Campeonato Brasileiro de Futebol de 2021 - Série C

A Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2021 foi uma competição equivalente à terceira divisão do futebol do Brasil. Contando como a 32.ª edição da história, foi sendo disputada por vinte clubes, onde os quatro mais bem colocados ganharão acesso à Série B de 2022 e os dois últimos colocados de cada grupo na primeira fase serão rebaixados à Série D de 2022.

Campeonato Brasileiro de 2021 - Série C
Brasileirão 2021 - Série C
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Período 29 de maio – 20 de novembro
Gol(o)s 423
Partidas 206
Média 2,05 gol(o)s por partida
Campeão Ituano (2° título)
Vice-campeão Tombense
Promovido(s) Ituano
Tombense
Novorizontino
Criciúma
Rebaixado(s) Jacuipense
Paraná
Santa Cruz
Oeste
Melhor marcador Quirino (Ypiranga de Erechim) – 10 gols
Melhor ataque (fase inicial) Ypiranga de Erechim – 26 gols
Melhor defesa (fase inicial) Novorizontino – 10 gols
Maiores goleadas
(diferença)
Volta Redonda 5–0 Manaus
Estádio Raulino de OliveiraVolta Redonda
6 de junho, 2ª rodada
 
Manaus 5–0 Novorizontino
Estádio da ColinaManaus
3 de outubro, 1ª rodada (2ª fase)
◄◄ 2020 Soccerball.svg 2022 ►►
atualizado em 13 de novembro

O Ituano conquistou o título da Série C pela segunda vez após empatar no confronto de ida e derrotar o Tombense no jogo de volta da final por 3–0, em Itu. O clube mineiro, por sua vez, foi o primeiro matematicamente confirmado na Série B de 2022 e na final da edição, após vencer o Manaus fora de casa, por 2–1, na quinta rodada da segunda fase.[1] Um dia depois, o Ituano garantiu seu retorno à segunda divisão depois de quinze anos, após empatar sem gols com o Criciúma, no Heriberto Hülse.[2] O próprio Criciúma e o Novorizontino completaram a relação de promovidos na última rodada: a equipe catarinense, após vencer o Paysandu, em Belém, por 1–0, aliado à derrota do Botafogo-PB para o Ituano por 3–1, fora de casa; enquanto a equipe de Novo Horizonte venceu o confronto direto contra o Manaus por 2–0, em casa.[3][4]

O Oeste foi a primeira equipe matematicamente rebaixada à Série D, após ser derrotado pelo Ypiranga de Erechim, fora de casa, faltando três rodadas para o término da primeira fase.[5] Na penúltima rodada, Paraná e Santa Cruz tiveram os rebaixamentos sacramentados antes mesmo de entrarem em campo: a equipe curitibana acumulou a terceira queda em menos de três anos após vitória do São José-RS contra o Oeste, fora de casa;[6] já o clube pernambucano teve o retorno à Série D decretado após dez anos por conta do empate entre Floresta e Volta Redonda.[7] O Jacuipense completou a relação de rebaixados na última rodada, mesmo após derrotar o Altos por 3–2, em Salvador.[8]

Formato e regulamentoEditar

A competição é disputada por 20 clubes, divididos em dois grupos: Grupo A e Grupo B. Em cada chave, os clubes se enfrentam duas vezes – jogos de ida e volta – totalizando 18 rodadas, com os quatro melhores de cada grupo avançando para a fase seguinte. As duas piores equipes de cada chave serão rebaixadas para a Série D de 2022.[9]

Na fase seguinte, os oito classificados serão divididos em dois grupos de quatro clubes. Os dois mais bem classificados de cada grupo serão promovidos à Série B de 2022, enquanto o melhor clube de cada chave avança à final.[9]

Critérios de desempateEditar

Caso haja empate de pontos entre dois ou mais clubes, os critérios de desempate serão aplicados na seguinte ordem:[9]

  1. Número de vitórias;
  2. Saldo de gols;
  3. Gols pró (marcados);
  4. Confronto direto;
  5. Menor número de cartões vermelhos;
  6. Menor número de cartões amarelos;
  7. Sorteio.

ParticipantesEditar

Equipe Cidade Estado Em 2020 Estádio (mando) Capacidade[10] Títulos
Altos Altos   PI 4º (Série D) Felipão 4 000 0 (não possui)
Botafogo-PB João Pessoa   PB 15º Almeidão (PB) 19 000 0 (não possui)
Botafogo-SP Ribeirão Preto   SP 19º (Série B) Santa Cruz 29 292 0 (não possui)
Criciúma Criciúma   SC 16º Heriberto Hülse 19 900 1 (2006)
Ferroviário Fortaleza   CE 12º Arena Castelão 63 903 0 (não possui)
Figueirense Florianópolis   SC 17º (Série B) Orlando Scarpelli 19 584 0 (não possui)
Floresta Fortaleza   CE 2º (Série D) Domingão[nota 1] 10 500 0 (não possui)
Ituano Itu   SP Novelli Junior 15 600 1 (2003)
Jacuipense Riachão do Jacuípe   BA 11º Valfredão 5 000 0 (não possui)
Manaus Manaus   AM 10° Arena da Amazônia 44 000 0 (não possui)
Mirassol Mirassol   SP 1º (Série D) Maião 15 000 0 (não possui)
Novorizontino Novo Horizonte   SP 3º (Série D) Jorge Ismael de Biasi 16 000 0 (não possui)
Oeste Barueri   SP 20º (Série B) Arena Barueri 31 452 1 (2012)
Paraná Curitiba   PR 18º (Série B) Vila Capanema 20 083 0 (não possui)
Paysandu Belém   PA Curuzu 16 200 0 (não possui)
Santa Cruz Recife   PE Arruda 60 044 1 (2013)
São José-RS Porto Alegre   RS 14º Passo d'Areia 14 000 0 (não possui)
Tombense Tombos   MG Almeidão (MG) 3 050 0 (não possui)
Volta Redonda Volta Redonda   RJ 13º Raulino de Oliveira 20 225 0 (não possui)
Ypiranga de Erechim Erechim   RS Colosso da Lagoa 22 000 0 (não possui)

EstádiosEditar

Altos Botafogo-PB Botafogo-SP Criciúma Ferroviário Figueirense
Felipão Almeidão (PB) Santa Cruz Heriberto Hülse Arena Castelão Orlando Scarpelli
Capacidade: 4 000 Capacidade: 19 000 Capacidade: 29 292 Capacidade: 19 900 Capacidade: 63 903 Capacidade: 19 584
           
Floresta
Ituano
Domingão Novelli Junior
Capacidade: 10 500 Capacidade: 18 560
 
Jacuipense Manaus
Valfredão Arena da Amazônia
Capacidade: 5 000 Capacidade: 44 000
   
Mirassol Novorizontino
Maião Jorge Ismael de Biasi
Capacidade: 15 000 Capacidade: 16 000
   
Oeste Paraná
Arena Barueri Vila Capanema
Capacidade: 31 452 Capacidade: 20 083
   
Paysandu Santa Cruz São José-RS Tombense Volta Redonda Ypiranga de Erechim
Curuzu Arruda Passo d'Areia Almeidão (MG) Raulino de Oliveira Colosso da Lagoa
Capacidade: 16 200 Capacidade: 60 044 Capacidade: 14 000 Capacidade: 3 050 Capacidade: 20 255 Capacidade: 22 000
         

Outros estádiosEditar

Além dos estádios de mando usual, outros estádios foram utilizados devido a punições de perda de mando de campo impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva ou por conta de problemas de interdição dos estádios usuais ou simplesmente por opção dos clubes em mandar seus jogos em outros locais, geralmente buscando uma melhor renda.[13][14][15][16][17][18][19][20]

Ainda foram utilizados o Cidade Vozão (Itaitinga) e o Raimundão (Caucaia).[21][22]

Primeira faseEditar

Grupo AEditar

Pos. Equipes P J V E D GP GC SG % M Classificação ou rebaixamento
1   Paysandu 30 18 8 6 4 23 20 +3 56   Classificados à próxima fase
2   Tombense 27 18 6 9 3 22 14 +8 50  
3   Botafogo-PB 27 18 6 9 3 17 11 +6 50  1
4   Manaus 26 18 7 5 6 21 25 –4 48  1
5   Volta Redonda 26 18 6 8 4 21 16 +5 48  1
6   Ferroviário 24 18 5 9 4 14 12 +2 44  1
7   Altos 21 18 5 6 7 21 23 –2 39  
8   Floresta 21 18 4 9 5 15 17 –2 39  
9   Jacuipense 18 18 3 9 6 13 21 –8 33   Rebaixados à Série D de 2022
10   Santa Cruz 12 18 2 6 10 11 19 –8 22  

ConfrontosEditar

  ALT BPB FAC FLO JAC MAN PAY STC TOM VRE
Altos 0–0 1–1 0–1 2–2 3–2 2–3 1–0 0–0 3–0
Botafogo-PB 2–0 0–0 1–2 1–0 4–1 2–1 1–0 1–1 1–2
Ferroviário 1–0 0–0 0–1 0–0 1–0 5–1 1–0 0–0 1–1
Floresta 1–2 0–0 1–1 2–0 2–2 0–2 0–2 1–1 1–1
Jacuipense 3–2 0–0 1–0 1–1 0–1 0–2 1–1 1–1 1–0
Manaus 2–0 0–0 1–1 2–1 1–1 1–1 2–0 2–1 1–0
Paysandu 1–1 0–2 0–2 1–1 2–0 2–0 1–0 1–0 0–0
Santa Cruz 0–1 1–1 0–0 0–0 2–2 1–2 1–2 0–1 2–1
Tombense 2–2 2–0 3–0 0–0 3–0 2–1 1–1 2–1 1–1
Volta Redonda 2–1 1–1 2–0 1–0 0–0 5–0 2–2 0–0 2–1

Grupo BEditar

Pos. Equipes P J V E D GP GC SG % M Classificação ou rebaixamento
1   Novorizontino 39 18 12 3 3 24 10 +14 72   Classificados à próxima fase
2   Ituano 33 18 9 6 3 22 16 +6 61  
3   Ypiranga de Erechim 32 18 9 5 4 26 16 +10 59  
4   Criciúma 30 18 9 3 6 19 16 +3 56  
5   Figueirense 29 18 8 5 5 19 14 +5 54  
6   São José-RS 23 18 6 5 7 22 22 0 43  
7   Botafogo-SP 22 18 6 4 8 15 22 –7 41  
8   Mirassol 19 18 6 1 11 17 26 –9 35  
9   Paraná 16 18 4 4 10 17 21 –4 30   Rebaixados à Série D de 2022
10   Oeste 7 18 1 4 13 9 27 –18 13  

ConfrontosEditar

  BRP CRI FIG ITU MIR NOV OES PAR SJO YPI
Botafogo-SP 3–1 1–2 2–1 1–3 1–4 1–0 1–0 1–0 1–2
Criciúma 0–0 1–0 1–0 3–0 1–0 3–1 2–0 2–1 2–1
Figueirense 0–0 2–1 1–2 1–1 2–1 1–0 2–0 2–0 1–1
Ituano 0–0 3–0 1–0 2–1 1–4 2–1 2–1 2–2 2–1
Mirassol 1–0 2–0 0–1 1–2 0–1 2–1 0–3 2–5 1–2
Novorizontino 1–0 1–0 1–0 0–0 1–0 0–0 1–0 1–0 1–0
Oeste 0–0 0–0 2–1 0–1 0–1 1–2 1–1 0–1 2–4
Paraná 0–1 2–1 1–1 1–1 0–1 0–2 4–0 3–1 1–1
São José-RS 4–2 0–0 1–2 0–0 2–1 1–1 1–0 1–0 1–1
Ypiranga-RS 3–0 0–1 0–0 0–0 1–0 3–2 2–0 2–0 2–1

Desempenho por rodadaEditar

Clubes que lideraram cada grupo ao final de cada rodada:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
Grupo A ALT FLO FAC ALT MAN PAY BPB FAC BPB VRE BPB MAN TOM MAN PAY
Grupo B YPI NOV CRI YPI NOV

Clubes que ficaram na última posição de cada grupo ao final de cada rodada:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
Grupo A VRE STC JAC STC
Grupo B PAR ITU PAR SJO OES

Segunda faseEditar

Grupo CEditar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1   Ituano 13 6 4 1 1 11 5 +6 Promovido à Série B de 2022 e finalista
2   Criciúma 9 6 2 3 1 3 1 +2 Promovido à Série B de 2022
3   Botafogo-PB 8 6 2 2 2 3 4 –1
4   Paysandu 2 6 0 2 4 2 9 –7

ConfrontosEditar

  BPB CRI ITU PAY
Botafogo-PB 1–0 0–1 1–0
Criciúma 0–0 0–0 0–0
Ituano 3–1 0–2 3–1
Paysandu 0–0 0–1 1–4

Grupo DEditar

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1   Tombense 11 6 3 2 1 8 6 +2 Promovido à Série B de 2022 e finalista
2   Novorizontino 9 6 3 0 3 7 10 –3 Promovido à Série B de 2022
3   Manaus 6 6 1 3 2 10 8 +2
4   Ypiranga de Erechim 6 6 1 3 2 6 7 –1

ConfrontosEditar

  MAN NOV TOM YPI
Manaus 5–0 1–2 1–1
Novorizontino 2–0 0–1 1–0
Tombense 2–2 1–2 1–1
Ypiranga-RS 1–1 3–2 0–1

Desempenho por rodadaEditar

FinalEditar

Equipe 1   Total   Equipe 2   1º jogo   2º jogo
Tombense   1–4   Ituano 1–1 0–3
Ida[23]
13 de novembro Tombense   1 – 1   Ituano Estádio Almeidão, Tombos
17:15 (UTC−3)
Everton   51' Súmula Igor Henrique   83' Público: 1 350[24]
Árbitro:  PI Antônio Dib Moraes de Sousa
     
 
 
Tombense
     
 
 
Ituano
Volta[23]
20 de novembro Ituano   3 – 0   Tombense Estádio Novelli Junior, Itu
17:00 (UTC−3)
João Victor   21'
Igor Henrique   56'
Iago Teles   90+5'
Súmula Público: 6 173[25]
Árbitro:  RS Anderson Daronco
     
 
 
Ituano
     
 
 
Tombense

ArtilhariaEditar

Gols[26] Jogador Equipe
10   Quirino Ypiranga de Erechim
8   Everton Tombense
  Manoel Altos
7   Rubens Tombense
6   Betinho Altos
  Cláudio Maradona São José-RS
  João Victor Ituano
  Pipico Santa Cruz
  Tiago Marques Ituano

PúblicoEditar

Com o avanço da vacinação e a redução de casos relacionados à pandemia de COVID-19 no Brasil, a CBF divulgou no dia 16 de agosto de 2021 um protocolo para retorno do público aos estádios, seguindo uma série de medidas e usando a chamada "taxa de normalidade" para definir quando e como esse retorno aconteceria.[27] Em 28 de setembro, o Conselho Técnico da entidade oficializou o retorno de público em jogos da competição a partir da segunda fase, em cidades com decretos que permitem a presença de torcedores nos estádios e seguindo as restrições de capacidade e admissão adotadas por cada município.[28]

Maiores públicos

Estes são os dez maiores públicos do campeonato:

Público[nota 2] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 12 897 Manaus   1–1   Ypiranga de Erechim Arena da Amazônia 17 de outubro (2F) [29]
2 8 780 Manaus   1–2   Tombense Arena da Amazônia 30 de outubro (5F) [30]
3 6 499 Criciúma   0–0   Ituano Heriberto Hülse 31 de outubro (2F) [31]
4 6 173 Ituano   3–0   Tombense Novelli Junior 20 de novembro Final [25]
5 3 732 Criciúma   0–0   Botafogo-PB Heriberto Hülse 16 de outubro (2F) [32]
6 3 460 Botafogo-PB   1–0   Paysandu Almeidão (PB) 31 de outubro (2F) [33]
7 3 311 Paysandu   1–4   Ituano Curuzu 23 de outubro (2F) [34]
8 2 633 Tombense   1–1   Ypiranga de Erechim Almeidão (MG) 9 de novembro (2F) [35]
9 2 623 Ituano   3–1   Botafogo-PB Novelli Junior 6 de novembro (2F) [36]
10 2 608 Paysandu   0–0   Botafogo-PB Curuzu 11 de outubro (2F) [37]
Menores públicos

Estes são os dez menores públicos do campeonato:

Público[nota 2] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 64 Ypiranga de Erechim   3–2   Novorizontino Colosso da Lagoa 30 de outubro (2F) [38]
2 256 Ypiranga de Erechim   1–1   Manaus Colosso da Lagoa 24 de outubro (2F) [39]
3 339 Ypiranga de Erechim   0–1   Tombense Colosso da Lagoa 2 de outubro (2F) [40]
4 458 Tombense   2–2   Manaus Almeidão (MG) 9 de outubro (2F) [41]
5 1 052 Novorizontino   1–0   Ypiranga de Erechim Jorge Ismael de Biasi 9 de outubro (2F) [42]
6 1 177 Ituano   0–2   Criciúma Novelli Júnior 10 de outubro (2F) [43]
7 1 192 Tombense   1–2   Novorizontino Almeidão (MG) 18 de outubro (2F) [44]
8 1 319 Ituano   3–1   Paysandu Novelli Júnior 16 de outubro (2F) [45]
9 1 350 Tombense   1–1   Ituano Almeidão (MG) 13 de novembro Final [24]
10 1 451 Botafogo-PB   1–0   Criciúma Almeidão (PB) 23 de outubro (2F) [46]

PremiaçãoEditar

Campeonato Brasileiro 2021
Série C
 
Ituano Futebol Clube
Campeão
(2º título)

Mudanças de técnicosEditar

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
  Ituano   Vinícius Bergantin Resignado 6 de junho Ituano 1–4 Novorizontino 10º (Gr. B)   Mazola Júnior [47][48]
  Santa Cruz   Bolívar Demitido 16 de junho Ferroviário 1–0 Santa Cruz (Gr. A)   Roberto Fernandes [49][50]
  Oeste   Roberto Cavalo Demitido 10 de julho Oeste 2–4 Ypiranga de Erechim 10º (Gr. B)   João Brigatti[nota 3] [51][52]
  São José-RS   Hélio Vieira Demitido 12 de julho Figueirense 2–0 São José-RS (Gr. B)   Pingo[nota 4] [53][54]
  Paraná   Maurílio Silva Demitido 20 de julho Paraná 0–2 Novorizontino (Gr. B)   Sílvio Criciúma[nota 5] [55][56]
  Paysandu   Vinícius Eutrópio Demitido 26 de julho Manaus 1–1 Paysandu (Gr. A)   Roberto Fonseca [57][58]
  Manaus   Marcelo Martelotte Demitido (Gr. A)   Evaristo Piza [59][60]
  Jacuipense   Jonilson Veloso Remanejado 1 de agosto Jacuipense 1–1 Floresta 10ª (Gr. A)   Luizinho Lopes [61][62]
  Altos   Marcelo Vilar Demitido 2 de agosto Volta Redonda 2–1 Altos 10ª (Gr. A)   Paulinho Kobayashi [63][64]
  Jacuipense   Luizinho Lopes Contratado pelo Confiança 23 de agosto Paysandu 2–0 Jacuipense 12ª (Gr. A)   Jonilson Veloso [65][66]
  Oeste   João Brigatti Resignado 24 de agosto Criciúma 3–1 Oeste 13ª 10º (Gr. B)   Sérgio Alexsandro (interino) [67]
  Paraná   Sílvio Criciúma Demitido 31 de agosto São José-RS 1–0 Paraná 14ª (Gr. B)   Jorge Ferreira [68]
  Ferroviário   Francisco Diá Resignado 5 de setembro Volta Redonda 2–0 Ferroviário 15ª (Gr. A)   Anderson Batatais [69][70]
  Botafogo-SP   Argel Fuchs Demitido 18 de setembro Botafogo-SP 1–2 Figueirense 17ª (Gr. B)   Samuel Dias [71]
  Criciúma   Paulo Baier Demitido 4 de outubro Criciúma 0–0 Paysandu (2F) (Gr. C)   Cláudio Tencati [72][73]
  Paysandu   Roberto Fonseca Demitido 18 de outubro Ituano 3–1 Paysandu (2F) (Gr. C)   Wilton Bezerra [74]

Classificação geralEditar

A classificação geral dá prioridade ao clube que avançou mais fases, e ao campeão, mesmo que tenha menor pontuação.

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1   Ituano 50 26 14 8 4 38 23 +15 Promovidos à Série B de 2022
e finalistas
2   Tombense 39 26 9 12 5 31 24 +7
3   Novorizontino 48 24 15 3 6 31 20 +11 Promovidos à Série B de 2022
e eliminados na segunda fase
4   Criciúma 39 24 11 6 7 22 17 +5
5   Ypiranga de Erechim 38 24 10 8 6 32 23 +9 Eliminados na segunda fase
6   Botafogo-PB 35 24 8 11 5 20 15 +5
7   Manaus 32 24 8 8 8 31 33 –2
8   Paysandu 32 24 8 8 8 25 29 –4
9   Figueirense 29 18 8 5 5 19 14 +5 Eliminados na primeira fase
10   Volta Redonda 26 18 6 8 4 21 16 +5
11   Ferroviário 24 18 5 9 4 14 12 +2
12   São José-RS 23 18 6 5 7 22 22 0
13   Botafogo-SP 22 18 6 4 8 15 22 –7
14   Altos 21 18 5 6 7 21 23 –2
15   Floresta 21 18 4 9 5 15 17 –2
16   Mirassol 19 18 6 1 11 17 26 –9
17   Jacuipense 18 18 3 9 6 13 21 –8 Rebaixados à Série D de 2022
18   Paraná 16 18 4 4 10 17 21 –4
19   Santa Cruz 12 18 2 6 10 11 19 –8
20   Oeste 7 18 1 4 13 9 27 –18

Ver tambémEditar

Notas e referências

Notas

  1. O Estádio Presidente Vargas foi usado como hospital de campanha contra a COVID-19 e ainda passa por reformas no gramado. O Floresta manda seus jogos no Estádio Domingão, em Horizonte.[11][12]
  2. a b Considera-se apenas o público pagante.
  3. Sérgio Alexsandro comandou o Oeste interinamente da 7ª a 9ª rodadas.
  4. Gabriel Carvalho comandou o São José-RS interinamente na 8ª rodada.
  5. Jorge Ferreira comandou o Paraná interinamente na 9ª rodada.

Referências

  1. «Jean Lucas marca nos acréscimos e garante acesso do Tombense à Série B». GloboEsporte.com. 30 de outubro de 2021. Consultado em 30 de outubro de 2021 
  2. «Ituano empata com o Criciúma, garante acesso e retorna à Série B após 15 temporadas». GloboEsporte.com. 31 de outubro de 2021. Consultado em 31 de outubro de 2021 
  3. «Festa carvoeira! Criciúma bate o Paysandu e conquista acesso à Série B». GloboEsporte.com. 6 de novembro de 2021. Consultado em 6 de novembro de 2021 
  4. «Novorizontino vence o Manaus e fica com a última vaga para a Série B de 2022». GloboEsporte.com. 7 de novembro de 2021. Consultado em 7 de novembro de 2021 
  5. «Oeste perde para o Ypiranga-RS e é o primeiro rebaixado na Série C». GloboEsporte.com. 5 de setembro de 2021. Consultado em 5 de setembro de 2021 
  6. «Paraná Clube está rebaixado para a Série D do Campeonato Brasileiro». GloboEsporte.com. 18 de setembro de 2021. Consultado em 18 de setembro de 2021 
  7. «Floresta empata com Volta Redonda e Santa Cruz está matematicamente rebaixado para Série D». Folha de Pernambuco. 18 de setembro de 2021. Consultado em 18 de setembro de 2021 
  8. «Jacuipense vive drama na última rodada, vence Altos, mas está rebaixado para a Série D do Campeonato Brasileiro». GloboEsporte.com. 25 de setembro de 2021. Consultado em 25 de setembro de 2021 
  9. a b c «Regulamento Específico da Competição – Campeonato Brasileiro Série C 2021» (PDF). CBF. 30 de março de 2021. Consultado em 29 de maio de 2021 
  10. «CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 12 de novembro de 2017 
  11. «Sem PV, clubes da Capital mudam de sede e vão jogar fora de Fortaleza na Série B do Cearense». Blog do Kempes. 5 de junho de 2021. Consultado em 7 de junho de 2021 
  12. «Ainda sem obras, PV não tem previsão de reabertura e pode virar ponto de vacinação». O Povo. 23 de março de 2021. Consultado em 7 de junho de 2021 
  13. «CBF divulga a tabela detalhada dos primeiros jogos na Série C». Ferroviário Atlético Clube. 13 de maio de 2021. Consultado em 21 de maio de 2021 
  14. «Campeonato Brasileiro 2021: dois jogos da Série C têm alterações». CBF. 14 de maio de 2021. Consultado em 21 de maio de 2021 
  15. «Pelo Brasileiro Série C, três jogos passam por mudanças». CBF. 25 de maio de 2021. Consultado em 25 de maio de 2021 
  16. «CBF detalha tabela do 1º turno da Série C. Confira detalhes dos próximos jogos do Altos». GloboEsporte.com. 15 de junho de 2021. Consultado em 18 de junho de 2021 
  17. «CBF transfere Ferroviário x Manaus do Castelão para o estádio Vovozão». GloboEsporte.com. 15 de julho de 2021. Consultado em 16 de julho de 2021 
  18. «CBF altera datas dos jogos do Santa Cruz na Série C; confira as mudanças». GloboEsporte.com. 16 de agosto de 2021. Consultado em 17 de agosto de 2021 
  19. «Por conta de Brasil x Uruguai, CBF transfere jogos do Manaus na Série C para a Colina». GloboEsporte.com. 3 de setembro de 2021. Consultado em 3 de setembro de 2021 
  20. «Última partida do Santa Cruz pela Série C será disputada na Arena de Pernambuco». Folha PE. 23 de setembro de 2021. Consultado em 23 de setembro de 2021 
  21. «CBF altera local do jogo e presidente do Santa Cruz dispara: "Manobra política para nos prejudicar"». GloboEsporte.com. 5 de agosto de 2021. Consultado em 5 de agosto de 2021 
  22. «Brasileiro Série C: Floresta x Volta Redonda será no Cidade Vozão, em Itaitinga/CE». CBF. 30 de agosto de 2021. Consultado em 30 de agosto de 2021 
  23. a b «Ituano x Tombense: final da Série C tem datas definidas». CBF. 8 de novembro de 2021. Consultado em 11 de novembro de 2021 
  24. a b «Boletim Financeiro: Tombense 1x1 Ituano» (PDF). CBF. 13 de novembro de 2021. Consultado em 16 de novembro de 2021 
  25. a b «Boletim Financeiro: Ituano 3x0 Tombense» (PDF). CBF. 20 de novembro de 2021. Consultado em 22 de novembro de 2021 
  26. «CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL - SÉRIE C - 2021 – ESTATÍSTICAS – Artilharia». CBF. Consultado em 21 de novembro de 2021 
  27. «CBF divulga protocolo para retorno do público aos estádios». CBF. 16 de agosto de 2021. Consultado em 19 de setembro de 2021 
  28. «CBF libera presença de público a partir da segunda fase da Série C». UOL. 28 de setembro de 2021. Consultado em 18 de outubro de 2021 
  29. «Boletim Financeiro: Manaus 1x1 Ypiranga-RS» (PDF). CBF. 17 de outubro de 2021. Consultado em 21 de outubro de 2021 
  30. «Boletim Financeiro: Manaus 1x2 Tombense» (PDF). CBF. 30 de outubro de 2021. Consultado em 4 de novembro de 2021 
  31. «Boletim Financeiro: Botafogo-PB 1x0 Criciúma» (PDF). CBF. 23 de outubro de 2021. Consultado em 5 de novembro de 2021 
  32. «Boletim Financeiro: Criciúma 0x0 Botafogo-PB» (PDF). CBF. 16 de outubro de 2021. Consultado em 18 de outubro de 2021 
  33. «Boletim Financeiro: Botafogo-PB 1x0 Paysandu» (PDF). CBF. 31 de outubro de 2021. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  34. «Boletim Financeiro: Paysandu 1x4 Ituano» (PDF). CBF. 23 de outubro de 2021. Consultado em 26 de outubro de 2021 
  35. «Boletim Financeiro: Tombense 1x1 Ypiranga-RS» (PDF). CBF. 9 de novembro de 2021. Consultado em 11 de novembro de 2021 
  36. «Boletim Financeiro: Ituano 3x1 Botafogo-PB» (PDF). CBF. 6 de outubro de 2021. Consultado em 11 de outubro de 2021 
  37. «Boletim Financeiro: Paysandu 0x0 Botafogo-PB» (PDF). CBF. 11 de outubro de 2021. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  38. «Boletim Financeiro: Ypiranga-RS 3x2 Novorizontino» (PDF). CBF. 30 de outubro de 2021. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  39. «Boletim Financeiro: Ypiranga-RS 1x1 Manaus» (PDF). CBF. 24 de outubro de 2021. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  40. «Boletim Financeiro: Ypiranga-RS 0x1 Tombense» (PDF). CBF. 2 de outubro de 2021. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  41. «Boletim Financeiro: Tombense 2x2 Manaus» (PDF). CBF. 9 de outubro de 2021. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  42. «Boletim Financeiro: Novorizontino 1x0 Ypiranga-RS» (PDF). CBF. 9 de outubro de 2021. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  43. «Boletim Financeiro: Ituano 0x2 Criciúma» (PDF). CBF. 10 de outubro de 2021. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  44. «Boletim Financeiro: Tombense 1x2 Novorizontino» (PDF). CBF. 18 de outubro de 2021. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  45. «Boletim Financeiro: Ituano 3x1 Paysandu» (PDF). CBF. 16 de outubro de 2021. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  46. «Boletim Financeiro: Botafogo-PB 1x0 Criciúma» (PDF). CBF. 23 de outubro de 2021. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  47. «Técnico mais longevo do Brasil, Vinícius Bergantin deixa o Ituano». GloboEsporte.com. 6 de junho de 2021. Consultado em 6 de junho de 2021 
  48. «Ituano anuncia o retorno do técnico Mazola Júnior para o lugar de Vinícius Bergantin». GloboEsporte.com. 6 de junho de 2021. Consultado em 6 de junho de 2021 
  49. «Terceiro treinador da temporada, Bolívar é demitido do Santa Cruz». GloboEsporte.com. 16 de junho de 2021. Consultado em 16 de junho de 2021 
  50. «De volta ao Arruda: Santa Cruz confirma Roberto Fernandes como substituto de Bolívar». GloboEsporte.com. 16 de junho de 2021. Consultado em 16 de junho de 2021 
  51. «Roberto Cavalo não é mais o técnico do Oeste». GloboEsporte.com. 10 de julho de 2021. Consultado em 10 de julho de 2021 
  52. «Oeste oficializa a contratação do técnico João Brigatti». GloboEsporte.com. 26 de julho de 2021. Consultado em 26 de julho de 2021 
  53. «Na zona de rebaixamento na Série C, São José-RS demite o técnico Hélio Vieira». GloboEsporte.com. 12 de julho de 2021. Consultado em 12 de julho de 2021 
  54. «São José-RS anuncia a contratação do treinador Pingo para o restante da Série C». GloboEsporte.com. 17 de julho de 2021. Consultado em 17 de julho de 2021 
  55. «Vice-lanterna da Série C, Paraná Clube anuncia a saída do técnico Maurílio Silva após nova derrota». GloboEsporte.com. 20 de julho de 2021. Consultado em 20 de julho de 2021 
  56. «Paraná Clube anuncia a contratação do técnico Sílvio Criciúma». Paraná Portal. 22 de julho de 2021. Consultado em 23 de julho de 2021 
  57. «Com aproveitamento abaixo de 50% na Série C, Vinícius Eutrópio deixa o Paysandu». GloboEsporte.com. 26 de julho de 2021. Consultado em 26 de julho de 2021 
  58. «Roberto Fonseca é o novo técnico do Paysandu na sequência da Série C». GloboEsporte.com. 26 de julho de 2021. Consultado em 26 de julho de 2021 
  59. «Manaus demite Marcelo Martelotte após empate contra o Paysandu». GloboEsporte.com. 26 de julho de 2021. Consultado em 26 de julho de 2021 
  60. «Manaus anuncia Evaristo Piza, ex-América-RN, como novo treinador para a sequência da temporada». GloboEsporte.com. 27 de julho de 2021. Consultado em 27 de julho de 2021 
  61. «Após quase 4 anos no comando do Jacuipense, Jonilson Veloso é desligado do cargo de treinador». GloboEsporte.com. 1 de agosto de 2021. Consultado em 1 de agosto de 2021 
  62. «Jacuipense anuncia contratação de Luizinho Lopes para comandar o time na Série C do Brasileiro». GloboEsporte.com. 2 de agosto de 2021. Consultado em 2 de agosto de 2021 
  63. «Após nova derrota do Altos na Série C, Marcelo Vilar deixa comando do Jacaré». GloboEsporte.com. 2 de agosto de 2021. Consultado em 2 de agosto de 2021 
  64. «Paulinho Kobayashi é o novo técnico do Altos para a Série C». GloboEsporte.com. 2 de agosto de 2021. Consultado em 2 de agosto de 2021 
  65. «Luizinho Lopes pede demissão do Jacuipense após dois jogos no comando da equipe». GloboEsporte.com. 23 de agosto de 2021. Consultado em 23 de agosto de 2021 
  66. «Menos de um mês após demissão, Jonilson Veloso reassume o cargo de técnico do Jacuipense». GloboEsporte.com. 25 de agosto de 2021. Consultado em 25 de agosto de 2021 
  67. «João Brigatti deixa comando do Oeste após um mês e apenas quatro jogos». GloboEsporte.com. 24 de agosto de 2021. Consultado em 24 de agosto de 2021 
  68. «Após cinco jogos, Paraná Clube demite o técnico Sílvio Criciúma; Jorge Ferreira assume». GloboEsporte.com. 31 de agosto de 2021. Consultado em 1 de setembro de 2021 
  69. «Após derrota para Volta Redonda, Francisco Diá deixa o comando do Ferroviário». GloboEsporte.com. 5 de setembro de 2021. Consultado em 5 de setembro de 2021 
  70. «Anderson Batatais reassume comando técnico do Ferroviário com nova comissão». GloboEsporte.com. 6 de setembro de 2021. Consultado em 6 de setembro de 2021 
  71. «Botafogo-SP anuncia demissão do técnico Argel Fuchs após eliminação na Série C». GloboEsporte.com. 18 de setembro de 2021. Consultado em 18 de setembro de 2021 
  72. «Caiu! Paulo Baier é demitido do comando do Criciúma após empate na Série C do Brasileiro». GloboEsporte.com. 4 de outubro de 2021. Consultado em 4 de outubro de 2021 
  73. «Criciúma anuncia Cláudio Tencati como novo treinador». GloboEsporte.com. 5 de outubro de 2021. Consultado em 5 de outubro de 2021 
  74. «Não resistiu! Sem vencer no quadrangular da Série C, Roberto Fonseca deixa o Paysandu». GloboEsporte.com. 18 de outubro de 2021. Consultado em 18 de outubro de 2021 

Ligações externasEditar