamericanobrasil.com. 18 de março de 2016. Consultado em 19 de março de 2016 
  6. «CBFA reconhece títulos conquistados na Liga Nordestina e Torneio Touchdown». futebolamericanobrasil.com. 13 de maio de 2016. Consultado em 17 de maio de 2016 
  7. «Vai começar o maior campeonato de futebol americano da história do Brasil». globoesporte.com. 9 de julho de 2016. Consultado em 9 de julho de 2016 
  8. «Timbó Rex reage no segundo quarto, conquista o Brasil Bowl VII e o bicampeonato brasileiro». futebolamericanobrasil.com. 18 de dezembro de 2016. Consultado em 18 de dezembro de 2016 
  9. «No Brasil, Futebol Americano já tem 77% da média de público do Basquete e 50% do Vôlei». jc.ne10.uol.com.br. 26 de dezembro de 2016. Consultado em 9 de agosto de 2017 
  10. «Liga divulga tabela da primeira edição do novo Campeonato Brasileiro de Futebol Americano». globoesporte.com. 19 de abril de 2017. Consultado em 4 de julho de 2017 
  11. «BFA divulga tabela para temporada 2017 da liga brasileira de futebol americano». theplayoffs.com.br. 20 de abril de 2017. Consultado em 4 de julho de 2017 
  12. «Divisão de acesso do FA brasileiro, Nacional Bowl já tem data para kickoff». theplayoffs.com.br. 31 de maio de 2017. Consultado em 11 de julho de 2018 
  13. «CBFA promove mudanças nos nacionais de 2019». salaooval.com.br. 17 de novembro de 2018. Consultado em 25 de junho de 2019 
  14. «CBFA decide ter campeonato próprio». salaooval.com.br. Consultado em 26 de fevereiro de 2024 
  15. «Galo oficializa saída do Brasileirão». salaooval.com.br. Consultado em 26 de fevereiro de 2024 
  16. «Luluzinha entrevista Felipe Castro, Presidente do Flamengo Imperadores». luluzinhaclub.com. 13 de junho de 2017. Consultado em 14 de julho de 2017 
  17. «Acabou a parceria entre Espectros e Botafogo-PB». Blog Touchdown. Consultado em 28 de setembro de 2017 
  18. «Campeão brasileiro em 2014, Patriotas anuncia o desligamento do Vasco». globoesporte.com. 10 de junho de 2017. Consultado em 14 de julho de 2017 
  19. «Patriotas FA anuncia o retorno da parceria com o Vasco: "Jogaremos por vocês"». GloboEsporte.com. 22 de janeiro de 2018. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  20. «Patriotas e Reptiles unem forças em novo time: Vasco Almirantes». salaooval.com.br. 16 de janeiro de 2019. Consultado em 9 de julho de 2019 
  21. «Cruzeiro anuncia time de futebol americano em parceria com BH Eagles». globoesporte.com. 9 de março de 2017. Consultado em 14 de julho de 2017 
  22. «Cruzeiro rompe com o Eagles e time segue independente». otempo.com.br. 28 de fevereiro de 2018. Consultado em 6 de março de 2018 
  23. «Galo Futebol Americano é apresentado oficialmente». O Tempo. 13 de março de 2018. Consultado em 15 de março de 2018 
  24. «Atlético Mineiro anuncia a criação do Galo Futebol Americano». MTK Esportivo. 13 de março de 2018. Consultado em 15 de março de 2018 

Ligações externas editar