Abrir menu principal

Campeonato Carioca de Futebol de 2013

Campeonato Carioca de Futebol de 2013
Carioca 2013
Rio de Janeiro
Dados
Participantes 16
Organização FERJ
Período 19 de janeiro19 de maio
Gol(o)s 322
Partidas 125
Média 2,58 gol(o)s por partida
Campeão Botafogo
Vice-campeão Flamengo
Rebaixado(s) Olaria e Quissamã
Melhor marcador Hernane (Flamengo) – 12 gols
Melhor ataque (fase inicial) Botafogo – 37 gols
Melhor defesa (fase inicial) Botafogo – 10 gols
Maiores goleadas
(diferença)
Friburguense 5–0 Olaria
Estádio Eduardo GuinleNova Friburgo
31 de março, Taça Rio, 4ª rodada, grupo A
 
Botafogo 5–0 Resende
Estádio Raulino de OliveiraVolta Redonda
27 de abril, Taça Rio, semifinais
Público 395 357[i]
Média 3 188,4 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador Seedorf (Botafogo)
◄◄ Rio de Janeiro 2012 Soccerball.svg 2014 Rio de Janeiro ►►

O Campeonato Carioca de Futebol de 2013 foi a 112ª edição da principal divisão do futebol no Rio de Janeiro. A disputa foi organizada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ). Os quatro primeiros colocados disputarão a Copa do Brasil de 2014.

Nesta edição houve dois torneios paralelos: o Torneio Super Clássicos será disputado entre Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco da Gama, nas partidas entre eles; e o Torneio Extra, entre as demais equipes, nas partidas que não envolvam a participação dos quatro grandes clubes.[1]

Esta edição do torneio também entrou para a história da competição por ter sido a primeira vez, em 112 edições da competição, que o campeonato foi decidido fora da cidade do Rio de Janeiro[2]. A decisão do torneio ocorreu na cidade de Volta Redonda-RJ, no Estádio Raulino de Oliveira[3].

Critérios de desempateEditar

Para o desempate entre duas ou mais equipes segue-se a ordem definida abaixo:[1]

  1. Número de vitórias
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Número de cartões amarelos e vermelhos
  5. Sorteio

ParticipantesEditar

Equipe Cidade Em 2012 Estádio Capacidade[4] Títulos
Audax Rio   São João de Meriti 2º (Série B) Moça Bonita[c] 9 024 0 (não possui)
Bangu   Rio de Janeiro 13º Moça Bonita 9 024 2 (último em 1966)
Boavista-RJ   Saquarema 10º Eucy Resende[b] 3 339 0 (não possui)
Botafogo   Rio de Janeiro Engenhão[a] 45 000 19 (último em 2010)
Duque de Caxias   Duque de Caxias 11º Marrentão 4 000 0 (não possui)
Flamengo   Rio de Janeiro Engenhão[a] 45 000 32 (último em 2011)
Fluminense   Rio de Janeiro Engenhão[a] 45 000 31 (último em 2012)
Friburguense   Nova Friburgo Eduardo Guinle 6 550 0 (não possui)
Macaé Esporte   Macaé Moacyrzão 15 000 0 (não possui)
Madureira   Rio de Janeiro 12º Conselheiro Galvão 5 062 0 (não possui)
Nova Iguaçu   Nova Iguaçu Laranjão[b] 3 500 0 (não possui)
Olaria   Rio de Janeiro 14º Rua Bariri[b] 5 141 0 (não possui)
Quissamã   Quissamã 1º (Série B) Moacyrzão 15 000 0 (não possui)
Resende   Resende Trabalhador[b] 4 600 0 (não possui)
Vasco da Gama   Rio de Janeiro São Januário 24 585 22 (último em 2003)
Volta Redonda   Volta Redonda Raulino de Oliveira 20 255 0 (não possui)
  • a. ^ Em determinadas rodadas, o Engenhão será preferencial apenas para jogos do Botafogo e/ou clássicos
  • b. ^ Não estão aptos a receber partidas envolvendo Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco da Gama
  • c. ^ O Audax Rio manda seus jogos em Moça Bonita, pois o seu estádio, Arthur Sendas, encontra-se inapto a receber as partidas

Expulsão do QuissamãEditar

O Quissamã foi promovido pela primeira vez à Série A do Campeonato Carioca em 28 de julho de 2012, após a vitória por 2 a 0 sobre o Barra Mansa.[5] No entanto, em 6 de dezembro, foi excluído da competição pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) por não cumprir todas as exigências do regulamento do Estadual,[6] sendo substituído pelo Goytacaz, terceiro colocado na Série B. O TJD entendeu que o clube perdeu o prazo, até 10 de novembro, para indicar que estádio usaria na competição.[7]

O clube entrou com um recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o que poderia fazer com que o campeonato atrasasse seu início.[7] A seção para definir a situação do clube foi marcada para dia 20 de dezembro,[8] quando foi votada a situação do clube e, por unanimidade de votos, o Quissamã recuperou sua vaga no Campeonato Carioca de 2013.[9][10]

SorteioEditar

O sorteio da tabela do Campeonato Carioca de 2013 foi realizado em 12 de novembro de 2012, às 15 horas, na sede da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ).[11]

ConfrontosEditar

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

  AUD BAN BVT BOT DCA FLA FLU FRI MAC MAD NVG OLR QUI RES VAS VOL
Audax Rio 1–1 1–2 0–4 1–0 2–1 0–0 0–0
Bangu 1–0 0–0 2–2 1–2 0–0 0–1 2–0
Boavista 1–2 0–0 1–0 0–1 1–0 3–2 0–3
Botafogo 2–2 3–0 1–1 3–1 4–1 3–0 4–0 4–2
Duque de Caxias 0–1 0–0 1–2 0–1 3–1 1–3 1–2
Flamengo 1–2 1–0 1–1 3–1 1–0 2–0 2–3 1–0
Fluminense 1–0 2–0 2–0 2–2 3–1 2–2 3–1 1–1
Friburguense 2–3 2–1 0–4 1–1 2–2 2–0 5–0 4–1
Macaé 1–0 3–2 1–3 1–3 1–3 1–0 2–0 1–3
Madureira 1–2 2–3 1–2 1–1 2–1 1–0 0–1
Nova Iguaçu 1–2 3–0 0–2 0–0 2–2 2–0 1–0
Olaria 0–0 0–2 0–2 2–2 1–0 2–1 0–0
Quissamã 0–1 1–1 0–3 0–1 2–2 0–0 0–0
Resende 2–1 1–0 0–2 1–1 2–1 1–1 1–1 2–4
Vasco da Gama 2–0 0–1 0–3 2–4 2–1 4–2 3–1 0–1
Volta Redonda 1–1 0–1 0–0 1–3 1–0 0–0 2–1 2–4

Primeira fase (Taça Guanabara)Editar

Zona de classificação para a fase final
Zona de desclassificação
 Ver artigo principal: Taça Guanabara de 2013

Fase de gruposEditar

Fase finalEditar

Em itálico, as equipes que jogaram pelo empate, por ter melhor campanha na fase de grupos.

Semifinais Final
2 de marçoEngenhão
 Vasco da Gama 3  
 Fluminense 2  
 
10 de marçoEngenhão
     Vasco da Gama 0
   Botafogo 1
3 de marçoEngenhão
 Flamengo 0
 Botafogo 2  

PremiaçãoEditar

Taça Guanabara de 2013
 
BOTAFOGO
Campeão
(7º título)

Segunda fase (Taça Rio)Editar

Zona de classificação para a fase final
Zona de desclassificação
 Ver artigo principal: Taça Rio de 2013

Fase de gruposEditar