Abrir menu principal

Campeonato Brasileiro de Futebol de 1992

XXXVI Campeonato Brasileiro de Futebol
Campeonato Brasileiro de Futebol da 1ª Divisão de 1992
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Local de disputa Brasil
Período 26 de janeiro19 de julho
Gol(o)s 495
Partidas 216
Média 2,29 gol(o)s por partida
Campeão Flamengo (5º título)
Vice-campeão Botafogo
Rebaixado(s)
Melhor marcador Bebeto (Vasco da Gama) – 18 gols
Melhor ataque (fase inicial) Botafogo – 28 gols
Melhor defesa (fase inicial) Bragantino – 13 gols
Público 3 631 824
Média 16 814 pessoas por partida
Outras divisões
Segunda Divisão Paraná
Terceira Divisão Tuna Luso
◄◄ 1991 Soccerball.svg 1993 ►►

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 1992 foi a trigésima sexta edição do Campeonato Brasileiro e foi vencido pelo Flamengo, em uma final contra o Botafogo.

Essa foi a segunda vez que dois clubes cariocas decidiram o Brasileiro, a exemplo de 1984, quando Fluminense e Vasco da Gama fizeram a final. Na primeira partida o Flamengo abriu vantagem confortável (3-0), e na segunda, perante mais de 122.000 pagantes o empate lhe concedeu o título, partida que ficou marcada também pela queda de grade da arquibancada do Maracanã, que deixou 3 mortos e dezenas de feridos.[1]

Esse também foi o terceiro ano consecutivo, em que o Campeonato Brasileiro foi disputado por vinte clubes, e pela quinta vez seguida, com acesso e descenso, conforme recomendado pela FIFA.[2]

No entanto, a CBF resolveu inchar a edição de 1993,[3] que passaria a contar com 32 clubes já na primeira fase.[4][5] A nova regra que definiu que subiriam doze clubes para a Série A do ano seguinte foi definida em janeiro de 1992, ainda antes do início da competição.[6] Por conta do ascenso de doze clubes, o Campeonato Brasileiro de 1993 teve também o seu formato alterado.

Índice

Equipes participantesEditar

Fórmula de disputaEditar

Primeira fase: vinte clubes jogando todos contra todos, em turno único. Classificam-se os oito primeiros para a fase final.

Segunda fase: oito clubes divididos em dois grupos de quatro; jogando em turno e returno dentro de cada grupo. Classificam-se para a final o vencedor de cada grupo.

Final: os finalistas se enfrentam, em dois jogos de ida e volta, tendo a vantagem do duplo empate a equipe com a melhor campanha em todo o campeonato.

Primeira faseEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou rebaixamento
1   Vasco da Gama 26 19 10 6 3 31 14 +17 68 Classificados à segunda fase
2   Botafogo 24 19 11 2 6 37 23 +14 63
3   Bragantino 24 19 9 6 4 16 13 +3 63
4   Flamengo 22 19 8 6 5 32 24 +8 58
5   Corinthians 22 19 8 6 5 24 22 +2 58
6   São Paulo 21 19 8 5 6 22 16 +6 55
7   Cruzeiro 21 19 7 7 5 20 14 +6 55
8   Santos 21 19 7 7 5 23 18 +5 55
9   Guarani 20 19 8 4 7 15 19 -4 53
10   Internacional 20 19 7 6 6 19 20 -1 53
11   Palmeiras 19 19 8 3 8 23 17 +6 50
12   Sport 19 19 4 11 4 15 15 0 50
13   Atlético Mineiro 18 19 6 6 7 15 18 -3 47
14   Fluminense 18 19 5 8 6 21 19 +2 47
15   Atlético Paranaense 16 19 5 6 8 19 32 -13 42
16   Portuguesa 15 19 4 7 8 21 26 -5 39
17   Goiás 15 19 4 7 8 23 34 -13 39
18   Bahia 14 19 4 6 9 20 24 -4 37
19   Náutico 13 19 3 7 9 17 29 -12 34 Não houve rebaixamento em 1992.3
20   Paysandu 12 19 5 2 12 19 35 -16 32

Desempenho por rodadaEditar

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:[7]

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19
VAS BOT VAS BOT VAS

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19
COR GUA ATM NAU PAY

Segunda faseEditar

Grupo 1Editar

Zona de classificação para a final


Grupo 2Editar

Zona de classificação para a final

FinaisEditar

O Botafogo, com a melhor campanha na competição, entrou na decisão precisando apenas de dois empates, ou de um empate na soma dos resultados, mas o Flamengo fez 3-0 no primeiro jogo e reverteu a vantagem.

12 de Julho de 1992 Flamengo   3 – 0   Botafogo Maracanã (Rio de Janeiro)
Público: 102.547
Árbitro:

José Roberto Wright  


Júnior   15'
Nélio   34'
Gaúcho   38'
G 1   Gilmar
LD 2   Fabinho
Z 3   Júnior Baiano
Z 4   Wilson Gottardo
LE 6   Piá
V 8   Uidemar
M 5   Júnior  
M 11   Zinho
A 7   Júlio César  
A 9   Gaúcho
A 10   Nélio  
Substituições:
M   Marcelinho  
A   Paulo Nunes  
Treinador:
  Carlinhos
G 1   Ricardo Cruz  
LD 4   Odemilson
Z 2   Renê Playboy
Z 3   Márcio Santos
LE 6   Válber
V 5   Carlos Alberto Santos
V 8   Pingo
M 10   Carlos Alberto Dias
A 7   Renato Gaúcho
A 9   Pichetti
A 11   Valdeir
Substituições:
Treinador:
  Gil
  • No dia seguinte ao primeiro jogo, a comemoração rubro-negra se estendeu em um churrasco na casa do atacante Gaúcho. Renato Gaúcho, a estrela do Botafogo, compareceu ao churrasco flamenguista, gerando uma polêmica que resultou no seu afastamento da equipe.

19 de Julho de 1992 Botafogo   2 – 2   Flamengo Maracanã (Rio de Janeiro)
Público: 122.001
Árbitro:

José Roberto Wright  


Pichetti   83'
Valdeir   88'
Júnior   42'
Júlio César   55'
G 1   Ricardo Cruz  
LD 4   Odemilson
Z 2   Renê Playboy
Z 3   Márcio Santos
LE 6   Válber
V 5   Carlos Alberto Santos
V 8   Pingo
M 10   Carlos Alberto Dias
A 7   Vivinho  
A 9   Chicão  
A 11   Valdeir
Substituições:
A   Jeferson  
A   Pichetti  
Treinador:
  Gil
G 1   Gilmar
LD 2   Charles
Z 3   Gelson Baresi
Z 4   Wilson Gottardo
LE 6   Piá
V 10   Fabinho  
M 5   Júnior  
M 8   Uidemar
A 7   Júlio César
A 9   Gaúcho
A 11   Zinho
Substituições:
V   Mauro  
Treinador:
  Carlinhos
  • Durante o jogo, uma grade da arquibancada do Maracanã cedeu, provocando a queda de centenas de pessoas para o anel inferior, e a morte de 3 torcedores. A partir daí o Maracanã foi reformado.

PremiaçãoEditar

Campeonato Brasileiro de Futebol de 1992
 
Clube de Regatas Flamengo
Campeão
(5° título)

Classificação finalEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou rebaixamento
1   Flamengo 32 27 12 8 7 44 31 +13 59 Classificado à Copa Libertadores de 1993
2   Botafogo 34 27 15 4 8 46 32 +14 63 Classificado à Copa Conmebol de 1993
3   Vasco da Gama 32 25 11 10 4 41 23 +18 64
4   Bragantino 32 25 12 8 5 22 17 +5 64
5   São Paulo 27 25 10 7 8 28 23 +5 54 Classificado à Copa Libertadores de 19931
6   Corinthians 27 25 10 7 8 32 29 +3 54
7   Santos 26 25 8 10 7 30 27 +3 52
8   Cruzeiro 23 25 8 7 10 25 25 0 46
9   Guarani 20 19 8 4 7 15 19 -4 53
10   Internacional 20 19 7 6 6 19 20 -1 53 Classificado à Copa Libertadores de 19931
11   Palmeiras 19 19 8 3 8 23 17 +6 50
12   Sport 19 19 4 11 4 15 15 0 50
13   Atlético Mineiro 18 19 6 6 7 15 18 -3 47 Classificados à Copa Conmebol de 19932
14   Fluminense 18 19 5 8 6 21 19 +2 47
15   Atlético Paranaense 16 19 5 6 8 19 32 -13 42
16   Portuguesa 15 19 4 7 8 21 26 -5 39
17   Goiás 15 19 4 7 8 23 34 -13 39
18   Bahia 14 19 4 6 9 20 24 -4 37
19   Náutico 13 19 3 7 9 17 29 -12 34 Não houve rebaixamento em 19923
20   Paysandu 12 19 5 2 12 19 35 -16 32

1São Paulo e Internacional tinham vaga garantida na Copa Libertadores de 1993 por serem campeões da Copa Libertadores 1992 e da Copa do Brasil de 1992, respectivamente.

2Atlético Mineiro, por ser campeão da Copa Conmebol de 1992 e o Fluminense, por ser vice-campeão da Copa do Brasil de 1992, tinham vaga garantida na Copa Conmebol de 1993.

3A CBF cancelou a Série B de 1993, o que fez com que Náutico e Paysandu permanecessem na primeira divisão no ano de 1993. A regra de não existir rebaixamento em 1992 já havia sido definida antes do início do campeonato.

Principais artilheirosEditar

  1. Bebeto (Vasco), 18 gols;
  2. Chicão (Botafogo) e Paulinho McLaren (Santos), 12 gols cada.

Elenco campeãoEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. SACONI, Rose - Jornal O Estado de S. Paulo, página editada em 18 de julho de 2012 e disponível em 11 de novembro de 2016
  2. «Estatuto da Fifa, "Regulations Governing the Application of the Statutes", artigo 19» (PDF). Consultado em 20 de abril de 2009 
  3. Os Arquivos dos Campeonatos Brasileiros, de José Renato Sátiro Santiago Jr, Panda Books, São Paulo, 2006, p. 138
  4. «Sítio "Bola na área", página sobre a série B do Campeonato Brasileiro de 1992». Consultado em 19 de abril de 2009 
  5. Almanaque do Futebol Brasileiro, de Marco Aurélio Klein e Sergio Alfredo Audinino, editora Escala, São Paulo, 1996, p. 175
  6. «Sítio "The Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation.", página da RSSSF, Entidade dedicada a coletar informações gerais sobre futebol em todo o mundo». Consultado em 19 de abril de 2009 
  7. Futpédia. «Desempenho dos clubes da Série A rodada a rodada». Consultado em 14 de dezembro de 2012