Abrir menu principal

Wikipédia β

Campeonato Brasileiro de Futebol de 1965

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 1965, originalmente denominado Taça Brasil pela CBD, foi a sétima edição deste torneio organizado pela entidade máxima do futebol nacional. A partir dessa edição, o campeão brasileiro e o vice seriam os dois representantes do Brasil na Taça Libertadores da América, entretanto a CBD em protesto contra a CONMEBOL decidiu não enviar nenhum representante brasileiro para a Libertadores de 1966, por entender que a competição havia sido descaracterizada pela inclusão dos vice-campeões nacionais.[1] O Santos sagrou-se campeão pela quinta vez consecutiva, após vencer os dois jogos da final contra o Vasco da Gama.[2][3]

VII Campeonato Brasileiro de Futebol
Taça Brasil de 1965
Dados
Participantes 22
Organização CBD
Local de disputa  Brasil
Período 18 de julho8 de dezembro
Gol(o)s 154
Partidas 48
Média 3,21 gol(o)s por partida
Campeão São Paulo Santos (5º título)
Vice-campeão Guanabara Vasco da Gama
Melhor marcador Bita (Náutico) – 9 gols
◄◄ Brasil Brasileirão 1964 Soccerball.svg Brasileirão 1966 Brasil ►►

Esta edição contou com a participação de vinte e dois clubes. Até a edição anterior, o representante do então Estado da Guanabara (atual município do Rio de Janeiro), era definido pelo Campeonato Carioca, mas com a criação da Taça Guanabara, em 1965, a nova competição passou a definir o representante desse estado para disputar o certame. Devido o Santos ter classificado-se para a disputa desta edição por ser o então atual campeão brasileiro e, como a equipe também conquistou o Campeonato Paulista de 1964, o Palmeiras, vice-campeão paulista, acabou ficando com a vaga destinada ao clube campeão do Estado de São Paulo. Os campeões dos estados de São Paulo e da Guanabara já entravam na fase final.[3][1]

Apesar de sua importância, e de seu vencedor ser considerado o campeão brasileiro já na época de sua disputa,[4][5][6] somente em 2010 que o torneio foi reconhecido oficialmente pela CBF como o Campeonato Brasileiro de Futebol de 1965. Com a unificação feita pela entidade, passou a ser a sétima edição do Campeonato Brasileiro de Futebol.[7]

Índice

Equipes ParticipantesEditar

Equipes Participantes Cidade Principais conquistas
Alecrim-RN Natal Campeão Potiguar 4x (1924, 1925, 1963 e 1964)
Atlético-GO Goiânia Campeão Goiano 6x (1944, 1947, 1949, 1955, 1957 e 1964)
Campinense Campina Grande Campeão Paraibano 5x (1960, 1961, 1962, 1963 e 1964)
CRB Maceió Campeão Alagoano 10x (1927, 1930, 1937, 1938, 1939, 1940, 1950, 1951, 1961, 1964)
Desportiva Ferroviária Cariacica Campeão Capixaba 1x (1964)
Eletrovapo Niterói Campeão Fluminense 1x (1964)
Flamengo-PI Teresina Campeão Piauiense 5x (1942, 1943, 1944, 1947, 1964)
Fortaleza Fortaleza Campeão Cearense 19x (1920, 1921, 1923, 1924, 1926, 1927, 1928, 1933, 1934, 1937, 1938, 1946, 1947, 1949, 1953, 1954, 1959, 1960, 1964)
Grêmio Porto Alegre Campeão Gaúcho 15x (1921, 1922, 1926, 1931, 1932, 1946, 1949, 1956, 1957, 1958, 1959, 1960, 1962, 1963, 1964)
Grêmio Maringá Maringá Campeão Paranaense 2x (1963, 1964)
Guanabara Brasília Campeão Brasiliense 1x (1964)
Nacional-AM Manaus Campeão Amazonense 19x (1916, 1917, 1918, 1919, 1920, 1922, 1923, 1933, 1936, 1937, 1939, 1941, 1942, 1945, 1946, 1950, 1957, 1963, 1964)
Náutico Recife Campeão Pernambucano 10x (1934, 1939, 1945, 1950, 1951, 1952, 1954, 1960, 1963, 1964)
Olímpico Blumenau Campeão Catarinense 2x (1949, 1964)
Palmeiras São Paulo (cidade) Campeão Brasileiro 1x (1960)
Remo Belém Campeão Paraense 21x (1913, 1914, 1915, 1916, 1917, 1918, 1919, 1924, 1925, 1926, 1930, 1933, 1936, 1940, 1949, 1950, 1952, 1953, 1954, 1960, 1964)
Sampaio Correia São Luís (Maranhão) Campeão Maranhense 10x (1933, 1934, 1940, 1942, 1953, 1954, 1956, 1961, 1962, 1964)
Siderúrgica Sabará Campeão Mineiro 2x (1937, 1964)
Santos Santos Campeão da Libertadores 2x (1962, 1963)
Sergipe Aracaju Campeão Sergipano 13x (1922, 1924, 1927, 1928, 1929, 1932, 1933, 1937, 1940, 1943, 1955, 1961, 1964)
Vasco Rio de Janeiro (cidade) Campeão Carioca 12x (1923, 1924, 1929, 1934, 1936, 1945, 1947, 1949, 1950, 1952, 1956, 1958)
Vitória Salvador (Bahia) Campeão Baiano 6x (1908, 1909, 1953, 1955, 1957, 1964)


Zona NorteEditar

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
 Norte\Nordeste  Norte\Nordeste  Norte\Nordeste  Norte\Nordeste
                                                 
   Alecrim 1 1    
   Campinense 4 1    
     Campinense 0 1    
     CRB 0 0    
   Sergipe' 1 2 2
   CRB 4 0 2  
     Campinense 1 0    
     Vitória 2 1    
          
          
          
            
        
          
     Vitória 0 0  
     Náutico 2 2  
   Remo 1 3    
  Nacional-AM 0 1    
     Remo 5 0 3
     Sampaio Corrêa 2 1 3  
   Flamengo-PI 0 0  
   Sampaio Corrêa 1 1    
     Remo 3 1 1
     Náutico 0 3 3  
          
          
          
            
        
          


  Náutico Campeão do Norte-Nordeste

Zona SulEditar

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
 Preliminar Grupo Central  Sul/Central  Sul/Central  Sul/Central
                                                 
          
          
     Grêmio 4 2    
     Grêmio Maringá 0 0    
        
          
     Grêmio 1 4    
     Olímpico 0 1    
          
          
          
            
        
          
     Grêmio 3 2  
     Siderúrgica 1 2  
   Atlético Goianiense 2 4    
   Guanabara 0 2    
     Atlético Goianiense 0 4 2
     Desportiva 2 0 1  
   Desportiva 1 2 1
   Eletrovapo 1 2 1  
     Atlético Goianiense 0 1  
     Siderúrgica 3 3    
          
          
          
            
        
          

  Grêmio Campeão do Centro-Sul

Fase finalEditar

  Quartas de final Semifinais Final
                                   
1    
8    
     Vasco 2 1 -  
     Náutico 2 0 -  
4    Náutico 3 3 -
5    Fortaleza 2 2 -  
     Vasco 1 0 -  
     Santos 5 1 -  
3    Grêmio 1 5 0  
6    Palmeiras 4 1 2  
     Palmeiras 2 1 -
     Santos 4 1 -  
2  
7    

A decisãoEditar

1 de Dezembro de 1965 Santos   5 - 1   Vasco Estádio do Pacaembu, São Paulo

Coutinho   6'
Dorval   17',   19'
Toninho Guerreiro   71',   87'
  83' (pen) Célio Público: 16.764
Árbitro: Romualdo Arppi Filho

8 de Dezembro de 1965 Vasco   0 - 1   Santos Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro

  67' Pelé Público: 38.788
Árbitro: Armando Marques

PremiaçãoEditar

Campeonato Brasileiro de 1965
 
Santos Futebol Clube
(5º título)

Classificação finalEditar

Classificação
Time Pts J V E D GP GC
1   Santos 7 4 3 1 0 11 4
2   Vasco da Gama 3 4 1 1 2 4 8
3   Náutico 13 9 6 1 2 18 12
4   Palmeiras 5 5 2 1 2 10 11
5   Grêmio 13 9 6 1 2 22 11
6   Fortaleza 0 2 0 0 2 4 6
7   Siderúrgica 5 4 2 1 1 9 6
8   Vitória 4 4 2 0 2 3 5
9   Remo 9 8 4 1 3 17 13
10   Atlético Goianiense 8 7 4 0 3 13 11
11   Campinense 6 6 2 2 2 7 5
12   Olímpico 0 2 0 0 2 1 5
13   Sampaio Corrêa 7 5 3 1 1 8 8
14   Desportiva Ferroviária 5 6 1 3 2 7 10
15   CRB 4 5 1 2 2 6 6
16   Grêmio Maringá 0 2 0 0 2 0 6
17   Sergipe 3 3 1 1 1 5 6
18   Eletrovapo 3 3 0 3 0 4 4
19   Alecrim 1 2 0 1 1 2 5
20   Flamengo-PI 0 2 0 0 2 0 2
21   Nacional 0 2 0 0 2 1 4
22   Guanabara 0 2 0 0 2 2 6
Pts — pontos; J — jogos disputados; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP — gols pró; GC — gols contra
Finalistas
Semifinalistas
Finalistas de zona
Finalistas de grupo
Semifinalistas de grupo

Referências

  1. a b «Taça Brasil 1965 - Campeonato Brasileiro de Futebol 1965». Quadro de Medalhas. Consultado em 31 de outubro de 2016 
  2. «Folha de S.Paulo - Todas as edições». Acervo Folha. Consultado em 31 de outubro de 2016 
  3. a b «Confira detalhes do título do Santos na Taça Brasil de 1965». Portal Terra. Consultado em 31 de outubro de 2016 
  4. «Antes do Big Bang». Revista Trivela. Consultado em 26 de outubro de 2016 
  5. «A sabatina sobre Taça Brasil e Robertão continua». Odir Cunha. Consultado em 31 de outubro de 2016 
  6. «Europa também chamava o vencedor da Taça brasil de campeão brasileiro». Odir Cunha. Consultado em 26 de outubro de 2016 
  7. «CBF oficializa títulos nacionais de 1959 a 70 com homenagem a Pelé». Globo Esporte. Consultado em 31 de outubro de 2016 

Ligações externasEditar