Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino de 2017 - Série A2

Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino de 2017 - Série A2
Brasileirão Feminino 2017 - Série A2
Dados
Participantes 16
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 10 de maio26 de julho
Gol(o)s 198
Partidas 62
Média 3,19 gol(o)s por partida
Campeã Pinheirense (1º título)
Vice-campeã Portuguesa
Promovida(s) Pinheirense
Portuguesa
Melhor ataque (fase inicial) Pinheirense – 24 gols
Melhor defesa (fase inicial) 4 gols:

Pinheirense
Tuna Luso

Maiores goleadas
(diferença)
Pinheirense 6–0 Viana
Abelardo ConduruBelém
17 de maio, 2ª rodada, grupo 1
 
UDA 6–0 Centro Olímpico
Rei PeléMaceió
31 de maio, 4ª rodada, grupo 2
 
Pinheirense 6–0 JV Lideral
Abelardo ConduruBelém
28 de junho, 7ª rodada, grupo 1
 
Pinheirense 6–0 Caucaia
CuruzuBelém
12 de julho, semifinal
Soccerball.svg 2018 ►►

A Série A2 do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino de 2017 foi a 1ª edição desta competição, organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A divulgação da criação de mais uma divisão no Brasileirão Feminino aconteceu em 01 de novembro de 2016 na sede da entidade.[1]

Formato e regulamentoEditar

O Campeonato foi disputado em três fases: na primeira fase os 16 clubes formarão dois grupos de oito clubes cada. Os dois primeiros de cada grupo se classificam para as semifinais; nas semifinais, os clubes se enfrentam no sistema eliminatório (“mata-mata”) classificando-se o vencedor para a final e também para a Série A1 de 2018.

  1. Primeira fase: 16 clubes distribuídos em dois grupos de oito clubes cada
  2. Segunda fase (semifinal): quatro clubes distribuídos em dois grupos de dois clubes cada
  3. Terceira fase (final): em um grupo de dois clubes, de onde sairá o campeão

Critérios de desempateEditar

Em caso de empate de pontos entre dois clubes, os critérios de desempate serão aplicados na seguinte ordem:

  1. Número de vitórias
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Número de cartões vermelhos
  5. Número de cartões amarelos
  6. Sorteio

ParticipantesEditar

Equipe Cidade Estado Estádio (mando) Capacidade Forma de Classificação
Aliança   Goiânia   Goiás Antonio Accioly 10 000 33º do Ranking da CBF
América Mineiro   Belo Horizonte   Minas Gerais Independência 23 018 19º do Ranking da CBF
Botafogo-PB   João Pessoa   Paraíba Almeidão 19 000 20º do Ranking da CBF
Caucaia   Caucaia   Ceará Campo do Uniclinic 3 000 10º do Ranking da CBF
Centro Olímpico   São Paulo   São Paulo Baetão 6 315 9º do Ranking da CBF
CRESSPOM   Brasília   Distrito Federal Abadião 4 000 23º do Ranking da CBF
Duque de Caxias   Duque de Caxias   Rio de Janeiro Marrentão 3 334 11º do Ranking da CBF
JV Lideral   Imperatriz   Maranhão Frei Epifânio 12 000 32º do Ranking da CBF
Mixto   Cuiabá   Mato Grosso Arena Pantanal 44 000 21º do Ranking da CBF
Náutico   Recife   Pernambuco Aflitos 22 856 31º do Ranking da CBF
Pinheirense   Belém   Pará Francisco Vasques 5 760 14º do Ranking da CBF
Portuguesa   São Paulo   São Paulo Canindé 21 004 16º do Ranking da CBF
Tiradentes   Teresina   Piauí Albertão 44 200 15º do Ranking da CBF
Tuna Luso   Belém   Pará Francisco Vasques 5 760 22º do Ranking da CBF
União Desportiva   Maceió   Alagoas Rei Pelé 17 126 30º do Ranking da CBF
Viana   Viana   Maranhão Daniel Filho 3 725 13º do Ranking da CBF

EstádiosEditar

Aliança América Mineiro Botafogo-PB Caucaia
Antonio Accioly Independência Almeidão Campo do Uniclinic
Capacidade: 10 000 Capacidade: 23 018 Capacidade: 19 000 Capacidade: 3 000
       
Centro Olímpico
CRESSPOM
Baetão Abadião
Capacidade: 6 315 Capacidade: 4 000
   
Duque de Caxias JV Lideral
Marretão Frei Epifânio
Capacidade: 3 334 Capacidade: 12 000
   
Mixto Náutico
Arena Pantanal Aflitos
Capacidade: 44 000 Capacidade: 22 856
   
Pinheirense Portuguesa
Francisco Vasques Canindé
Capacidade: 5 760 Capacidade: 21 004
   
Tiradentes Tuna Luso União Desportiva Viana
Albertão Curuzu Rei Pelé Daniel Filho
Capacidade: 44 200 Capacidade: 16.200 Capacidade: 17 126 Capacidade: 3 725
       

Primeira faseEditar

Grupo 1Editar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1   Pinheirense 17 7 5 2 0 24 4 +20 Zona de classificação à próxima fase
2   Tiradentes 15 7 4 3 0 18 7 +11
3   Tuna Luso 15 7 4 3 0 14 4 +10
4   VianaP 10 7 4 1 2 12 11 +1
5   JV Lideral 8 7 2 2 3 9 15 –6
6   Duque de Caxias 7 7 2 1 4 9 8 +1
7   Náutico 3 7 1 0 6 7 21 –14
8   Mixto 0 7 0 0 7 4 27 –23

PO Viana foi punido pelo STJD com a perda de 3 pontos por escalação de jogadora irregular.[2]

ConfrontosEditar

 Ver artigo principal: Resultados do grupo 1
  DCA JVL MIX NAU PIN TIR TLU VIA
Duque de Caxias 0-0 1-2 0-1
JV Lideral 4-2 1-1
Mixto 1-3 0-5
Náutico 1-2 2-1
Pinheirense 4-0 1-1 6-0
Tiradentes 1-0 5-1 2-2
Tuna Luso 2-1 0-0
Viana 2-0 4-0 2-2

     Vitória do mandante
     Vitória do visitante
     Empate

Grupo 2Editar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1   Portuguesa 19 7 6 1 0 12 5 +7 Zona de classificação à próxima fase
2   Caucaia 10 7 3 1 3 16 13 +3
3   América Mineiro 10 7 3 1 3 10 12 –2
4   Centro Olímpico 10 7 3 1 3 7 11 –4
5   CRESSPOM 9 7 5 0 2 13 8 +5
6   Aliança 7 7 2 1 4 10 10 0
7   União Desportiva 6 7 2 0 5 10 12 –2
8   Botafogo-PB 4 7 1 1 5 5 12 –7

PO CRESSPOM foi punido pelo STJD com a perda de 6 pontos por escalação de jogadora irregular.[3]

ConfrontosEditar

 Ver artigo principal: Resultados do grupo 2
  ALI AME BOT CAU COL CRE POR UDA
Aliança 0-1 3-1
América Mineiro 2-2 2-0 0-2
Botafogo-PB 0-2 0-3
Caucaia 1-1 3-2 4-1
Centro Olímpico 2-1 2-0 1-1
CRESSPOM 3-0 3-1
Portuguesa 1-0 3-2 2-1
União Desportiva 1-0 6-0

     Vitória do mandante
     Vitória do visitante
     Empate

Desempenho por rodadaEditar

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

1 2 3 4 5 6 7
Grupo 1 JVL PIN
Grupo 2 CRE POR

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

1 2 3 4 5 6 7
Grupo 1 MIX
Grupo 2 BOT

Fase finalEditar

 Ver artigo principal: Resultados da fase final

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.

  Semifinais Final
                     
   Tiradentes 1 1 2  
   Portuguesa 0 3 3  
     Portuguesa 1 1 2
     Pinheirense (gf) 2 0 2
   Caucaia 1 0 1
   Pinheirense 2 6 8


PremiaçãoEditar

Campeonato Brasileiro Feminino 2017
Série A2
 
PINHEIRENSE
Campeão
(1º título)

ArtilhariaEditar

Atualizado até 30 de julho de 2017

Pos. Jogador Equipe Gols[4]
1   Valéria   Tiradentes 10
  Irley   Pinheirense
3   Andreia   Pinheirense 8
4   Cássia   Pinheirense 6
  Damiana   Caucaia
6   Brenda   União Desportiva 5
  Dioneide   Tiradentes
  Fafá   Caucaia
  Jeciane   JV Lideral
  Marcela   Tuna Luso

Classificação geralEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Classificação
1   Pinheirense 26 11 8 2 1 34 7 +27 Promovidos à Série A1 em 2018
e finalistas
2   Portuguesa 25 11 8 1 2 17 9 +8
3   Tiradentes 18 9 5 3 1 20 10 +10 Eliminados nas semifinais
4   Caucaia 10 9 3 1 5 17 21 –4
5   Tuna Luso 15 7 4 3 0 14 4 +10 Eliminados na primeira fase
6   VianaP 10 7 4 1 2 12 11 +1
7   América Mineiro 10 7 3 1 3 10 12 –2
8   Centro Olímpico 10 7 3 1 3 7 11 –4
9   CRESSPOMP 9 7 5 0 2 13 8 +5
10   JV Lideral 8 7 2 2 3 9 15 –6
11   Duque de Caxias 7 7 2 1 4 9 8 +1
12   Aliança 7 7 2 1 4 10 10 0
13   União Desportiva 6 7 2 0 5 10 12 –2
14   Botafogo-PB 4 7 1 1 5 5 12 –7
15   Náutico 3 7 1 0 6 7 21 –14
16   Mixto 0 7 0 0 7 4 27 –23

PO Viana e o CRESSPOM foram punidos pelo STJD com a perda de 3 e 6 pontos, respectivamente, por escalação de jogadoras irregulares.

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar