Abrir menu principal

Wikipédia β

Campeonato Brasileiro de Futebol de 2004 - Série A

O Campeonato Brasileiro de 2004 foi o segundo disputado em sistema de pontos corridos e teve como vencedor o Santos, comandado pelo técnico Wanderley Luxemburgo. Em segundo lugar ficou o Atlético Paranaense, que esteve na liderança por onze rodadas seguidas, mas perdeu a posição na penúltima rodada. Graças a essa disputa, o campeonato ficou sem definição até os últimos jogos.

Campeonato Brasileiro de 2004 - Série A
Brasileirão Série A 2004
Dados
Participantes 24
Organização CBF
Local de disputa Brasil
Período 21 de abril – 19 de dezembro
Gol(o)s 1536
Partidas 552
Média 2,78 gol(o)s por partida
Campeão Santos (8º título)
Vice-campeão Atlético Paranaense
Rebaixado(s)
Melhor marcador Washington (Atlético Paranaense) – 34 gols
Melhor ataque (fase inicial) Santos – 103 gols
Melhor defesa (fase inicial) São Paulo – 43 gols
Maior goleada
(diferença)
São Paulo 7 – 0 Paysandu
Estádio do MorumbiSão Paulo
28 de setembro, 33ª rodada
Público 4 170 639
Média 7 555,5 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador
Robinho(Santos)
◄◄ Brasileirão 2003 Soccerball.svg Brasileirão 2005 ►►

O Atlético Paranaense perdeu a liderança na penúltima rodada, ao ser derrotado pelo Vasco da Gama em São Januário. O Santos, que naquela altura estava a dois pontos do Atlético-PR, não perdeu a oportunidade de assumir a liderança isolada e ganhou o seu desafio contra o São Caetano, abrindo um ponto de vantagem. Na rodada final, o Atlético precisava vencer e esperar por um empate do Santos, mas o clube paulista confirmou o título vencendo o Vasco por 2 a 1.

No decorrer do campeonato, o Santos ainda teve que superar outras adversidades como a ausência do craque Robinho (devido ao sequestro da mãe do jogador), polêmicas de arbitragem com gols anulados, severas punições a jogadores e perdas de mando de campo, sendo obrigado várias vezes a jogar fora da Vila Belmiro. Os jogos foram levados ao interior do estado de São Paulo, e a partida decisiva foi disputada no Estádio Benedito Teixeira ("Teixeirão"), em São José do Rio Preto.

O São Caetano sofreu o maior golpe de sua história. Em um jogo contra o São Paulo, o jogador Serginho sofreu um ataque cardíaco. Ele morreu no hospital quarenta minutos depois. O São Caetano foi punido com a perda de 24 pontos, o equivalente a 8 vitórias no campeonato, porém não chegou a ser rebaixado.

Além de Santos e Atlético Paranaense, também foram classificados para a Copa Libertadores da América o São Paulo e o Palmeiras, terceiro e quarto colocados respectivamente.

O Santos teve ainda o melhor ataque da história da competição, batendo o recorde de 103 gols marcados. O artilheiro foi Washington, do Atlético Paranaense, que com 34 gols marcados bateu o recorde de artilharia em uma única edição do campeonato.

Índice

Equipes participantesEditar

Equipe Cidade Estado Em 2003 Estádio Títulos
Atlético Mineiro Belo Horizonte   MG Mineirão 1971
Atlético Paranaense Curitiba   PR 12º Arena da Baixada 2001
Botafogo Rio de Janeiro   RJ 2º (Série B) Caio Martins 1968, 1995
Corinthians São Paulo   SP 15º Pacaembu 1990, 1998, 1999
Coritiba Curitiba   PR Couto Pereira 1985
Criciúma Criciúma   SC 14º Heriberto Hülse não possui
Cruzeiro Belo Horizonte   MG Mineirão 1966, 2003
Figueirense Florianópolis   SC 11º Orlando Scarpelli não possui
Flamengo Rio de Janeiro   RJ Maracanã 1980, 1982, 1983, 1992
Fluminense Rio de Janeiro   RJ 19º Maracanã 1970, 1984
Goiás Goiânia  GO Serra Dourada não possui
Grêmio Porto Alegre   RS 20º Olímpico 1981, 1996
Guarani Campinas   SP 13º Brinco de Ouro 1978
Internacional Porto Alegre   RS Beira-Rio 1975, 1976, 1979
Juventude Caxias do Sul   RS 18º Alfredo Jaconi não possui
Palmeiras São Paulo   SP 1º (Série B) Palestra Itália 1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993, 1994
Paraná Curitiba   PR 10º Durival Britto não possui
Paysandu Belém   PA 22º Mangueirão não possui
Ponte Preta Campinas   SP 21º Moisés Lucarelli não possui
Santos Santos   SP Vila Belmiro 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968, 2002
São Caetano São Caetano do Sul   SP Anacleto Campanella não possui
São Paulo São Paulo   SP Morumbi 1977, 1986, 1991
Vasco da Gama Rio de Janeiro   RJ 17º São Januário 1974, 1989, 1997, 2000
Vitória Salvador   BA 16º Barradão não possui

Forma de disputaEditar

Todas as equipes jogam entre si em turno e returno, com a equipe que marcar mais pontos sagrando-se campeã.

Critérios de desempateEditar

Para o desempate entre duas ou mais equipes seguirá a ordem definida abaixo:

  • 1º - Número de vitórias
  • 2º - Saldo de gols
  • 3º - Gols feitos
  • 4º - Confronto direto (apenas entre duas equipes)
  • 5º - Sorteio

ClassificaçãoEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou rebaixamento
1   Santos 89 46 27 8 11 103 58 +45 64 Segunda fase da Copa Libertadores de 2005
2   Atlético Paranaense 86 46 25 11 10 93 56 +37 62
3   São Paulo 82 46 24 10 12 78 43 +35 59
4   Palmeiras 79 46 22 13 11 72 47 +25 57 Primeira fase da Copa Libertadores de 2005
5   Corinthians 74 46 20 14 12 54 54 0 53 Copa Sul-Americana de 2005
6   Goiás 72 46 21 9 16 81 68 +13 52
7   Juventude 70 46 20 10 16 60 66 -6 51
8   Internacional 67 46 20 7 19 66 59 +7 48
9   Fluminense 67 46 18 13 15 65 68 -3 48
10   Ponte Preta 64 46 19 7 20 43 73 -30 46
11   Figueirense 63 46 17 12 17 57 59 -2 46
12   Coritiba 62 46 15 17 14 53 48 -5 45
13   Cruzeiro 56 46 16 8 22 69 81 -12 40 Copa Sul-Americana de 2005
14   Paysandu 56 46 14 14 18 56 76 -20 40
15   Paraná 54 46 15 9 22 52 73 -21 39
16   Vasco da Gama 54 46 14 12 20 64 68 -4 39
17   Flamengo 54 46 13 15 18 51 53 -2 39
18   São Caetano[a] 53 46 23 8 15 65 49 +15 38
19   Atlético Mineiro 53 46 12 17 17 60 66 -6 38
20   Botafogo 51 46 11 18 17 62 71 -9 37
21   Criciúma 50 46 13 11 22 61 78 -17 36 Rebaixados à Série B de 2005
22   Guarani 49 46 11 16 19 43 55 -12 35
23   Vitória 48 46 13 9 24 68 87 -19 35
24   Grêmio 39 46 9 12 25 60 80 -20 28

¹O Santos, por ser o campeão, também teve direito a disputar a Copa Sul-Americana de 2005.

Desempenho por rodadaEditar

Clubes que lideraram ao final de cada rodada:[2]

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46
GOI FIG PON SPA CRI FIG PAL SAN PAL SAN PAL SAN ATP SAN ATP SAN

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46
BOT PAY BOT PAY FLA BOT FLA PAR GUA PAR GUA GRE

Jogo do títuloEditar

Válido pela 46ª rodada

19 de dezembro de 2004 Santos   2 – 1   Vasco da Gama Teixeirão, São José do Rio Preto - SP
16:00
Ricardinho   5'
Elano   29'
  73' Marco Brito Público: 36.426
Árbitro:  RS Leonardo Gaciba da Silva

PremiaçãoEditar

Campeonato Brasileiro de Futebol de 2004
 
Santos Futebol Clube
Campeão
(8° título)

Maiores goleadasEditar

28 de setembro São Paulo 7 - 0 Paysandu Morumbi

Cicinho   30'   59'
Nildo   34'
Grafite   53'   71'
Souza   76'
Jean Carlos   81'
27 de outubro Fluminense 7 - 1 Juventude Estádio Raulino de Oliveira

Rodrigo Tiuí   1'   75'   83'
Roger Flores   22'   85'
Alessandro   35'   53'(p)
Lopes   11'
16 de Maio Criciúma 7 - 2 Goiás Estádio Heriberto Hulse

Rafael   16'
Marcos Denner   53'   81'   84'
Reinaldo   57'   73'   82'
Gustavo   1'
Paulo Baier   76'
17 de julho Internacional 6 - 0 Atlético-PR Estádio Beira Rio

Danilo   1'   30'   48'   59'
Fernandão   34'
Alex   16'
13 de julho Alético-PR 6 - 0 Goiás Arena da Baixada

Dagoberto   29'
Washington   40'   55'   68'
Ilan   58'
Dennys   82'
1 de agosto Santos 6 - 0 Paysandu Vila Belmiro

Robinho   10'   44'
Elano   15'
Ricardinho   42'
Basílio   60'
Fabinho   83'
13 de novembro Grêmio 6 - 1 Ponte Preta Estádio Bento Freitas

George Lucas   25'
Christian   54'   62'
Felipe Melo   77'
Roberto Santos   80'
Fábio Bilica   86'
Alecsandro   56'
25 de abril Vitória 6 - 1 Paraná Barradão

Obina   28'
Cléber Santana   29'
Xavier   35'
Edílson   44'   51'
Leandro Domingues   78'
Fernando   77'
14 de novembro Atlético Mineiro 6 - 1 Flamengo Est. Mun. Epaminondas Mendes Brito

Zé Antônio   4'
Márcio Mixirica   13'
Renato   48'
Wagner   58'
Alex Mineiro   70'   80'
Jean Azevedo   52'
2 de outubro Atlético Paranaense 5 - 0 Atlético Mineiro Kyocera Arena

Jádson   32'   45+1'   65'
Washington   61'
Dennys   80'
17 de outubro Atlético Mineiro 0 - 5 São Paulo Mineirão

Grafite   4'   17'   28'
Danilo   9'   52'
21 de agosto Goiás 5 - 0 Ponte Preta Estádio Serra Dourada

Leandro Azevedo   13'
Alex Dias   20'   67'
  73' Jadílson   41'
2 de outubro Cruzeiro 5 - 0 Ponte Preta Mineirão

Fred   6'   14'   41'
Jussiê   26'   35'
30 de outubro Santos 5 - 0 Fluminense Estádio Benedito Teixeira

Robinho   7'   55'
Laerte   19'(gc)
Deivid   47'   81'
8 de maio São Caetano 5 - 0 Criciúma Estádio Municipal Anacleto Campanella

Gustavo Caiche   5'
Fabrício Carvalho   45'
Thiago Martinelli   51'
Warley   84'
Lúcio Flávio   90'
22 de maio Corinthians 0 - 5 Atlético Paranaense Pacaembu

Jádson   25'   26'   59'
Dagoberto   35'   86'

ArtilheirosEditar

Apenas os cinco primeiros.

Jogador Clube Gols
  Washington Atlético Paranaense 34
  Alex Dias Goiás 22
  Deivid
  Robinho
Santos
Santos
22
22
  Cláudio Pitbul Grêmio 22

PúblicoEditar

Média por clubeEditar

Apenas jogos em que o clube é mandante.

Clube Média Clube Média
1 São Paulo 13.563 13 Paysandu 7.432
2 Grêmio 13.143 14 Coritiba 7.393
3 Atlético Paranaense 12.979 15 Criciúma 6.599
4 Santos 12.870 16 Cruzeiro 6.074
5 Corinthians 13.542 17 Vitória 5.936
6 Atlético Mineiro 10.538 18 Botafogo 5.541
7 Figueirense 10.465 19 Juventude 5.038
8 Flamengo 9.707 20 Vasco 4.770
9 Internacional 9.363 21 Paraná 4.047
10 Goiás 9.133 22 Guarani 3.852
11 Palmeiras 8.586 23 Ponte Preta 3.826
12 Fluminense 7.666 24 São Caetano 2.480

Maiores públicosEditar

Público Estádio Jogo
50.650 Mineirão Atlético - MG 3 - 0 São Caetano
37.796 Maracanã Flamengo 0 - 0 Coritiba
36.426 Estádio Benedito Teixeira Santos 2 - 1 Vasco da Gama
35.229 Morumbi Palmeiras 0 - 1 Corinthians
31.180 Morumbi Corinthians 0 - 0 São Paulo
30.696 Estádio Olímpico do Pará Paysandu 4 - 2 Guarani
29.658 Maracanã Fluminense 2 - 1 Flamengo
28.644 Morumbi Corinthians 0 - 4 Palmeiras
28.174 Maracanã Flamengo 0 - 0 Botafogo
27.100 Morumbi São Paulo 1 - 1 Flamengo

Fonte: CBF News

RecordesEditar

RebaixamentoEditar

Seguindo o estabelecido para a redução do número de clubes na primeira divisão, esta edição do Campeonato Brasileiro rebaixou quatro clubes e subiram dois. Os 4 rebaixados foram Criciúma, Guarani, Vitória e Grêmio.

A tragédia de SerginhoEditar

Em 27 de outubro, o jogo entre São Paulo e São Caetano marcou competição de forma trágica. O jogador Serginho do São Caetano sofreu ataque cardíaco aos sessenta minutos de jogo. Quarenta minutos depois ele veio a falecer no hospital.[4] O jogo foi suspenso e na rodada seguinte foi prestado um minuto de silêncio em todos os jogos.

Os minutos restantes da partida suspensa foram disputados no dia 3 de novembro, com vitória do São Paulo por 4 a 2.

Mais tarde foi concluído que houve negligência por parte dos dirigentes e da comissão médica do São Caetano e o clube foi punido com a perda de vinte e quatro pontos.[5][6] Mesmo assim, o Azulão se manteve na Série A.

Referências

Ver tambémEditar