Abrir menu principal

Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino de 2017

V Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino
Brasileirão Feminino 2017
Brasil
Dados
Participantes 32
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 12 de março26 de julho
Gol(o)s 580
Partidas 188
Média 3,09 gol(o)s por partida
Campeão São Paulo Santos (1º título, Série A1)
Vice-campeão São Paulo Corinthians (Série A1)
Outras divisões
Série A2 Pará Pinheirense
◄◄ Brasil 2016 Soccerball.svg 2018 Brasil ►►

O Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino de 2017 foi uma competição com organização da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no que concerne as duas divisões nacionais de futebol feminino. 2017 foi o primeiro ano em que a competição foi dividida em duas divisões, e o primeiro ano em que o campeão ganhará vaga para a Copa Libertadores da América de Futebol Feminino.

Índice

Série A1Editar

Os dezesseis clubes foram divididos em dois grupos com oito equipes cada. Os quatro melhores de cada grupo avançaram para a fase de mata-mata. O último colocado de cada grupo da primeira fase caíram à Série A2 do ano seguinte.

ParticipantesEditar

Como incentivo para que os grandes clubes brasileiros de futebol também invistam em futebol feminino, 6 vagas foram definidas pela classificação do Campeonato Brasileiro de Futebol Masculino de 2016[1].

Equipe Cidade Estado Em 2016 Estádio (mando) Capacidade Títulos Forma de Classificação
Audax   Osasco   São Paulo n/d José Liberatti 17 780 0 (não possui) Campeão (Copa do Brasil)
Corinthians   São Paulo   São Paulo Arena Barueri 31 452 0 (não possui) 7º (Brasileirão)
Ferroviária   Araraquara   São Paulo Fonte Luminosa 20 950 1 (2014) 5º (Ranking da CBF)
Flamengo   Rio de Janeiro   Rio de Janeiro CEFAN 500 1 (2016) Atual campeão
Foz Cataratas   Foz do Iguaçu   Paraná Pedro Basso 6 968 0 (não possui) 4º (Ranking da CBF)
Grêmio   Porto Alegre   Rio Grande do Sul n/d Arena do Grêmio 55 662 0 (não possui) 9º (Brasileirão)
Iranduba   Iranduba   Amazonas Colina 10 000 0 (não possui) 6º (Ranking da CBF)
Kindermann   Caçador   Santa Catarina n/d Carlos A. C. Neves 6 500 0 (não possui) 8º (Ranking da CBF)
Ponte Preta   Campinas   São Paulo n/d Eugênio Franceschini 1 800 0 (não possui) 8º (Brasileirão)
Rio Preto   São José do Rio Preto   São Paulo Anísio Haddad 14 126 1 (2015) 7º (Ranking da CBF)
Santos   Santos   São Paulo Vila Belmiro 16 068 0 (não possui) 2º (Brasileirão)
São Francisco  São Francisco do Conde   Bahia Junqueira Ayres 3 000 0 (não possui) 3º (Ranking da CBF)
São José   São José dos Campos   São Paulo Martins Pereira 16 500 0 (não possui) 1º (Ranking da CBF)
Sport   Recife   Pernambuco n/d Ilha do Retiro 32 983 0 (não possui) 14º (Brasileirão)
Vitória   Salvador   Bahia n/d Barradão 34 535 0 (não possui) 16º (Brasileirão)
Vitória das Tabocas   Vitória de Santo Antão   Pernambuco 10º Carneirão 8 000 0 (não possui) 2º (Ranking da CBF)

Fase finalEditar

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.

Quartas de final Semifinais Final
 15 a 22 de junho  29 de junho a 9 de julho  13 e 20 de julho
                                     
   Ferroviária 1 0 1  
   Corinthians 2 4 6  
     Corinthians (gf) 1 1 2  
     Rio Preto 2 0 2  
   Kindermann 0 1 1
   Rio Preto 1 1 2  
     Corinthians 0 0 0
     Santos 2 1 3
   Flamengo 2 1 3  
   Iranduba (gf) 2 1 3  
     Iranduba 1 2 3
     Santos 2 3 5
   Audax 0 0 0
   Santos 3 0 3


ClassificaçãoEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Classificação
1   Santos 50 20 16 2 2 39 13 +26 Campeão e classificado à Libertadores de 2018
2   Corinthians 46 20 15 1 4 54 13 +41 Vice-campeão
3   Rio Preto 38 18 12 2 4 41 16 +25 Eliminados nas semifinais
4   Iranduba 38 18 12 2 4 37 18 +19
5   Flamengo 27 16 8 3 5 29 17 +12 Eliminados nas quartas-de-finais
6   Kindermann1 22 16 7 4 5 28 13 +15
7   Audax 22 16 6 4 6 22 30 –8 Eliminados nas quartas-de-finais e classificado à Libertadores de 20182
8   Ferroviária 20 16 6 2 6 22 27 –5 Eliminados nas quartas-de-finais
9   Sport 21 14 5 6 3 18 12 +6 Eliminados na primeira fase
10   Foz Cataratas 19 14 6 1 7 23 24 –1
11   São José 18 14 5 3 6 17 20 –3
12   Ponte Preta 13 14 4 1 9 10 26 –16
13   Vitória das Tabocas 9 14 2 3 9 18 38 –20
14   São Francisco 7 14 2 1 11 12 40 –28
15   Grêmio 4 14 1 1 12 5 34 –29 Rebaixados à Série A2 de 2018
16   Vitória 2 14 0 2 12 7 41 –34

1O Kindermann foi punido pelo STJD com a perda de 3 pontos por escalação de jogadora irregular.
2O Audax tem vaga garantida na Copa Libertadores de 2018 por ser campeão da Copa Libertadores de 2017.


PremiaçãoEditar

Campeonato Brasileiro Feminino 2017
Série A1
 
SANTOS
Campeão
(1º título)

Série A2Editar

Os dezesseis clubes foram divididos em dois grupos com oito equipes cada. Os dois melhores de cada grupo avançaram para a fase de mata-mata. Os dois finalistas conquistaram o acesso para disputar a Série A1 de 2018.

ParticipantesEditar

Equipe Cidade Estado Estádio (mando) Capacidade Forma de Classificação
Aliança   Goiânia   Goiás Antonio Accioly 10 000 33º do Ranking da CBF
América Mineiro   Belo Horizonte   Minas Gerais Independência 23 018 19º do Ranking da CBF
Botafogo-PB   João Pessoa   Paraíba Almeidão 19 000 20º do Ranking da CBF
Caucaia   Caucaia   Ceará Campo do Uniclinic 3 000 10º do Ranking da CBF
Centro Olímpico   São Paulo   São Paulo Baetão 6 315 9º do Ranking da CBF
CRESSPOM   Brasília   Distrito Federal Abadião 4 000 23º do Ranking da CBF
Duque de Caxias   Duque de Caxias   Rio de Janeiro Marrentão 3 334 11º do Ranking da CBF
JV Lideral   Imperatriz   Maranhão Frei Epifânio 12 000 32º do Ranking da CBF
Mixto   Cuiabá   Mato Grosso Arena Pantanal 44 000 21º do Ranking da CBF
Náutico   Recife   Pernambuco Aflitos 22 856 31º do Ranking da CBF
Pinheirense   Belém   Pará Francisco Vasques 5 760 14º do Ranking da CBF
Portuguesa   São Paulo   São Paulo Canindé 21 004 16º do Ranking da CBF
Tiradentes   Teresina   Piauí Albertão 44 200 15º do Ranking da CBF
Tuna Luso   Belém   Pará Francisco Vasques 5 760 22º do Ranking da CBF
União Desportiva   Maceió   Alagoas Rei Pelé 17 126 30º do Ranking da CBF
Viana   Viana   Maranhão Daniel Filho 3 725 13º do Ranking da CBF

Fase finalEditar

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.

  Semifinais Final
                     
   Tiradentes 1 1 2  
   Portuguesa 0 3 3  
     Portuguesa 1 1 2
     Pinheirense (gf) 2 0 2
   Caucaia 1 0 1
   Pinheirense 2 6 8


ClassificaçãoEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Classificação
1   Pinheirense 26 11 8 2 1 34 7 +27 Promovidos à Série A1 em 2018
e finalistas
2   Portuguesa 25 11 8 1 2 17 9 +8
3   Tiradentes 18 9 5 3 1 20 10 +10 Eliminados nas semifinais
4   Caucaia 10 9 3 1 5 17 21 –4
5   Tuna Luso 15 7 4 3 0 14 4 +10 Eliminados na primeira fase
6   VianaP 10 7 4 1 2 12 11 +1
7   América Mineiro 10 7 3 1 3 10 12 –2
8   Centro Olímpico 10 7 3 1 3 7 11 –4
9   CRESSPOMP 9 7 5 0 2 13 8 +5
10   JV Lideral 8 7 2 2 3 9 15 –6
11   Duque de Caxias 7 7 2 1 4 9 8 +1
12   Aliança 7 7 2 1 4 10 10 0
13   União Desportiva 6 7 2 0 5 10 12 –2
14   Botafogo-PB 4 7 1 1 5 5 12 –7
15   Náutico 3 7 1 0 6 7 21 –14
16   Mixto 0 7 0 0 7 4 27 –23

PO Viana e o CRESSPOM foram punidos pelo STJD com a perda de 3 e 6 pontos, respectivamente, por escalação de jogadoras irregulares.

PremiaçãoEditar

Campeonato Brasileiro Feminino 2017
Série A2
 
PINHEIRENSE
Campeão
(1º título)

Participantes por federaçãoEditar

Promoções e rebaixamentosEditar

Divisão Clubes rebaixados Clubes promovidos
Série A1
Série A2
  Grêmio
  Vitória
  Pinheirense
  Portuguesa

Referências

  1. «Regulamento do Campeonato Brasileiro Feminino A-1 - 2017» (PDF). CBF. 20 de fevereiro de 2017. Consultado em 11 de setembro de 2017 

Ligações externasEditar