Abrir menu principal

Campeonato Brasiliense de Futebol de 2016

Campeonato Brasiliense de Futebol de 2016
Candangão 2016
Bandeira do Distrito Federal (Brasil).svg
Dados
Participantes 12
Organização FFDF
Período 30 de janeiro – 7 de maio
Gol(o)s 136
Partidas 66
Média 2,06 gol(o)s por partida
Campeão Bandeira de Luziânia.png Luziânia
Vice-campeão Bandeira de Ceilândia.png Ceilândia
Rebaixado(s) Bandeira de Planaltina (GO).jpg SE Planaltina
Bandeira de Cruzeiro (DF).jpg Cruzeiro-DF
Melhor marcador Flag of Brazil.svg Aldo (6)
Bandeira de Luziânia.png Luziânia
Flag of Brazil.svg Rafael Grampola (6)
Bandeira de Gama (DF).jpg Gama
◄◄ 2015 Soccerball.svg 2017 ►►

O Campeonato Brasiliense de Futebol de 2016 foi a 41ª edição da divisão principal do futebol do Distrito Federal brasileiro. A competição, que foi organizada pela Federação de Futebol do Distrito Federal, foi disputada entre 30 de janeiro e 7 de maio por doze equipes do Distrito Federal, de Goiás e Minas Gerais. O campeonato atribuiu duas vagas para a Copa do Brasil e a Copa Verde de 2017, além de duas vagas para a Série D do Brasileiro de 2016 e uma vaga para a Série D do Brasileiro de 2017.

RegulamentoEditar

O campeonato será disputado em quatro etapas: fase classificatória, quartas de final, semifinais e final. Na primeira fase, as doze equipes jogarão entre si em jogos de ida, totalizando onze rodadas. As oito equipes com o maior número de pontos conquistados na primeira fase avançarão para as quartas de final, enquanto os dois últimos colocados serão rebaixados para a segunda divisão de 2017. A partir daí, os times se enfrentarão em sistema de mata-mata até a determinação do campeão brasiliense de 2016.

O campeão e o vice conquistarão vagas em quatro outros campeonatos: Série D do Brasileiro de 2016, Copa do Brasil de 2017, Copa Verde de 2017 e com a novidade que também conquistará vaga para a Série D do Brasileiro de 2017,[1] exceto caso seja campeão em 2017, abrindo vaga para o vice-campeão. O vice-campeão disputará essas mesmas competições, com exceção da quarta divisão nacional.[2]

Critérios de desempateEditar

Ocorrendo empate em número de pontos ganhos entre duas ou mais equipes na fase classificatória, serão aplicados, sucessivamente, os seguintes critérios de desempate:

  1. Maior número de vitórias.
  2. Maior saldo de gols.
  3. Maior número de gols pró.
  4. Menor número de cartões vermelhos.
  5. Menor número de cartões amarelos.

Nos jogos das fases eliminatórias (mata-mata), ocorrendo empate após os 180 minutos de jogo, a partida será definida por meio de cobranças de penalidades máximas.

Equipes participantesEditar

Equipe Localidade Em 2015 Estádio (mando em 2016) Capacidade[3] Títulos
Clube Atlético Taguatinga   Taguatinga 1º (B) Serejão 27 000 0
Brasília Futebol Clube   Brasília Serejão 27 000 8 (último em 1987)
Brasiliense Futebol Clube   Taguatinga Abadião[4] 4 000 8 (último em 2013)
Ceilândia Esporte Clube   Ceilândia Abadião 4 000 2 (último em 2012)
Cruzeiro Futebol Clube   Cruzeiro Ninho do Carcará 1 000 0
Bosque Formosa Esporte Clube   Formosa (GO) Diogão 6 000 0
Sociedade Esportiva do Gama   Gama Bezerrão 20 000 11 (último em 2015)
Associação Atlética Luziânia   Luziânia (GO) Serra do Lago 21 564 1 (2014)
Paracatu Futebol Clube   Paracatu (MG) Frei Norberto 8 000 0
Sociedade Esportiva Planaltina   Planaltina (GO) 2º (B) Augustinho Lima[5] 15 000 0
Sociedade Esportiva Santa Maria   Santa Maria 10º Bezerrão 20 000 0
Sobradinho Esporte Clube   Sobradinho Augustinho Lima 15 000 2 (último em 1986)
Localização dos times candangos no Brasiliense 2016.

Primeira FaseEditar

ClassificaçãoEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % M Classificação ou rebaixamento
1   Luziânia 25 11 7 4 0 18 6 12 75.8   Zona de classificação às quartas de final
2   Brasiliense 21 11 6 3 2 17 9 8 63.6  
3   Gama 19 11 5 4 2 11 5 6 57.6  
4   Ceilândia 19 11 4 7 0 12 5 7 57.6  
5   Brasília 16 11 4 4 3 14 11 3 48.5  2
6   Santa Maria 15 11 4 3 4 13 14 -1 45.5  2
7   Paracatu 15 11 4 3 4 10 11 -1 45.5  2
8   Sobradinho 14 11 3 6 2 8 10 -2 42.4  2
9   Atlético Taguatinga 13 11 2 7 2 9 8 1 39.4  
10   Formosa 11 11 2 5 4 8 11 -3 33.3  
11   SE Planaltina 4 11 1 1 9 9 25 -16 12.1   Rebaixamento à Segunda Divisão de 2017
12   Cruzeiro-DF 2 11 0 2 9 7 21 -14 6.1  

Desempenho por rodadaEditar

ResultadosEditar

  ATG BRL BRS CEI CRU FOR GAM LUZ PAR PLA STM SOB
Atl. Taguatinga 0–0 1–2 2–0 2–1 0–0
Brasília 1–1 1–1 1–2 1–1 3–1 1–1
Brasiliense 2–2 0–2 2–0 1–0 2–0 5–2
Ceilândia 3–0 0–0 0–0 2–2 1–1 2–1
Cruzeiro-DF 0–0 2–4 0–1 1–2 1–2
Formosa 0–0 0–1 1–0 0–2 2–2
Gama 0–0 1–0 2–0 0–0 2–3 3–1
Luziânia 0–0 2–0 2–1 1–0 2–0 4–0
Paracatu 1–0 0–1 0–0 1–0 0–1
Planaltina-GO 0–2 3–2 1–3 2–4 0–2
Santa Maria 0–0 0–0 0–1 1–2 1–0
Sobradinho 1–0 2–1 1–1 0–0 0–0 1–1

Fase finalEditar

Quartas de final Semifinais Final
    16 a 23 de abril  30 de abril e 7 de maio
                                     
   Luziânia 1 2 3  
   Sobradinho 1 1 2  
     Luziânia 1 1 2 (5)  
     Gama 1 1 2 (4)  
   Gama 0 2 2
   Santa Maria 0 0 0  
     Luziânia 2 1 3
     Ceilândia 0 0 0
   Brasiliense 1 1 2 (4)  
   Paracatu 1 1 2 (2)  
     Brasiliense 0 2 2 (2)
     Ceilândia 1 1 2 (4)
   Ceilândia 0 0 0 (4)
   Brasília 0 0 0 (1)

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.

PremiaçãoEditar

Campeonato Candango de 2016
 
Luziânia
Campeão
(2º título)
Vice Campeão: Terceiro colocado: Quarto colocado:
  Ceilândia   Brasiliense   Gama

Classificação FinalEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou rebaixamento
1   Luziânia 37 17 10 7 0 26 10 16 72.5 Série D 2016/2017, Copa do Brasil 2017 e Copa Verde 2017
2   Ceilândia 24 17 5 9 3 14 10 4 47.1
3   Brasiliense 26 15 7 5 3 21 13 8 57.8 Eliminados nas semifinais
4   Gama 25 15 6 7 2 15 7 8 55.6
5   Brasília 18 13 4 6 3 14 11 3 46.1 Eliminados nas quartas de final
6   Paracatu 17 13 4 5 4 12 13 -1 43.6
7   Santa Maria 16 13 4 4 5 13 16 -3 41.0
8   Sobradinho 15 13 3 7 3 10 13 -3 38.5
9   Atlético Taguatinga 13 11 2 7 2 9 8 1 39.4
10   Formosa 11 11 2 5 4 8 11 -3 33.3
11   SE Planaltina 4 11 1 1 9 9 25 -16 12.1 Rebaixamento à Segunda Divisão de 2017
12   Cruzeiro-DF 2 11 0 2 9 7 21 -14 6.1

ArtilhariaEditar

Gols Jogador Time
6   Aldo Luziânia
  Rafael Grampola Gama
5   Maycon Paixão Santa Maria
4   Felipe Cirne Ceilândia
  Caio Brasiliense
  Gilvan
  Peninha

Maiores públicosEditar

Esses são os dez maiores públicos do Campeonato:

Público[i] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada/Turno
1 7.969   Ceilândia 0–1   Luziânia Mané Garrincha 7 de maio Final/volta
2 5.526   Gama (4) 1–1 (5)   Luziânia Bezerrão 27 de abril Semifinais/volta
3 3.582   Gama 1–0   Brasília Bezerrão 21 de fevereiro 4ª Rodada
4 3.278   Gama 3–1   SE Planaltina Bezerrão 31 de janeiro 1ª Rodada
5 3.228   Gama 2–0   Santa Maria Bezerrão 14 de abril Quartas de final/volta
6 2.784   Luziânia 2–0   Ceilândia Mané Garrincha 30 de abril Final/ida
7 2.609   Gama 2–0   Cruzeiro-DF Bezerrão 14 de fevereiro 3ª Rodada
8 2.333   Santa Maria 0–0   Gama Bezerrão 10 de abril Quartas de final/ida
9 2.252   Luziânia 1–1   Gama Serra do Lago 16 de abril Semifinais/ida
10 2.181   Santa Maria 0–1   Gama Bezerrão 20 de março 9ª Rodada
  • i. ^ Considera-se apenas o público pagante


Referências

  1. «CAMPEÃO DE 2016 SE GARANTE NA SÉRIE D DOIS ANOS SEGUIDOS.». Futebol Interior. 28 de novembro de 2015. Consultado em 31 de dezembro de 2015 
  2. Erivaldo Alves Pereira (27 de novembro de 2015). «Regulamento - XLI Campeonato Brasiliense da 1ª Divisão/2016» (PDF). Federação Brasiliense de Futebol. Consultado em 30 de dezembro de 2015 
  3. «Cadastro Nacional de Estádios de Futebol (Rev. 3)» (PDF). CBF. 13 de janeiro de 2012. p. 51. Consultado em 1 de abril de 2013 
  4. «Brasiliense passará a atuar no estádio Abadião em 2016.». Futebol Interior. 28 de novembro de 2015. Consultado em 31 de dezembro de 2015 
  5. «Planaltina-GO mandará seus jogos no Augustinho Lima em 2016.». Futebol Interior. 29 de dezembro de 2015. Consultado em 31 de dezembro de 2015