Abrir menu principal

Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais de 1962

Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais de 1962
XXIX Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais
Dados
Participantes 26
Organização CBD
Período 4 de novembro de 1962 – 30 de janeiro de 1963
Campeão Minas Gerais Minas Gerais
Vice-campeão Guanabara Guanabara
◄◄ Brasileiro de Seleções 1959 Soccerball.svg Brasileiro de Seleções 1987 ►►

O Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais de 1962 foi a vigésima nona edição deste torneio entre federações estaduais do Brasil, organizado pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD).

Para elaboração da tabela, a CBD usou como critério a classificação final da edição anterior. Assim, quem chegou à segunda fase no Campeonato de 1959 garantiu acesso direto na decisão de sua respectiva zona desta edição: Pará (Zona Norte), Rio Grande do Norte (Zona Nordeste), Bahia (Zona Centro) e Santa Catarina (Zona Sul). E, por terem alcançado o quadrangular final do campeonato anterior, as seleções de Minas Gerais e Pernambuco ingressaram diretamente na Segunda Fase, respectivamente, nas decisões da Região Norte-Nordeste e da Região Centro-Sul.

A seleção de Minas Gerais tornou-se a única a quebrar a hegemonia de Rio de Janeiro e São Paulo na fase do profissionalismo do futebol brasileiro (a seleção da Bahia obteve um título no amadorismo).[1]

Índice

ParticipantesEditar

Equipe Participação
  Acre
  Alagoas 21ª
  Amapá
  Amazonas 18ª
  Bahia 25ª
  Ceará 22ª
  Distrito Federal
  Espírito Santo 23ª
  Goiás 11ª
  Guanabara 29ª *
  Maranhão 21ª
  Mato Grosso 13ª
  Minas Gerais 27ª
  Pará 24ª
  Paraíba 22ª
  Paraná 26ª
  Pernambuco 24ª
  Piauí 19ª
  Rio Branco
  Rio Grande do Norte 19ª
  Rio Grande do Sul 23ª
  Rio de Janeiro 29ª
  Rondônia
  Santa Catarina 19ª
  São Paulo 28ª
  Sergipe 21ª

* NOTA: Guanabara participou anteriormente como Distrito Federal.

TabelaEditar

Primeira faseEditar

Zona NorteEditar

Grupo A
Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG
1   Amazonas 6 3 3 0 0 12 3 +9
2   Rondônia 3 3 1 1 1 4 4 0
3   Acre 2 3 1 0 2 5 6 –1
4   Rio Branco 1 3 0 1 2 1 9 –8
Classificado


10 de novembro de 1962 Amazonas   3 – 1   Rondônia Estádio Parque Amazonense, Manaus, AM

Hugo   8'
Santarém   20'   85'
Relatório   7' Bacu Árbitro:   Dorval Medeiros
Auxiliares:   Pedro Sampaio e   Pereira Serra
  • Amazonas: Zé Maria; Boanerges e Waldir Lima; Zamundo, Sula e Wanderlann; Horácio, Sabá, Santarém, Dermilson e Hugo. Técnico: Alfredo Barbosa.
  • Rondônia: Carlos Alberto; Dodó e Juvenal; Gervásio, Walter e Mundinho; Juquinha (Contradeus), Meirelles, Bacu, Piaba e Frederico. Técnico: Nhanhão.


11 de novembro de 1962 Acre   3 – 0   Rio Branco Estádio Parque Amazonense, Manaus, AM

Mão de Remo   8' (GC)
Airton   50'   72'
Relatório Árbitro:   Dorval Medeiros
Auxiliares:   Pedro Sampaio e   Pereira Serra
  • Acre: Bruzugu; Alabe, Léo, Mozarino e Escurinho; Boá e Fernando; Tião, João Carneiro, Airton e Touca.
  • Rio Branco: Pipira; Miriri e Mão de Remo; Rafael (Adauto), Sabá Pinheiro e Aguinaldo; Fernando, Carlos, Castro, Pompilio e Canhotinho.


14 de novembro de 1962 Amazonas   6 – 1   Rio Branco Estádio Parque Amazonense, Manaus, AM

Horácio   2'
Hugo   30'
Sabá   37'   58'   63'
Boanerges   76'
Relatório   89' (P) Fernando Árbitro:   Alberto Pereira
Auxiliares:   Dorval Medeiros e   Áureo Cruz
  • Amazonas: Pedro Brasil; Boanerges e Waldir Lima; Zamundo, Sula e Wanderlann; Horácio, Sabá, Santarém, Dermilson e Hugo. Técnico: Alfredo Barbosa.
  • Rio Branco: Agamenon (Pipira); Ari e Mão de Remo; Miriri, Waldir e Santiago; Pompilio (Canhotinho), Fernando, Carlos, Castro e Vanderlei.


15 de novembro de 1962 Rondônia   3 – 1   Acre Estádio Parque Amazonense, Manaus, AM

Juquinha   19'
Bacu  
Pelé   82'
Relatório   61' Mozarino Árbitro:   Áureo Cruz
Auxiliares:   Pedro Sampaio e   Pereira Serra
  • Rio Branco: Carlos Alberto (Santarém); Dodó e Juvenal; Gervásio, Walter e Meirelles; Juquinha, Piaba, Bacu, Pelé e Mundinho. Técnico: Nhanhão.
  • Acre: Bruzugu; Alabe e Mozarino; Escurinho, Léo e Boá; Fernando, Tião (Bibi), Airton, João Carneiro e Touca.


17 de novembro de 1962 Rio Branco   0 – 0   Rondônia Estádio Parque Amazonense, Manaus, AM

Relatório Árbitro:   Dorval Medeiros
  • Rio Branco: Agamenon; Ari e Mão de Remo; Raul, Aguinaldo e Sabá Pinheiro; Cafute, Carlos, Fernando, Tracajá e Vanderlei (Canhotinho).
  • Rondônia: Carlos Alberto; Dodó e Juvenal; Gervásio, Walter e Meirelles; Juquinha (Contradeus), Piaba, Bacu, Pelé e Mundinho. Técnico: Nhanhão.


18 de novembro de 1962 Amazonas   3 – 1   Acre Estádio Parque Amazonense, Manaus, AM

Santarém    
Hugo  
Relatório   25' João Carneiro Árbitro:   Dorval Medeiros
Auxiliares:   Alberto Pereira e   João Ferreira da Silva
  • Amazonas: Pedro Brasil; Boanerges e Waldir Lima; Zamundo (Xinxa), Sula e Wanderlann; Horácio, Sabá, Santarém, Dermilson e Hugo. Técnico: Alfredo Barbosa.
  • Acre: Bruzugu; Alabe e Mozarino; Escurinho, Léo e Boá; Fernando (Airton), Zé Cláudio, João Carneiro, Touca e Gilito.


Grupo B
4 de novembro de 1962 Maranhão   3 – 2   Piauí Estádio Nhozinho Santos, São Luís, MA

Santos  
Croinha   
  Valdeck
  Tassu


7 de novembro de 1962 Piauí   0 – 2   Maranhão Estádio Lindolfo Monteiro, Teresina, PI

  Garrinchinha
  Croinha


15 de novembro de 1962 Amapá   0 – 2   Maranhão Estádio Glicério Marques, Macapá, AP

  Croinha
  Garrinchinha


18 de novembro de 1962 Maranhão   3 – 0   Amapá Estádio Nhozinho Santos, São Luís, MA

Croinha   
Santos  


Vencedor Grupo A x Vencedor Grupo B
25 de novembro de 1962 Amazonas   1 – 3   Maranhão Estádio Parque Amazonense, Manaus, AM

Hugo   78' Relatório   55' Santos
  70' Gojoba
  89' Garrinchinha
Árbitro:   Wilson de Moraes Van Lume
Auxiliares:   Dorval Medeiros e   Pereira Serra
  • Amazonas: Pedro Brasil; Boanerges e Waldir Lima; Zamundo, Sula e Wanderlann; Airton, Tomaz, Santarém, Dermilson e Hugo. Técnico: Alfredo Barbosa.
  • Maranhão: Bacabal; Ribeiro e Omena; Gojoba, Negão e Português; Garrinchinha, Santos, Croinha, Chico e Neto (Hamilton). Técnico: Sávio Ferreira.


2 de dezembro de 1962 Maranhão   4 – 1   Amazonas Estádio Nhozinho Santos, São Luís, MA

Croinha   15'
Hamilton   19'   51'
Garrinchinha   89'
Relatório   25' Hugo Árbitro:   Dorval Medeiros
Auxiliares:   Wilson de Moraes Van Lume e   Marinho Sampaio
  • Maranhão: Bacabal; Ribeiro e Omena; Gojoba, Negão e Português; Garrinchinha, Hamilton, Croinha, Chico e Neto (Gilberto). Técnico: Sávio Ferreira.
  • Amazonas: Pedro Brasil; Boanerges e Waldir Lima; Zamundo, Sula e Wanderlann; Horácio (Sabá), Pretinho, Santarém, Dermilson e Hugo. Técnico: Alfredo Barbosa.


Decisão da Zona Norte
9 de dezembro de 1962 Maranhão   1 – 0   Pará Estádio Nhozinho Santos, São Luís, MA

Hamilton   Árbitro:   Nelson Bento de Oliveira


12 de dezembro de 1962 Pará   1 – 1   Maranhão Estádio Baenão, Belém, PA

Ércio   87' (P)   77' Gojoba Árbitro:   Wilson Lopes de Sousa


Zona NordesteEditar

Grupo C
15 de novembro de 1962 Alagoas   1 – 0   Sergipe Maceió, AL

 


18 de novembro de 1962 Sergipe   0 – 0   Alagoas Aracaju, SE


Grupo D
15 de novembro de 1962 Paraíba   1 – 4   Ceará João Pessoa, PB

      


18 de novembro de 1962 Ceará   3 – 1   Paraíba Estádio Presidente Vargas, Fortaleza, CE

Gildo  
Mesquita  
Haroldo  
  Vicente Árbitro:   José Cavalcante
  • Ceará: Aloísio; Linhares e Mesquita; Toinho (Alexandre), Gavilan e Zezito; Baíbe, Gildo, Haroldo, Charuto e Mozart.
  • Paraíba: Valter; Diógenes e Vicente; Tarcísio, Xavier e Paulinho (Nélio); Prince, Defeito, Bira, Coca-Cola e Teixeirinha.


Vencedor Grupo C x Vencedor Grupo D
25 de novembro de 1962 Alagoas   1 – 1   Ceará Estádio da Pajuçara, Maceió, AL

Airton     Expedito


28 de novembro de 1962 Ceará   3 – 0   Alagoas Estádio Presidente Vargas, Fortaleza, CE

   


Decisão da Zona Nordeste
5 de dezembro de 1962 Rio Grande do Norte   3 – 1   Ceará Estádio Juvenal Lamartine, Natal, RN

Saquinho   11'
Zé Maria   32'   51'
Relatório   54' Mozart Árbitro:   Aderbal Machado
Auxiliares: Fernando Lima e   Harry da Costa Ramos
  • Rio Grande do Norte: Ribamar; Gaspar, Piaba, Berilo e Jácio; Clodoaldo (Cadinha) e Jorge Tavares; Cocó, Saquinho, Zé Maria e Ferreira. Técnico: Eugênio Barros.
  • Ceará: Aloísio; Mesquita, Alexandre, Evandro e Carneiro; Toinho e Charuto; Gildo, Haroldo, Mozart e Expedito. Técnico: Dartagnan Barbosa.


9 de dezembro de 1962 Ceará   6 – 1   Rio Grande do Norte Estádio Presidente Vargas, Fortaleza, CE

        


12 de dezembro de 1962 Ceará   2 – 0   Rio Grande do Norte Estádio Presidente Vargas, Fortaleza, CE

  


Zona CentroEditar

Grupo E
4 de novembro de 1962 Distrito Federal   2 – 1   Mato Grosso Estádio Israel Pinheiro, Guará, DF

Cid  
Ramiro  
  Lara Árbitro:   Lourandyr de Castro Gomes
  • Distrito Federal: Gonçalinho; Aderbal, Edilson Braga, Bimba e Enes; João e Joãozinho; Ramiro, Cid, Ely e Arnaldo (Zezito). Técnico: Didi de Carvalho.
  • Mato Grosso: Airton; Pelé, Dunga, Garrafinha e Virgílio; Arionor e Sílvio; Bira, Dario, Tachinha e Lara. Técnico: Floriano Flores.


7 de novembro de 1962 Mato Grosso   1 – 0   Distrito Federal Estádio Presidente Dutra, Cuiabá, MT

Magalhães   Relatório Árbitro:   Uir Hermógenes Castilho
  • Mato Grosso: Airton; Pelé, Dunga, Garrafinha e Virgílio; Arionor e Jovino; Bira (Ilmar), Magalhães, Tachinha e Everaldo. Técnico: Floriano Flores.
  • Distrito Federal: Gonçalinho; Aderbal, Oswaldo, Bimba e Enes; João e Joãozinho; Ramiro, Cid, Ely e Raimundinho (Alaor). Técnico: Didi de Carvalho.


11 de novembro de 1962 Mato Grosso   0 – 1   Distrito Federal Estádio Presidente Dutra, Cuiabá, MT

Relatório Ely   (pror.) Árbitro:   Romeu Nosela Filho
  • Mato Grosso: Airton; Pelé, Dunga, Garrafinha e Virgílio; Arionor e Sílvio; Bira, Magalhães, Tachinha e Everaldo. Técnico: Floriano Flores.
  • Distrito Federal: Gonçalinho (Matil); Aderbal, Oswaldo, Bimba e Enes; João e Joãozinho; Ramiro, Cid, Ely e Raimundinho (Matarazzo). Técnico: Didi de Carvalho.


15 de novembro de 1962 Distrito Federal   0 – 1   Goiás Estádio Israel Pinheiro, Guará, DF

  Lailson Árbitro:  Urias Crescente Alves Junior
Auxiliares: Jorge Cardoso e   Josué Costa Araújo
  • Distrito Federal: Gonçalinho; Aderbal, Oswaldo (Edilson Braga), Bimba e Enes; João e Matarazzo; Baiano, Joãozinho, Ely e Arnaldo. Técnico: Didi de Carvalho.
  • Goiás: Campeão; Pedro Peres, Osmar, Clévio e Tido; Olacir e Sete Léguas; Fabinho, Lailson, Artur e Orestes.


18 de novembro de 1962 Goiás   2 – 0   Distrito Federal Estádio Pedro Ludovico, Goiânia, GO

Orestes   63'
Artur   88'
Árbitro:   Lourandyr de Castro Gomes
  • Goiás: Campeão; Pedro Peres, Osmar, Clévio e Tido (Paulinho); Olacir e Sete Léguas; Fabinho, Lailson, Artur e Orestes.
  • Distrito Federal: Gonçalinho; Aderbal, Edilson Braga, Bimba e Enes; João e Joãozinho; Baiano, Cid, Ely e Arnaldo (Raimundinho). Técnico: Didi de Carvalho.


Grupo F
15 de novembro de 1962 Rio de Janeiro   3 – 1   Espírito Santo Campos dos Goytacazes, RJ

     


18 de novembro de 1962 Espírito Santo   3 – 1   Rio de Janeiro Estádio Governador Bley, Vitória, ES

Silvinho  
Valterzinho  
Silvestre  
  Eleacir Árbitro:   Antônio Viug
  • Espírito Santo: Jonas; Ilson e Maciel; Didite, Silvestre e Geraldo; Bezerra, Ciro, Valterzinho, Silvinho e Alcenir.
  • Rio de Janeiro: Rodorval; Zé Carlos e Bené; Joel, Sardinha e Ronaldo; Nizinho, Odair, Eleacir, Expedito e Dodô Ferreira.


21 de novembro de 1962 Espírito Santo   4 – 0   Rio de Janeiro Estádio Governador Bley, Vitória, ES

    


Vencedor Grupo E x Vencedor Grupo F
25 de novembro de 1962 Espírito Santo   0 – 1   Goiás Estádio Governador Bley, Vitória, ES

  87' Lailson Árbitro:   José Teixeira de Carvalho
  • Goiás: Campeão; Pedro Peres, Osmar, Clévio e Tido (Paulinho); Olacir e Sete Léguas; Fabinho, Lailson, Artur e Orestes.


2 de dezembro de 1962 Goiás   0 – 1   Espírito Santo Estádio Pedro Ludovico, Goiânia, GO

  60' Alcenir
  • Espírito Santo: Rubens; Pereira e Ilson; Didite, Silvestre e Maciel (Matias); Ciro, Carioca, Silvinho, Da Guia e Alcenir.


4 de dezembro de 1962 Goiás   3 – 0   Espírito Santo Estádio Pedro Ludovico, Goiânia, GO

   


Decisão da Zona Centro
9 de dezembro de 1962 Bahia   2 – 2   Goiás Estádio da Fonte Nova, Salvador, BA

     


13 de dezembro de 1962 Goiás   0 – 2   Bahia Estádio Pedro Ludovico, Goiânia, GO

  


Zona SulEditar

25 de novembro de 1962 Rio Grande do Sul   1 – 1   Paraná Estádio da Baixada Rubra, Caxias do Sul, RS

Canhoto   84' (P) Relatório   Gijo Árbitro:   Kalil Karam Filho
Auxiliares:   Fortunato Tonelli e   Flávio Cavedini
  • Rio Grande do Sul: Nilson; Laércio, Altino, Valdemar e Bugre; Eloi e Paulo Berg; Artur, Jorginho, Canhoto e Marino. Técnico: Rubens Ruaro.
  • Paraná: Dirceu; Lara, Nico, Zequinha e Osni; Ariel e Paraná; Adamastor, Gauchinho, Leocádio e Gijo. Técnico: Motorzinho.


2 de dezembro de 1962 Paraná   2 – 0   Rio Grande do Sul Estádio Durival Britto, Curitiba, PR

Laércio   57' (GC)
Leocádio   26'
Relatório Árbitro:   Ricardo Alberto Silva
Auxiliares:   Gustavo Turra e   José Barbosa de Lima Neto
  • Paraná: Dirceu; Lara, Nico, Zequinha e Osni; Ariel e Áureo; Adamastor, Fernandinho (Luiz Carlos), Leocádio e Gijo. Técnico: Motorzinho.
  • Rio Grande do Sul: Nilson; Laércio, Altino, Valdemar e Bugre; Eloi e Paulo Berg; Artur (Marino), Telmo, Jorginho e Babá. Técnico: Rubens Ruaro.


Decisão da Zona Sul
5 de dezembro de 1962 Santa Catarina   2 – 2   Paraná Estádio Adolfo Konder, Florianópolis, SC

Sombra   17'
Idésio   57'
  23' Ariel
  30' Luiz Carlos
Árbitro:   Gustavo Turra
  • Santa Catarina: Rubens; Claudionor, Ivo e Tenente; Décio Leal e Nelinho; Nilzo, Sombra, Idésio, Norberto Hoppe e Godoberto.
  • Paraná: Dirceu; Lara, Nico, Zequinha e Osni; Ariel e Áureo; Adamastor, Natal e Gijo. Técnico: Motorzinho.


9 de dezembro de 1962 Paraná   3 – 0   Santa Catarina Estádio Belfort Duarte, Curitiba, PR

Luiz Carlos   
Natal  
Relatório Árbitro:   Wilson Silva
  • Paraná: Paulista; Lara, Nico, Zequinha e Osni; Ariel e Áureo; Adamastor, Luiz Carlos, Natal e Gijo. Técnico: Motorzinho.
  • Santa Catarina: Rubens; Claudionor, Ivo e Tenente; Décio Leal (Antoninho) e Nelinho; Nilzo, Sombra, Idésio, Norberto Hoppe e Godoberto.

Segunda faseEditar

Região Norte-NordesteEditar

16 de dezembro de 1962 Maranhão   3 – 2   Ceará Estádio Nhozinho Santos, São Luís, MA

Santos  
Hamilton  
Croinha  
 
  Mozart
Árbitro:   Wilson de Moraes Van Lume
  • Maranhão: Bacabal; Ribeiro, Omena, Laxinha e Português; Chico e Gojoba; Garrinchinha, Santos, Croinha e Hamilton. Técnico: Sávio Ferreira.
  • Ceará: Aloísio; Alexandre, Gavilan, Carneiro e Toinho; Charuto e Haroldo; Gildo, Mozart, Expedito e Moésio.


19 de dezembro de 1962 Ceará   2 – 0   Maranhão Estádio Presidente Vargas, Fortaleza, CE

Mozart   


23 de dezembro de 1962 Ceará   2 – 2   Maranhão Estádio Presidente Vargas, Fortaleza, CE

Mozart  
Expedito   (P)
  9'   27' Hamilton Árbitro:   Armando Marques

* NOTA: Após empate em 2 a 2 no tempo normal, e sem resultar em gols nos trinta minutos da prorrogação, o Ceará classificou-se pelo saldo de gols dos dois jogos anteriores.

Decisão da Região Norte-Nordeste
2 de janeiro de 1963 Pernambuco   2 – 1   Ceará Estádio Ilha do Retiro, Recife, PE

Djalma   22'
China   84'
Relatório   86' Charuto Árbitro:   Armando Marques
  • Pernambuco: Valdemar; Gilson, Alemão, Tomires e Nenzinho; Leduar e Bita; Valdinho, Djalma, China e Nado. Técnico: Palmeira.
  • Ceará: Aloísio; William, Alexandre, Evandro e Carneiro; Haroldo e Mozart; Gildo, Gilson, Charuto e Expedito (Fernando). Técnico: János Tratay.


5 de janeiro de 1963 Ceará   3 – 2   Pernambuco Estádio Presidente Vargas, Fortaleza, CE

Baíbe   26'
Alemão   45' (GC)
Mozart   69'
  15' Campinense
  82' (P) Alemão
Árbitro:   João Etzel Filho
  • Ceará: Aloísio; William, Alexandre, Evandro e Carneiro; Haroldo e Charuto; Carlito, Gildo, Mozart e Baíbe. Técnico: János Tratay.
  • Pernambuco: Valdemar; Tomires, Alemão, Luís e Nenzinho; Gilson e Vadinho; Nado, Campinense, China (Osvaldo) e Djalma. Técnico: Palmeira.


8 de janeiro de 1963 Ceará   1 – 0   Pernambuco Estádio Presidente Vargas, Fortaleza, CE

Charuto   Árbitro:   João Etzel Filho


Região Centro-SulEditar

18 de dezembro de 1962 Paraná   0 – 0   Bahia Estádio Durival Britto, Curitiba, PR

Relatório Árbitro:   José Gomes Sobrinho
  • Bahia: Nadinho; Hélio, Henrique, Vicente e Florisvaldo; Mario e Nelinho; Vadu, Hamilton, Javan e Biriba.
  • Paraná: Paulista; Calé, Nico, Zequinha e Fonti; Ariel e Áureo; Adamastor, Luiz Carlos, Natal e Gijo (Fernando Augusto). Técnico: Motorzinho.


5 de janeiro de 1963 Bahia   0 – 1   Paraná Estádio da Fonte Nova, Salvador, BA

  Árbitro:   Antônio Viug
  • Paraná: Paulista; Lara, Nico, Zequinha e Osni; Ariel (Paraná) e Áureo; Adamastor, Luiz Carlos, Natal e Gijo. Técnico: Motorzinho.
  • Bahia: Nadinho; Hélio, Henrique, Florisvaldo e Nei Andrade; Mario e Nilsinho; Vadu, Agnaldo (Didico), Hamilton e Biriba.


Decisão da Região Centro-Sul
10 de janeiro de 1963 Paraná   1 – 6   Minas Gerais Estádio Durival Britto, Curitiba, PR

Natal   43' Relatório   20'   52'   85' Marco Antônio
  38'   45' Ari
  70' Amauri
Árbitro:   Armando Marques
Auxiliares:   José Barbosa de Lima Neto e   Kalil Karam Filho
  • Paraná: Paulista; Lara, Nico, Zequinha e Osni; Ariel e Áureo; Adamastor, Luiz Carlos, Natal e Gijo. Técnico: Motorzinho.
  • Minas Gerais: Marcial; Massinha, William, Procópio e Geraldino; Hilton Chaves e Amauri; Luís Carlos, Rossi, Marco Antônio e Ari. Técnico: Mário Celso.


13 de janeiro de 1963 Minas Gerais   4 – 0   Paraná Estádio Independência, Belo Horizonte, MG

Marco Antônio   20'  24'
Luís Carlos   77'
Ari   78'
Relatório Árbitro:   Valdemar Meireles
Auxiliares:   Moacir Tiago e   Jaci Teixeira
  • Minas Gerais: Marcial; Massinha, William, Procópio e Geraldino; Hilton Chaves e Amauri; Luís Carlos, Rossi, Marco Antônio e Ari. Técnico: Mário Celso.
  • Paraná: Paulista; Lara, Nico, Zequinha e Ponte; Guimarães e Áureo; Adamastor, Luiz Carlos, Natal e Gijo. Técnico: Motorzinho.


SemifinalEditar

20 de janeiro de 1963 São Paulo   0 – 3   Minas Gerais Estádio do Pacaembu, São Paulo, SP

Relatório   39' Marco Antônio
  75' Luís Carlos
  77' Ari
Público: 20.419
Árbitro:   Joaquim Gonçalves da Silva
Auxiliares:   Romualdo Arppi Filho e   Manuel Ramos
  • São Paulo: Félix; Ferrari, Poças, Roberto Dias e Tarciso; Leal e Lima; Batista, Davi, Toninho Guerreiro e Sabino. Técnico: Oswaldo Brandão.
  • Minas Gerais: Marcial; Massinha, William, Procópio e Geraldino; Hilton Chaves e Amauri; Luís Carlos, Rossi, Marco Antônio e Ari. Técnico: Mário Celso.


20 de janeiro de 1963 Guanabara   5 – 1   Ceará Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro, RJ

Dida   10'   74'
Gérson   33' (P)   36'   82'
Relatório   32' Gildo Público: 31.628
Árbitro:   João Etzel Filho
Auxiliares:   José Gomes Sobrinho e   Antônio Viug
  • Guanabara: Castilho; Jair Marinho, Mário Tito, Zózimo e Altair; Carlinhos e Gérson; Joel, Henrique, Dida e Nilo. Técnico: Flávio Costa.
  • Ceará: Aloísio; William, Alexandre, Evandro e Carneiro; Haroldo e Charuto; Carlito (Mesquita), Gildo, Mozart e Baíbe. Técnico: János Tratay.


23 de janeiro de 1963 Minas Gerais   1 – 1   São Paulo Estádio Independência, Belo Horizonte, MG

Ari   27' Relatório   1' Davi Árbitro:   Romualdo Arppi Filho
  • Minas Gerais: Marcial, Massinha, William, Procópio e Geraldino; Hilton Chaves e Amauri; Luís Carlos, Rossi, Marco Antônio e Ari. Técnico: Mário Celso.
  • São Paulo: Félix; Ferrari, Tarciso, Roberto Dias e Píter; Leal e Lima; Batista, Davi, Paulo Bim e Sabino (Zuíno). Técnico: Oswaldo Brandão.


23 de janeiro de 1963 Ceará   0 – 0   Guanabara Estádio Presidente Vargas, Fortaleza, CE

Relatório Árbitro:   Claudio Magalhães
  • Ceará: Aloísio; William, Alexandre, Evandro (Damasceno) e Carneiro; Haroldo e Charuto; Carlito, Gildo, Mozart e Expedito. Técnico: János Tratay.
  • Guanabara: Castilho; Jair Marinho, Mário Tito, Zózimo e Altair; Carlinhos e Gérson; Joel, Henrique (Foguete), Dida e Nilo. Técnico: Flávio Costa.


FinalEditar

27 de janeiro de 1963 Minas Gerais   1 – 0   Guanabara Estádio Independência, Belo Horizonte, MG

Ari   26' Relatório Público: 32.721
Árbitro:   Armando Marques
Auxiliares:   Luís Pereira Filho e   Alcebíades Magalhães Dias
  • Minas Gerais: Marcial; Massinha, William, Procópio e Geraldino; Hilton Chaves e Amauri; Luís Carlos, Rossi, Marco Antônio e Ari. Técnico: Mário Celso.
  • Guanabara: Castilho; Jair Marinho, Luis Carlos, Zózimo e Altair; Carlinhos e Gérson; Correia, Henrique (Nelson), Foguete e Nilo. Técnico: Flávio Costa.


30 de janeiro de 1963 Guanabara   1 – 2   Minas Gerais Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro, RJ
21:30
Dida   8' Relatório   12' Luís Carlos
  79' Marco Antônio
Público: 41.852
Árbitro:   Joaquim Gonçalves da Silva
Auxiliares:   Cláudio Magalhães e   Wilson Lopes de Sousa
  • Guanabara: Castilho; Jair Marinho, Luis Carlos (Mário Tito), Zózimo e Altair; Carlinhos e Gérson; Joel, Henrique, Dida e Escurinho. Técnico: Flávio Costa.
  • Minas Gerais: Marcial; Massinha, William, Procópio e Geraldino; Hilton Chaves e Amauri; Luís Carlos (Nerival), Rossi, Marco Antônio e Ari. Técnico: Mário Celso.

PremiaçãoEditar

Campeonato Brasileiro de Seleções de 1962
 
MINAS GERAIS
Campeão
(1º título)

Referências

  1. CBF (11 de dezembro de 2015). «Campeonato de Seleções: 30 edições». Consultado em 7 de março de 2018 

Ligações externasEditar